23 de maio

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal

Destaques

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras 

Hoje, 06 de maio, a nossa querida cidade está completando 21 anos.

Águas Claras começou a ser construída na década de 90, e em 2003 se tornou região administrativa, tendo como referência o córrego de Águas Claras, que nasce na região e abastece o Lago Paranoá.

O projeto foi elaborado pelo arquiteto e urbanista, Paulo Zimbres, que trouxe para a cidade o princípio da funcionalidade, conforto e harmonia visual.

As praças fazem referência aos pássaros. Ruas e avenidas recebem nomes inspirados na flora brasileira.

Águas Claras já é considerada uma metrópole, que nos surpreende a cada dia, em um ritmo acelerado de crescimento, tanto no aspecto econômico, gastronômico e cultural.

Mas são os moradores e pioneiros que fazem a diferença, pela forma participativa, e pelo olhar todo especial para cada detalhe dessa Magnitude Verticalizada.

Obrigada Águas Claras, por acolher moradores, trabalhadores e visitantes, com tanto amor, carinho e respeito.
 

Confira a nossa Programação de Aniversário:

Dia 06: Missa em Ação de Graça, Paróquia Nossa Senhora da Assunção, às 19h30.

Dia 07: Carreta do Hemocentro, estacionamento da Administração Regional, das 9h às 16h

Dia 08: Culto em Ação de Graça, Igreja Koinonia, às 20h.

 Dia 19:

  • Desfile Cívico (8h às 12h);
  •  Um dia na Administração (10h às 14h).

Dia 28 : Homenagem às Lideranças Comunitárias e Empreendedores.

Contamos com a participação de todos! 


 

 

 

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras 

Carros abandonados em vias públicas de Águas Claras foram alvo da operação DF Livre de Carcaças.

Nesta terça-feira (27), a ação comandada pela Secretaria de Segurança Pública  (SSP-DF) deu destinação adequada a mais de 30 veículos que estavam largados nas ruas da região. Além de representarem um problema de segurança pública, as carcaças propiciam a criação de focos do mosquito transmissor da dengue.

Ao todo, são mais de 70 carcaças recolhidas na cidade: a ação já havia passado por Água Claras na última semana, quando a situação de 41 veículos abandonados foi resolvida. “Permitimos que os proprietários retirem os veículos das ruas dentro de dois, três dias. Caso isso não ocorra, recolhemos o veículo para o depósito”, explica o coordenador da Operação DF Livre de Carcaças, major Luis Carlos Bedendo.

Segundo balanço da SSP-DF, 342 automóveis foram retirados das ruas desde o início do ano. Em 2023, foram recolhidas 1.132 carcaças em todo o DF. As operações são organizadas semanalmente.

“Carcaças e veículos em situação de abandono trazem problemas ambientais, de segurança pública e de saúde. Pode haver vazamento de óleo, por exemplo, contaminando o solo”, comentou o major Bedendo. “Os automóveis também podem servir como esconderijo de criminosos ou local para guardar drogas. É uma situação grave que lutamos para resolver.”

Para o administrador Regional de Águas Claras, Mário Furtado, a operação é de extrema importância, pois é uma demanda recorrente dos moradores da região. " Com a retirada dos carros abandonados podemos agregar maior segurança para a população, além da eliminação de eventuais focos da dengue, entre outras arboviroses. Além da liberação de vagas públicas, em uma cidade com aproximadamente 700 edifícios e 120 mil habitantes", ressalta.

Água parada

Diante da epidemia de dengue, o DF Livre de Carcaças tem mirado também a eliminação de focos do Aedes aegypti. “Acompanhamos toda a ação em busca de pontos com água parada e, mesmo que o veículo seja recolhido, fazemos antes o tratamento com larvicida”, informou a coordenadora do Núcleo Regional de Vigilância Ambiental do Guará, Herica Marques. “Isso porque os ovos do mosquito podem sobreviver por até um ano no seco”.

Quem vive em Águas Claras aprovou a iniciativa do Governo do Distrito Federal. É o caso do aposentado Eliseu Freitas, 65 anos. “Moro aqui há mais de 20 anos, e as carcaças, além de causarem uma má imagem na região, só trazem problemas – é água parada, mosquito da dengue se proliferando, gente escondendo droga”, garantiu. “Olha, a melhor coisa que existe é deixar a cidade limpa. A gente agradece”.

Para facilitar o contato da população, foi criado um novo canal para encaminhamento de informações pela população: o dflivredecarcacas@ssp.df.gov.br. É importante incluir detalhes que facilitem a localização dos veículos, como endereço, ponto de referência e, se possível, fotos. As informações também podem ser encaminhadas por meio da Ouvidoria do GDF, pelo site Participa DF ou pelo número 162, e nas próprias administrações regionais.

Nesta quarta (28) e na quinta-feira (29), o DF Livre de Carcaças estará em Ceilândia. Já na próxima semana, a ação passa pela Vila Planalto e pelas asas Sul e Norte, no Plano Piloto. A operação reúne diversos órgãos do GDF, incluindo Polícia Militar (PMDF), Departamento de Trânsito (Detran-DF), Departamento de Estradas de Rodagem (DER-DF), DF Legal, Diretoria de Vigilância Ambiental (Dival), Novacap e administrações regionais.

 

 

Rejane Mota da Silva, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

O Governo do Distrito Federal (GDF), está realizando nesta quinta-feira (8), uma força-tarefa no combate à dengue na cidade de Águas Claras.

Um reforço adicional está acontecendo em oito prédios particulares abandonados, com o opoio da Administração Regional de Águas Claras, do GDF Presente Polo Central II, da Vigilância Ambiental da Secretaria de Saúde (SES-DF), do Corpo de Bombeiros Militar (CBMDF), da Polícia Militar(PMDF), do Detran-DF, da Defesa Civil e do Serviço de Limpeza Urbana (SLU) e da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap-DF), com o reeducandos do projeto Mãos Dadas.

No início do período chuvoso, os cuidados são redobrados, pois um único ovo do mosquito Aedes aegypti pode sobreviver até 400 dias sem contato com a água, aguardando apenas o primeiro momento de chuva para eclodir. “As inspeções dos agentes nos prédios abandonados ocorrem pelo menos a cada dois meses, mas as ações preventivas e de combate são realizadas diariamente. Realizamos o monitoramento, controle químico, aplicação de larvicidas e as armadilhas ovitrampas. Em uma semana o ovo da fêmea em contato com a água se transforma em um macho adulto. É tudo muito rápido, então só conseguiremos vencer o mosquito se todos colaborarem”, explicou a chefe do Núcleo de Vigilância Ambiental do Guará, Herica Cristina Marques.

A operação

No total, oito edificações passaram por inspeções e demais ações por parte do Governo do Distrtiro Federal. Em seis foram encontrados focos do mosquito da dengue. Aplicações com pastilhas de veneno foram realizadas:

☑️Quadra 101, lote 6;
☑️Avenida Parque Águas Claras, lote 75;
☑️Rua 25 norte lote 12;
☑️Avenida das Castanheiras ,Quadra 102, lote 680 norte;
☑️ Avenida das Castanheiras, bloco 16;
☑️Rua 25 norte lote 12;
☑️Quadra 104; 
☑️Quadra 102, lote 10.

O administrador regional de Águas Claras, Mário Furtado, disse que as ações vão continuar. " Águas Claras não está com pico da doença, por isso é necessário ações preventivas para que não se torne. Peço aos moradores que tome cuidado nas suas residências, e que nos ajude, através da janela do seu apartameto, denunciando possíveis focos da dengue, para que possamos agir antes da doença", conclui. 

Desafio diário

Os agentes, essenciais no combate ao Aedes, têm encontrado dificuldades para entrar nas residências, pois muitos moradores não abrem as portas para os agentes ambientais. Alguns, segundo eles, por medo; outros estão fora de casa; e alguns simplesmente recusam a inspeção.

É fundamental permitir as visitas de rotina. Para facilitar o reconhecimento pela população, os servidores estão sempre uniformizados, usando coletes com a logomarca do GDF e o brasão do Distrito Federal, além do crachá funcional.

“É importante que as pessoas abram as portas para os agentes, pois temos um olhar técnico para orientar sobre os cuidados preventivos. Além disso, as pessoas podem dedicar dez minutos do seu tempo para cuidar do quintal. Precisamos de atitude e da ajuda de todos para esse combate ao mosquito. Acredito que juntos somos mais fortes”, completou a chefe do Núcleo de Vigilância Ambiental do Guará.

Marques enfatizou, ainda, que são inúmeros os pedidos na ouvidoria pelo fumacê, mas o inseticida deve ser usado com parcimônia. “As pessoas precisam entender que o fumacê não é utilizado o tempo inteiro, pois, além do mosquito ficar resistente ao inseticida, ele elimina outros insetos, como borboletas e abelhas. Precisamos, de fato, eliminar o foco dos mosquitos, que, em 80% dos casos, está dentro das residências”, frisou.

Faça a sua parte e denuncie focos do mosquito através do telefone 199.

Agência Brasília

Projeto formará multiplicadores na cidade para que cuidados urgentes sejam disseminados entre os moradores, reduzindo riscos de acidentes

 

Os moradores de Águas Claras participarão de um treinamento preventivo contra incêndios. A iniciativa, desenvolvida pela Administração Regional de Águas Claras, pelo Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) e pela Fundação 193, pretende capacitar multiplicadores nos condomínios e nas escolas da região como forma de reduzir os riscos de acidentes nas edificações.

Um acordo de cooperação técnica foi assinado entre as instituições, por meio do projeto Águas Claras sem Chamas. A iniciativa tem como objetivo promover a conscientização dos moradores sobre os riscos relacionados a incêndios e situações de pânico, além de tentar reduzir em 50% as ocorrências registradas nas edificações.

Para o administrador regional de Águas Claras, Mário Furtado, que também é integrante do Corpo de Bombeiros, a cidade será piloto nesse projeto. “Temos verdadeiros arranha-céus em nossa cidade, são mais de 700 edificações, com uma concentração expressiva de pessoas, por isso a necessidade da criação de projetos entre o governo e a sociedade civil, para que possamos desenvolver mecanismos capazes de atuar de forma rápida e assertiva em casos de incêndios e demais acidentes”, diz o gestor local.

A ideia é treinar síndicos e moradores dos condomínios para que se tornem multiplicadores dos ensinamentos repassados pelo CBMDF e pela Fundação 193, organização social formada por bombeiros veteranos e da ativa. Os interessados participarão de palestras presenciais com os militares e serão responsáveis por disseminar as informações nos prédios e distribuir as cartilhas preparadas pelos bombeiros.

O primeiro treinamento com 25 multiplicadores voluntários ocorrerá nesta quinta-feira (8), das 17h às 19h, no 2º Grupamento de Bombeiros Militar, em Taguatinga Centro. “Os bombeiros terão a função de formar esses multiplicadores, e repassaremos os principais cuidados para que o incêndio não aconteça, assim como as orientações em casos de evacuação do prédio”, destaca o tenente-coronel Wagner Palhano, comandante do Batalhão do Corpo de Bombeiros de Águas Claras.

De acordo com o bombeiro veterano e diretor-executivo da Fundação 193, Osiel Rosa, a expectativa é que a iniciativa impacte 10 mil pessoas com as palestras de prevenção e cerca de 40 mil com os materiais de divulgação confeccionados, além de habilitar aproximadamente 150 multiplicadores. “Pelo menos metade da população de Águas Claras será impactada de alguma forma com o projeto”, afirma o bombeiro. As inscrições para novos multiplicadores, informa ele, estarão abertas a partir o dia 19.

A programação segue até 30 de junho, culminando com a Semana Nacional de Prevenção contra Incêndio. A intenção é que, após a avaliação do projeto-piloto, as ações possam ser expandidas para outras cidades do DF. Para informações sobre como participar do projeto, basta entrar em contato através dos telefones:

Administração Regional de Águas Claras:  (61) 9.9153-6185.

25º Grupamento Bombeiro Militar de Águas Claras: (61) 9.8321-5399.

Fundação 193: (61) 9.9557-8286 (whatsapp).

 

 

Rejane Mota da Silva, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras 

                        A ação contou com três pontos de bloqueio

O Departamento de Trãnsito do Distrito Federal, em sua 3ª Operação Sossego do ano, organizou três pontos de bloqueio na cidade de Águas Claras, na noite desta quarta-feira (31/01). Durante a ação, foram realizadas 240 abordagens, entre as quais foram identificadas 30 motocicletas com escapamentos alterados, além de 25 veículos terem sido recolhidos ao depósito da autarquia.

A equipe de fiscalização e policiamento do DETRAN/DF identificou 08 condutores inabilitados, 05 com Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vencida e 06 veículos com sistemas de iluminação alterados.

Ademais, foram autuados condutores por 21 infrações diversas e realizados 10 testes de etilômetro entre aqueles que apresentaram indícios de consumo de bebida alcoólica ou alteração comportamental.

A operação contou com um grande aparato para sua realização, foram 15 viaturas, 31 agentes e 03 guinchos envolvidos. O Departamento de Trânsito do Distrito Federal investe na realização de operações como esta, visto que, além de terem como foco coibir o excesso de ruídos, permitem aos agentes identificar condutas irregulares que possam, eventualmente, trazer risco à população.

“A Operação Sossego tem o objetivo de combater a poluição sonora e garantir a segurança viária, através de intensificação da fiscalização em motocicletas. A operação permite retirar de circulação os condutores inabilitados, com CNH suspensa ou cassada, além de motos sem condições de rodar na via pública, garantindo-se assim a segurança viária.”, ressaltou o Coordenador Regional de Policiamento de Fiscalização de Trânsito Oeste, Wesley Cavalcante.

Destaca-se que conduzir motocicletas com escapamento alterado, emitindo ruído excessivo, incide em infração de trânsito grave, 5 (cinco) pontos na carteira, além de multa de R$ 193, 00 (cento e noventa e três Reais).

Motocicleta Roubada

A ação permitiu localizar e recuperar uma motocicleta Honda/CG 160 FAN, prata, produto de roubo/furto. Ao chegar ao depósito da autarquia, o agente responsável pela remoção observou, ao vistoriar o veículo, que o chassi não correspondia à placa. As autoridades policiais já foram comunicadas sobre o ocorrido.

** Com informações Detran-DF

 

 

Rejane Mota da Silva, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras 

Em fase experimental, a linha 0.008 oferece 28 viagens por dia com tarifa de R$ 2,70

Os passageiros do transporte público de Águas Claras já estão utilizando os serviços de ônibus conhecidos como zebrinhas. A Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob) criou a linha 0.008 – Circular Águas Claras, que está em fase experimental desde segunda-feira (22) e beneficia a mobilidade dos passageiros na cidade, sobretudo para facilitar a integração com o Metrô.

A linha 0.008 conta inicialmente com dois miniônibus, para os quais a passagem custa R$ 2,70. São 28 viagens por dia, de segunda a sexta-feira. O ponto de partida dos zebrinhas fica em frente à administração regional da cidade. 

“Iniciamos a operação com dois veículos, mas há previsão de ampliar a partir do mês de fevereiro, com o início das aulas”, adianta o titular da Semob, Flávio Murilo Prates. “O objetivo é facilitar os deslocamentos das pessoas que utilizam transporte público em Águas Claras”. A secretaria vai monitorar a operação e fazer os ajustes necessários. 

O itinerário dos ônibus da linha 0.008 está disponível no site DF no Ponto. Os veículos são da Viação Marechal, mas com a mesma programação visual (vermelho com listras brancas) dos ônibus que circulam nas linhas do Serviço de Transporte Vizinhança no Plano Piloto, Sudoeste, Cruzeiro e SIA.

Integração 

Os usuários do serviço de transporte operado pelos zebrinhas poderão fazer integração com o Metrô ou com as demais linhas de ônibus que passam por Águas Claras a partir dos principais pontos, localizados nas avenidas Castanheiras e Araucárias.

A integração é permitida aos usuários que utilizam cartões da bilhetagem automática como forma de pagamento das viagens, como o cartão mobilidade que pode ser adquirido na Estação do Metrô de Águas Claras. Com o cartão, o passageiro pode fazer até três embarques no mesmo sentido, no período de três horas, e pagar a tarifa máxima de R$ 5,50.

A tabela horária dos zebrinhas é  a seguinte: 6h, 6h33, 7h06, 7h39, 8h12, 8h45, 9h18, 9h51, 10h24, 10h57, 11h30, 12h03, 12h36, 13h09, 13h42, 14h15, 14h48, 15h21, 15h54, 16h27, 17h, 17h33, 18h06, 18h39, 19h12, 20h18, 21h24 e 22h30.

Confira os pontos do Vizinhança Águas Claras:

👉 Administração Regional de Águas Claras( Ponto de Partida);

👉 Colégio La Salle;

👉 Praça das Gaivotas;

👉 Rotatória da 3ª Saída;

👉 Caesb;

👉 Estação Arniqueiras;

👉 Entrada do Parque de Águas Claras;

👉 Rotatória das QDs 105/106;

👉 Av. Pau Brasil / Av. Flamboyant;

👉 Boulevard Sul;

👉 Estação Concessionárias;

👉 Parque Sul;

👉 Estação Águas Claras;

👉 Vereda da Cruz;
 
👉 Administração Regional de Águas Claras (Ponto Final).

 

*Com informações da Semob

Rejane Mota da Silva, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras 

A Administração Regional de Águas Claras recebeu, na manhã desta quinta-feira (25/01), o Prêmio Alto Nível, pelas mãos dos controladores e auditores da Controladoria -Geral do Distrito Federal (CGDF). 

A premiação foi entregue ao administrador da cidade, Mário Furtado, e às servidoras Cláudia Malverdi e Ana Silva, da Coordenação de Administração Geral (COAG) e Fernanda Sant`Anna e Sônia Lima, da Gerência de Orçamentos e Finanças (GEOFIN).

Essa é uma premiação inédita realizada pela Controladoria-Geral do Distrito Federal (CGDF), que reconheceu 52 órgãos e entidades do Governo do Distrito Federal (GDF) que se destacaram na busca por atender as recomendações realizadas por meio de auditorias da Controladoria. As recomendações são orientações e direcionamentos dados pelos auditores de controle interno com o objetivo de evitar erros e melhorar processos de trabalho, diminuindo, assim, as chances de algum desvio ou uso indevido de recursos públicos. 

O administrador de Águas Claras destacou a importância e o esforço da administração regional de Águas Claras em atender as recomendações da CGDF, em especial a Coordenação de Administração Geral (COAG) e suas respectivas gerências. " É um tributo àqueles que compreendem a importância do controle interno na promoção da eficiência, transparência e prevenção de irregularidades nos órgãos do GDF”, ressaltou o administrador Regional de Águas Claras, Mário Furtado. 

Para realizar a premiação, foi elaborado o Índice de Atendimento de Recomendações de Auditoria (Iara), que é calculado no mês de novembro de cada exercício, considerando os resultados dos órgãos e entidades do GDF nos últimos dois anos de monitoramento, contados até o mês de outubro do exercício em apuração. A área de auditoria da CGDF faz um trabalho preventivo de combate à corrupção. As recomendações direcionam sobre mudanças de rota necessárias para evitar erros ou prejuízos, por isso elas são tão importantes. Cada recomendação atendida representa mais do que uma simples correção. É um passo em direção a um governo mais eficaz, responsivo e comprometido com o bem-estar da população. 

 

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

A Controladoria-Geral do Distrito-Federal (CGDF) premiou, nesta quinta-feira (7), 78 órgãos e entidades do Governo do Distrito Federal (GDF) que alcançaram 100% na avalição do Índice de Transparência do Distrito Federal (ITA). A Administração Regional de Águas Claras vem configurando em 1º lugar desde 2019.

A novidade deste índice é que agora ele passa a avaliar não apenas o cumprimento da transparência ativa, mas também o cumprimento da transparência passiva, que é quando o cidadão solicita informações ao governo. A cerimônia reuniu cerca de 250 pessoas no auditório da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF). Na ocasião, também foi comemorado um ano do lançamento do Participa-DF, plataforma que une em um só lugar a ouvidoria e os pedidos de acesso à informação destinados ao GDF.

Confira a lista dos premiados.

“É importante lembrar que no ano de 2021 conseguimos atingir 100% de transparência ativa no Distrito Federal. Neste ano, nós mudamos a perspectiva. Agora também temos a transparência passiva e que traz ainda mais um entendimento de transparência de uma forma global, afinal, nosso objetivo é entregar sempre mais para a população do DF, e não ficar estagnados na vitória”, destacou o controlador-geral do Distrito Federal, Daniel Lima

O secretário de Governo, José Humberto Pires de Araújo, reforçou a necessidade permanente para cuidar do DF. Ele elogiou o trabalho e papel da Controladoria como um órgão que resguarda o governo de erros e possíveis desvios. “O maior desafio do GDF é que muitas vezes a necessidade é maior que a capacidade de atendimento. Por isso, o papel do governo é gastar de maneira correta”, pontuou o secretário.

Evolução

De acordo com a subcontroladora de Transparência e Controle Social da CGDF, Rejane Vaz, o Prêmio ITA evoluiu: “Pegamos o total de pedidos registrados no Participa-DF para o órgão e o percentual de resposta. Eles tinham que estar com 100% de resposta e 80% dessas respostas têm que ter sido feitas no prazo estipulado pela LAI [Lei de Acesso à Informação]. E qual foi o resultado disso tudo? O que os órgãos atingiram? O resultado foi muito bom. A gente está com 96% no total do índice atingidos pelos órgãos. Um resultado muito positivo que nos mostrou a maturidade do governo do Distrito Federal em transparência pública”.

“Com certeza, a transparência é o caminho, é a principal porta de entrada no combate à corrupção. Quando o cidadão tem todas as informações, ele se sente pertencente do governo e participa junto conosco das decisões e das informações públicas. Esse prêmio se deve ao apoio da Controladoria-Geral do DF e da Ouvidoria-Geral. Eu dedico esse prêmio a todos os servidores da Secretaria de Educação que se empenham para trazer a transparência e a informação pública”, destacou Evelyne Queiroz, representante da Secretaria de Educação (SEE-DF).

Premiação

O Prêmio ITA é entregue a órgãos e entidades do GDF desde 2016 com o objetivo de incentivar órgãos e entidades do GDF a cumprirem a Lei de Acesso à Informação. Como em 2021 o GDF conseguiu que todos os órgãos e entidades cumprissem todas as exigências, em 2023 passou-se a avaliar também a transparência passiva.  A Administração Regional de Águas Claras vem configurando em 1º lugar desde 2019.

O administrador regional Águas Claras, Mário Furtado, destacou a importância do Prêmio ITA: "Esse prêmio é um reconhecimento do trabalho que fizemos durante todo o ano. A transparência dos órgãos é um fator funcdamental no combate à corrupção".

Para mensurar a pontuação de cada órgão ou entidade do DF, são verificadas diversas informações, como dados institucionais, publicação de ações e programas, de convênios, de licitações e contratos, entre outras. Cada um desses requisitos possui um determinado valor e a pontuação final soma o total obtido. Já na transparência passiva, a pontuação para as respostas é medida pelo grau de cumprimento da Lei de Acesso à Informação.

 

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

A Administração Regional de Águas Claras está empenhada na busca por melhorias da cidade e lançou mais um importante projeto que irá conscientizar toda a população local sobre o descarte correto dos seus resíduos eletrônicos além de promover a Educação Ambiental e a Logística Reversa.

Trata-se do Projeto Águas Claras Sustentável que, em parceria com diversos setores já engajados nessa iniciativa na cidade, busca categorizar Águas Claras como referência em sustentabilidade, fortalecendo sua identidade e atraindo ainda mais investimentos que impulsionarão o desenvolvimento econômico local.

O Projeto Águas Claras Sustentável participa do PRÊMIO SEBRAE -DF CIDADE EMPREENDEDORA e dentre seus objetivos está o aumento de 50% da coleta de lixo eletrônico.

Coletores foram colocados em lugares estratégicos tais como condomínios, shoppings, centros comerciais e escolas, visando facilitar o descarte adequado dos resíduos eletrônicos (sendo estes computadores/notebooks, tablet, pilhas, carregadores, celulares, relógio digital, TVs, micro-ondas e impressoras).

Cerca de 3 toneladas de lixo eletrônicos  já foram  recolhidos e encaminhados para a ONG Programando o Futuro.

Diversas ações estão sendo realizadas em benefício da população tais como palestras, workshops e campanhas de conscientização, incluindo também uma Gincana de Coleta de Lixo Eletrônico, que incentiva a participação ativa das escolas e dos moradores locais.

O Projeto tem um foco especial na inclusão social através da inclusão digital, oferecendo capacitação e emprego para pessoas em situação de vulnerabilidade ou desemprego, por meio de cursos profissionalizantes e parcerias com empresas da área de reciclagem.

Aulas de informática estão sendo ministradas, em paceria com  o Centro Universitário Unieuro, para jovens e demais cidadãos que tenham necessidade desse aprendizado. No dia 11 de dezembro tivemos a conclusão do curso e a entrega das certificações.

As futuras gerações também serão diretamente beneficiadas com o Projeto através da vivência em uma cidade limpa e sustentável por meio das ações de reciclagem de itens eletrônicos e da Educação Ambiental. O Águas Claras Sustentável busca impactar diretamente a população local e indiretamente, todo o Distrito Federal.

Como parte do projeto, entre os dias 18 e 19 de novembro ocorreu o plantio de mais de 100 mudas de árvores em pontos estratégicos da cidade, em parceria com equipes de escoteiros da cidade, o Ave Branca e Águas Claras. Também tivemos a participação da comunidade, que se envolveu ativamente na ação.

 

 

 

 

 

 

 

 

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

As Quadras Poliesportivas da Praça Rouxinol e da Quadra 301 estão sendo reformadas pela Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (NOVACAP), com recursos originários de emenda parlamentar, no valor de 500 mil reais.

Durante o período de reforma, as quadras ficarão interditadas para uso. Em breve, o Governo do Distrito Federal fará a entrega de quadras totalmente revitalizadas e modernas.

 

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

A Administração Regional de Águas Claras vai realizar, no próximo dia 27, duas audiências públicas presenciais para discutir sobre temas relativos a equipamentos na cidade. A primeira reunião vai discutir, a partir das 20h, a implantação de contêineres para o depósito de lixo orgânico e reciclável em áreas residenciais. Os síndicos da região terão oportunidade de apresentar observações e sugestões que atendam à antiga demanda da população.

A segunda discussão será às 21h, sobre a instalação de um letreiro com a inscrição “Eu Amo Águas Claras”, a ser colocado, caso aprovado, no balão próximo ao Centro Universitário Unieuro, ou no balão próximo à administração regional, pela DF-079.

A convocação para as audiências públicas foi publicada no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) desta segunda-feira (6). Os encontros serão realizados na unidade do Colégio La Salle instalada na região administrativa.

 

Adriana Machado, da Ascom – SSP/DF, e Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

A partir desta semana, a Subsecretaria do Sistema de Defesa Civil (Sudec), vinculada à Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP-DF) dá início a mais uma fase de capacitação de voluntários para o órgão. Desta vez, o curso ocorre em Águas Claras, nesta terça (26) e quarta-feira (27). O objetivo é formar multiplicadores capazes de identificar as ameaças naturais, que saibam agir com eficiência em casos de desastres e consigam dar suporte em ações de prevenção nas comunidades em que estão inseridos. Os voluntários também serão instruídos a lidar com situações que demandem o recebimento de doações de alimentos e materiais às famílias atingidas em caso de uma emergência.

O curso é gratuito e direcionado a lideranças comunitárias que vivem em áreas de risco, a equipes de obras das administrações regionais e a agentes de segurança privada interessados em adquirir conhecimentos sobre Defesa Civil. Neste ano, a capacitação foi realizada na Estrutural, Por do Sol/Sol Nascente, Planaltina, Santa Maria, São Sebastião e Arniqueira, contabilizando 91 voluntários capacitados.

“É muito importante preparar pessoas da comunidade para atuar com a Defesa Civil nessas situações, pois são elas quem mais conhecem a realidade de cada local. Com isso, conseguem prestar esclarecimento de forma mais rápida e passam a ser o elo entre a Defesa Civil e os moradores”, afirma o secretário de Segurança Pública, Sandro Avelar. “Estamos cada vez mais próximos dos moradores do DF, seja por meio de ações específicas, seja pelos Conselhos Comunitários de Segurança, pois, desta forma, nossas políticas podem ser cada vez mais efetivas”, completa.

O administrador de Águas Claras, Mário Furtado, ressaltou a importância do curso na cidade: “Tive o prazer de trabalhar por três anos na Defesa Civil e conheço a importância do treinamento de pessoas para o salvamento de vidas. Águas Claras é uma cidade verticalizada, com uma concentração expressiva de pessoas em condomínios residências, por isso da necessidade de multiplicadores em caso de desastres.”

Com 10 horas/aula, divididas em duas manhãs, o curso será ministrado por agentes da Defesa Civil, com aulas de noções básicas de defesa civil. “Além disso, será ensinado como agir de maneira preventiva para mitigar riscos, contando com esses voluntários para repassar as informações aos moradores das regiões. Eles irão atuar como agentes multiplicadores, o que facilita as ações da Defesa Civil, principalmente no período chuvoso”, explica o major Cláudio Camelo, assessor técnico da Defesa Civil.

Rodrigo Mihsen, diretor de Obras da Administração Regional de Águas Claras, participou do primeiro dia de capacitação. “É importante conhecer mais sobre situações emergenciais que envolvem nossa região. Esta é uma oportunidade essencial no cargo que ocupo, tendo tanta proximidade da população local”, ressalta.

As próximas edições da capacitação ocorrerão no Riacho Fundo I, nos dias 3 e 4 de outubro, e no Riacho Fundo II, nos dias 24 e 25 de outubro. Para participar, basta procurar a administração regional das cidades. Serão disponibilizadas 30 vagas em cada turma. Qualquer dúvida, entre em contato com a Defesa Civil pelo telefone 3441-8255.

*Com informações da Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP-DF) e da Administração Regional de Águas Claras

 

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

Novo acesso liga a EPTG à Rua das Carnaúbas beneficiando cerca de 150 mil motoristas que trafegam na região com investimento de R$ 14 milhões

Moradores de Águas Claras receberam com entusiasmo a inauguração do novo acesso à cidade que foi oficializado em cerimônia na manhã deste sábado (5) com a presença do governador Ibaneis Rocha. A terceira saída liga a Estrada Parque Taguatinga (EPTG) à Rua das Carnaúbas, na altura do Lote 12, nas proximidades do Parque Ecológico. Com investimento de R$ 14 milhões, a via, além de oferecer uma nova alternativa para quem acessa a região, vai garantir melhor fluidez no trânsito para os mais de 150 mil motoristas que trafegam por lá diariamente.

“A terceira saída era um sonho de todos os moradores para poder desafogar o trânsito dessa cidade que cresceu tanto”, definiu Ibaneis Rocha. O trecho é composto por duas pistas de 1,8 km, com duas faixas de rolamento cada. O trajeto ainda conta com uma ciclovia ao longo de toda a extensão e um estacionamento construído em frente ao comércio que margeia a terceira saída de Águas Claras, com 1,4 mil m² e uma capacidade para 134 veículos.

O presidente do Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF), Fauzi Nacfur Junior, ressaltou que a entrega vai melhorar o trânsito em Águas Claras. “A cidade acabou ficando com uma retenção dentro dela. Preferimos dar prioridade para essa via, dando mais uma saída e uma entrada para os motoristas”, disse. “Essa é uma obra completa, com sinalização, drenagem e ciclovia”, definiu.

A primeira parte da obra foi executada e financiada por meio de uma compensação habitacional pela Construtora Direcional, que investiu R$ 8 milhões. Já a etapa final ficou sob responsabilidade do Governo do Distrito Federal (GDF), por meio do DER-DF, com investimento de R$ 6 milhões.

O governador aproveitou a visita à região administrativa para anunciar os planos do GDF para a cidade no sentido da implantação de novos equipamentos públicos. “Nós temos que trabalhar muito pela região de Águas Claras. Temos que trazer UPA [unidade de pronto atendimento], unidade básica de saúde [UBS], escola e feira. Tem muita coisa para acontecer aqui ainda, para trazer todos os equipamentos públicos que a cidade merece”, revelou.

A primeira parte da obra foi executada e financiada por meio de uma compensação habitacional pela Construtora Direcional, que investiu R$ 8 milhões. Já a etapa final ficou sob responsabilidade do Governo do Distrito Federal (GDF), por meio do DER-DF, com investimento de R$ 6 milhões.

O governador aproveitou a visita à região administrativa para anunciar os planos do GDF para a cidade no sentido da implantação de novos equipamentos públicos. “Nós temos que trabalhar muito pela região de Águas Claras. Temos que trazer UPA [unidade de pronto atendimento], unidade básica de saúde [UBS], escola e feira. Tem muita coisa para acontecer aqui ainda, para trazer todos os equipamentos públicos que a cidade merece”, revelou.

A primeira parte da obra foi executada e financiada por meio de uma compensação habitacional pela Construtora Direcional, que investiu R$ 8 milhões. Já a etapa final ficou sob responsabilidade do Governo do Distrito Federal (GDF), por meio do DER-DF, com investimento de R$ 6 milhões.

O governador aproveitou a visita à região administrativa para anunciar os planos do GDF para a cidade no sentido da implantação de novos equipamentos públicos. “Nós temos que trabalhar muito pela região de Águas Claras. Temos que trazer UPA [unidade de pronto atendimento], unidade básica de saúde [UBS], escola e feira. Tem muita coisa para acontecer aqui ainda, para trazer todos os equipamentos públicos que a cidade merece”, revelou.

Mais fluidez

A obra viária amplia as opções de quem transita pela cidade, que tinha duas alternativas: o balão da Unieuro e a passagem pelo Viaduto Israel Pinheiro. Com a liberação, quem está na cidade poderá pegar a pista de saída pela Rua das Carnaúbas nas proximidades do Parque Ecológico de Águas Claras em direção à EPTG. Já quem deseja entrar deve seguir pela EPTG no sentido Plano Piloto e pegar a entrada após a Residência Oficial de Águas Claras.

A nova entrada vai facilitar a vida da voluntária social Graça Franco, 75 anos: “O acesso ficou muito bom, vai desafogar o trânsito, uma maravilha para todos. A mobilidade das pessoas será facilitada”.

O comerciante Everaldo Martins dos Santos, 49, que aluga bicicletas para usuários do Parque Ecológico de Águas Claras, também elogiou a qualidade das novas ciclovias. “Eu trabalho aqui na região e essa obra nos beneficia demais. Esse novo acesso vai economizar bastante tempo no deslocamento e beneficiar o lazer de quem pratica esporte por aqui. A ansiedade da gente estava grande. Valeu a pena esperar”, ressaltou.

Para o administrador regional de Águas Claras, Mário Furtado, a construção viária vai resolver o problema de mobilidade da cidade. “Hoje essa terceira saída é uma grande conquista para Águas Claras. Aqui é uma cidade ‘de interior’ verticalizada”, analisou.

Para o administrador regional de Águas Claras, Mário Furtado, a construção viária vai resolver o problema de mobilidade da cidade. “Hoje essa terceira saída é uma grande conquista para Águas Claras. Aqui é uma cidade ‘de interior’ verticalizada”, analisou.

Complexidade da obra

Devido a passagem do Córrego de Águas Claras, a obra contou com algumas complexidades para além da construção das duas pistas de pavimento e da ciclovia.

“Foi uma obra difícil de fazer. Inicialmente era uma ponte e a gente mudou o projeto para viabilizar respeitando o projeto ambiental”, explicou o presidente do DER.

Foi necessário construir uma galeria de águas pluviais por cima do córrego, com 114 módulos em três linhas com 38 metros de comprimento cada. Também foram feitas duas passagens de fauna, uma de cada lado da margem do rio, com tubulações de concreto de 1,5 metros de diâmetro, para evitar atropelamentos, e uma passagem aérea para travessia de primatas no local.

À frente da secretaria de Governo, o secretário José Humberto Pires de Araújo reforçou que a entrega é mais um legado desta gestão. “Isso aqui vai ficar na mente das pessoas e na história do Distrito Federal. É uma obra que tem a mão e a mente de um governo totalmente integrado”, frisou.

 

 

 

 

 

 

 

 

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

Estrutura atenderá crianças, jovens e idosos com pista de patinação de alta velocidade com padrões internacionais, modelo único no país

Em meio aos arranha-céus de Águas Claras, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, entregou mais um espaço de esporte e lazer na cidade. Em uma área de 30 mil m² e um investimento de R$ 8,7 milhões, o Parque Sul de Águas Claras, localizado ao longo das ruas Babaçu, 25 Sul e Araribá, leva para a população mais entretenimento e qualidade de vida fora dos condomínios residenciais.

“Entregas muito importantes nesta manhã aqui em Águas Claras. Uma pista de patinação de altíssimo nível”, afirmou o governador. “Foi feita pela Terracap e entregue à comunidade de Águas Claras”, acrescentou Ibaneis Rocha, que acompanhou uma apresentação do grupo de patinação de velocidade Jaguar durante a solenidade de inauguração.

Há algum tempo a comunidade já utiliza a parte entregue da obra, que conta com projeto urbanístico, calçadas com acessibilidade, três estacionamentos de bloquetes com 97 vagas, gramado e novas árvores. Foram instalados também um circuito de ginástica, parque infantil, quadra de areia para tênis e vôlei, além de mobiliário urbano.

A estrutura traz ainda para a região uma nova atração, que é a pista de patinação de alta velocidade. O patinódromo é o único no país com os padrões internacionais para o esporte. A pista prevista no projeto original continha cinco metros de largura, mas, para atender os atletas da capital federal, a metragem passou para seis metros. Também houve adequações na pintura, com a aplicação do revestimento de poliuretano antiderrapante, e proteção na lateral, que tem altura de 1,30 m.

“Executamos essa obra que é muito importante para a cidade. Hoje a Terracap devolve para a sociedade esse parque com melhorias e essa pista de patinação maravilhosa”, revelou o presidente da Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap), Izidio Santos. A empresa foi responsável pelo custeio e execução da obra.

Parque diferenciado

O administrador regional de Águas Claras, Mário Furtado, destacou o fato do parque urbano ter equipamentos diferenciados. “Este parque é um privilégio para gente. Tem uma pista de patinação que é única em Brasília e no Brasil. É um diferencial para a nossa cidade e para esta parte sul, proporcionando mais bem-estar a nossa população”, afirmou.

Atleta de patinação de velocidade, Fernanda Netto Alexandre contou que os praticantes do esporte sempre tiveram que viajar para treinar em alto nível. “A gente sempre treinou de maneira improvisada lá no Museu da República ou no Parque da Cidade, mas nunca tivemos nada específico para patinação em Brasília”, definiu.

Agora, ela explicou que a realidade vai mudar. “Sou da seleção brasileira e passamos toda a carreira esportiva sempre programando um período do ano para patinar fora do Brasil para ter experiência. Já não é uma situação que vamos ter que passar, porque esta pista está com padrões internacionais”, revelou. Metragem, inclinação, cobertura e revestimento foram feitos aos moldes internacionais e a baixo custo.

A pet sitter Gabriela Hermínio Matos, 27 anos, costuma passear diariamente com os cachorros no parque e destacou a relevância do espaço para a comunidade. “Para o meu trabalho, como sou passeadora, é sempre bom ter um local com muito verde para levar os cãezinhos. Além disso, acredito que, para a comunidade que tem filho e família, é um espaço seguro para fazer exercícios e passear. A pista de patinação vai atender uma demanda ainda maior da população, então é um espaço que atende as crianças, os idosos, a galera que é mais fitness e os cãezinhos também”, comentou.

Para ela, o espaço atrai muitas pessoas pela localização. “Ficou bem grande perto de muitos prédios, do metrô e do comércio. É um espaço bem bacana para quem está passeando por Águas Claras”, completou a pet sitter.

O comerciante e morador da cidade Wellington Santarém, 42, comemorou a melhora nas vendas após a criação do equipamento público. “Está ficando um espaço muito bom. O pessoal tem utilizado bastante as quadras, os parquinhos pela manhã e no final da tarde está sempre cheio. E como tenho o meu comércio aqui de açaí e água de coco melhorou bastante as minhas vendas”, afirmou.

Etapa em andamento

Segundo a Terracap, o projeto prevê ainda a criação do centro de atividades e do módulo de apoio. O centro terá um espaço multiúso – semelhante a um anfiteatro, administração, lanchonete, três lojas e três banheiros. Já o módulo, terá uma lanchonete, duas lojas e três banheiros. Esta etapa do projeto está em andamento.

“Além disso, a Terracap está elaborando o projeto básico para contratar a iluminação pública para o local, que trará ainda mais conforto na utilização do espaço pela população”, antecipou Izidio Santos.

 

 

 

 

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

Objetivo do evento é buscar sugestões da comunidade para complementar a revisão do PDOT

O Administrador de Águas Claras, Mário Futado, e a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Habitacional (SEDUH) convida os moradores da cidade a participarem no dia 10 de agosto, da 19º oficina participativa da revisão do Plano Diretor de Ordenamento Territorial (PDOT), lei que guiará o desenvolvimento do Distrito Federal pelos próximos 10 anos. 

O evento será às 19h, no Colégio La Salle, localizado no Setor de Áreas Isoladas S/N, Instituto Agrícola La Salle Norte. A ideia é reunir a população para debater temas importantes para a região, como mobilidade, transporte, habitação, regularização, meio ambiente, entre outros.

O Plano Diretor será revisado levando em conta pontos como sustentabilidade, inclusão social, oferta e lazer. Todas as sugestões da população serão analisadas. O PDOT traz como objetivo não só o desenvolvimento territorial, como o bem-estar e lazer dos moradores.

Regularização

“É no Plano Diretor que são definidas as áreas de oferta habitacional, de preservação ambiental, de regularização, áreas prioritárias para certos tipos de investimento, além das áreas urbanas e rurais”, explica o coordenador de Planejamento e Sustentabilidade Urbana da Seduh, Mário Pacheco.

O representante da Associação de Moradores e Amigos de Águas Claras (Amaac), Román Dario, lembra que será uma oportunidade de opinar sobre as mudanças que a comunidade acha importante para a região. “A população pode decidir que qualidade de vida vai querer”, pontua.

Se você também quer participar de forma ativa nas melhorias de sua região, a oficina é uma ótima oportunidade. O evento também será transmitido no canal da secretaria no YouTube, chamado Conexão Seduh.

Quem pode participar?

Podem participar das oficinas todos os moradores do Distrito Federal, de diferentes faixas etárias, gêneros e níveis socioeconômicos, interessados em discutir o planejamento urbano e o futuro da região. Para isso, basta comparecer nas datas e locais marcados.

Haverá o registro de falas e percepções, debates, mapas para os participantes identificarem suas localidades e demandas, exposição dos principais temas discutidos e a construção de um relatório final da reunião, que será divulgado posteriormente.

Ao todo, serão 53 oficinas organizadas pela Seduh ao longo deste ano. Enquanto 18 desses eventos públicos serão voltados a segmentos da sociedade, outros 35 serão sobre cada uma das regiões administrativas (RAs) do Distrito Federal. Confira o calendário completo.

Mais informações podem ser acessadas no site www.pdot.seduh.df.gov.br.

Serviço

Data: 10/8 (quinta-feira)

Horário: às 19h

Local: Colégio La Salle, no Setor de Áreas Isoladas S/N, Instituto Agrícola La Salle Norte

Acesso virtual: pelo Youtube no canal Conexão Seduh

 

Próximas Oficinas

→ 12/8, às 9h, para a região administrativa da Fercal

→ 15/8, às 19h, para o segmento Transporte e mobilidade urbana

→ 17/8, às 19h, para o segmento Pessoas com Deficiência

→ 19/8, às 9h, para a região administrativa da SCIA/Estrutural

 

 

 

 

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

A Companhia Energética de Brasília também substituirá 170 lâmpadas convencionais por LED

Quem passar pela obra da terceira saída de Águas Claras nas próximas semanas vai encontrar o local bem mais iluminado. É que a área receberá 91 novos pontos de iluminação. Além disso, a Companhia Energética de Brasília (CEB Ipes) substituirá 170 lâmpadas convencionais por LED.

O recurso é da Contribuição de Iluminação Pública (CIP), repassado pela Secretaria de Obras e Infraestrutura (SODF). As luminárias LED produzem iluminação de cor branca e aumentam a sensação de luminosidade. Além disso, reduzem o consumo de energia elétrica em até 40%.

Os que já afirmam estar felizes com a instalação são os moradores das chácaras da região. Melquides Siqueira, 72 anos, que costuma andar de bicicleta, diz que a partir de agora se sentirá muito mais seguro. “Antes isso aqui era uma escuridão, agora ficará tudo claro e bonito”, conta.

“Eu moro aqui há mais de 50 anos e sempre foi muito escuro. A gente tem medo dos criminosos. Agora vai ficar tudo bonito”, diz Sumio Motshiima, 82.

A ação faz parte do programa Luz que Protege, que pretende trocar toda a iluminação pública do Distrito Federal por LED. Águas Claras possui mais de 120 mil habitantes que foram beneficiados pela modernização de mais de 1.400 pontos de iluminação.

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

Parte final da implantação inclui a construção do Centro de Atividades e do Módulo de Apoio, com lojas, anfiteatro e banheiros públicos. Investimento total é de R$ 8,7 milhões

Antes mesmo de ser inaugurado, o Parque Sul de Águas Claras chama a atenção dos moradores. Com área total de 30,2 mil metros quadrados, o espaço oferece uma quadra de areia para a prática de vôlei e tênis, ciclovia, parquinho infantil, mobiliário urbano e paisagismo – além da única pista de patinação de alta velocidade do Distrito Federal e a segunda do Brasil. O outro patinódromo fica na Cidade de Sertãozinho (SP), mas atualmente está desativado.

O custeio e a execução da obra são de responsabilidade da Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap). O aporte implementado é de R$ 8,7 milhões e os serviços que tiraram o parque urbano do papel foram divididos em três etapas. A primeira incluiu a limpeza geral na área, construção de calçadas com acessibilidade e três estacionamentos de bloquetes com 97 vagas. A segunda contemplou a construção de quadra de areia para vôlei e tênis, uma pista de patinação, mobiliário urbano e implantação de todo o paisagismo no local.

Em andamento, a terceira etapa prevê a criação do centro de atividades e do módulo de apoio. O centro terá um espaço multiúso – semelhante a um anfiteatro, administração, lanchonete, três lojas e três banheiros. Já o módulo, terá uma lanchonete, duas lojas e três banheiros.

“Além disso, já estamos elaborando o projeto básico para contratar a iluminação pública para o local, que trará ainda mais conforto na utilização do espaço pela população”, antecipa o presidente da Terracap, Izidio Santos.

Padrões esportivos internacionais

O patinódromo do Parque Sul será o único no país com os padrões internacionais para o esporte em alta velocidade

Izidio Santos reitera que o patinódromo recebeu recentemente revestimento de poliuretano antiderrapante. “A adequação da pista permitirá que Brasília forme atletas profissionais em patinação e que receba competições nacionais na modalidade esportiva”, conta.

O patinódromo é o único no país com os padrões internacionais para o esporte em alta velocidade. A pista prevista no projeto original continha 5 metros de largura, mas, para atender os atletas da capital federal, a metragem passou para 6 metros. Também houve adequações na pintura, com a aplicação do revestimento de poliuretano antiderrapante, e proteção na lateral, que tem altura de 1,30 m.

Segundo a diretora de patinação de velocidade da Confederação Brasileira de Hóquei e Patinação, Cyndia Pardo, estas são as características ideais para a prática da modalidade e impactam diretamente na qualidade dos treinos dos atletas. Ela conta que a capital federal é responsável por formar atletas campeões nacionais, incluindo um campeão pan-americano e medalhistas sul-americanos.

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

Novo acesso, que liga a EPTG à Rua das Carnaúbas, tem investimento de R$ 12 milhões do GDF para dar fluidez ao trânsito da região. Obra terá nova ciclovia e estacionamento

A pista que vai oferecer uma terceira opção para quem precisa entrar ou sair de Águas Claras já está totalmente pavimentada. O Governo do Distrito Federal (GDF) investiu R$ 12 milhões na obra que irá ligar a Estrada Parque Taguatinga (EPTG) à Rua das Carnaúbas, melhorando o trânsito para cerca de 150 mil motoristas por dia. Em fase de acabamento, a via está recebendo meio-fio e sinalização horizontal.

O novo acesso a Águas Claras é composto por duas pistas de 1,8 km, com duas faixas de rolamento cada, e ciclovia em toda a sua extensão. A obra permitirá que os motoristas saiam da cidade pela Rua das Carnaúbas, nas proximidades do parque ecológico. Já quem deseja ir para a região administrativa deve seguir pela EPTG no sentido Plano Piloto e pegar a entrada após a Residência Oficial de Águas Claras.

De acordo com o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), responsável pela execução da obra, metade da pista já tem meio-fio instalado. “Na ciclovia, a terraplanagem foi finalizada e estamos aplicando a capa asfáltica”, conta o superintendente de Obras do órgão, Cristiano Cavalcante. “É um processo rápido, já pavimentamos aproximadamente 800 m da pista exclusiva para bicicletas”, explica.‌

Além da terceira saída, o DER também está construindo um estacionamento em frente ao comércio que margeia a nova via. “É um espaço de 1.400 m², com capacidade para 134 veículos”, informa Cavalcante. As vagas serão entregues à comunidade junto com o novo acesso. “Águas Claras é uma das mais populosas cidades do Distrito Federal. Já temos duas saídas na região. E essa terceira vem para dar mais fluidez ao trânsito”, pontua.

Quem mora em Águas Claras está ansioso para ver a terceira saída pronta. É o caso da advogada Susana Leda de Carvalho, 45 anos.

“Essa obra veio em boa hora, o trânsito está muito congestionado nos dois outros acessos”, afirma, fazendo referência às saídas do balão perto da Unieuro e do Viaduto Israel Pinheiro. “A pista ainda terá ciclovia, uma ótima surpresa para a gente que gosta de andar de bicicleta”, comenta.

Para Oscar Sena, dono de uma barbearia às margens da nova via, o estacionamento é o ponto alto da obra. “Era uma reivindicação antiga nossa, porque vai melhorar bastante o acesso ao comércio local”, garante.

“Fora que a pista trará mais movimento para a região, o que deve aumentar a visibilidade para as lojas instaladas na área”, completa o empresário.

 

 

 

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

Está chegando a hora de proteger o seu melhor amigo!

Neste sábado, dia 08 de julho, ocorrerá a vacinação antirrábica de cães e gatos, a partir dos 3 meses de idade, na cidade de Águas Claras. Teremos pontos de vacinação na Administração Regional de Águas Claras, no Pão de Açúcar da Quadra 206, na Laluna PetShop da Quadra 107 e no Shopping Metrópole. O horário de atendimento será das 8horas às 17 horas, exceto no Shopping Metrópole, que será das 10 horas às 17 horas.


 Recomendações durante a vacinação:

Os animais devem ser conduzidos por pessoas com idade e porte adequados para o manejo e segurança. É recomendado levar os felinos dentro de caixas de transporte apropriadas.

Saiba mais sobre a raiva:

Apesar de não haver casos de raiva em humanos, cães e gatos no Distrito Federal, há muitos anos, a enfermidade precisa ser tratada com seriedade. Dentre as doenças infecciosas de origem viral, a raiva é a única em relação a seu alcance e ao número de vítimas, que pode gerar uma encefalite aguda capaz de levar as vítimas ao óbito em praticamente 100% dos casos. A doença acomete todas espécies de mamíferos, inclusive, seres humanos.

O único caso da raiva humana, no Distrito Federal, foi registrado em 1978. O último caso diagnosticado de raiva em cães foi em 2000 e, em gatos, no ano de 2001. O vírus rábico circula no DF em quirópteros, nos bovinos, equídeos e outros animais.

O vírus da raiva fica presente na saliva de animais infectados e é transmitido principalmente por meio de mordeduras e, eventualmente, pela arranhadura e lambedura de mucosas ou pele lesionada.

Um dos importantes pilares do programa de vigilância da raiva preconizado pelo Ministério da Saúde é a campanha anual de vacinação contra raiva em cães e gatos, de modo a manter, no curto prazo, parcela significativa dessas populações imunes ao vírus. Essas campanhas foram iniciadas com a criação do Programa Nacional de Profilaxia da Raiva (PNPR) em 1973.

 

Vacine seu Pet! Quem ama cuida!

 

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

Todos os 17 pontos de apoio aos passageiros foram limpos pelo caminhão-pipa da administração regional

Quem usa o transporte público em Águas Claras ganhou um conforto a mais nesta semana. Em uma ação de limpeza, todas as paradas de ônibus da cidade passaram por um serviço de manutenção e higienização. Um caminhão-pipa da administração regional percorreu os 17 pontos de apoio para os passageiros e lavou um a um os locais.

O serviço de higiene nas estruturas de ferro e concreto faz parte de um cronograma da Administração Regional de Águas Claras. “Periodicamente, pelo menos a cada 40 dias, fazemos um plano de ação para lavar as paradas. Nos últimos dias, verificamos que já estavam empoeiradas e precisando de uma limpeza”, conta o diretor de Obras, Rodrigo Mihsen.

Mihsen ressalta que a higienização é um alento para os passageiros. “Quem usa o transporte público não merece ficar em uma parada suja. O serviço de transporte público se inicia no ponto, em um local limpo e organizado”, destaca.

O administrador da região administrativa, Mário Furtado, reitera que “uma cidade limpa é orgulho para o governo e moradores, pois agrega uma maior sensação de beleza e conforto”. Furtado enfatiza também que a limpeza é uma questão de saúde pública. “Aproveitamos a entrada do período de estiagem para realizarmos limpeza preventiva no combate à dengue e demais vetores, retirando das paradas quaisquer objetos que venham a acumular água ou que se torne ambiente propício para o surgimento de animais peçonhentos, como escorpiões, aranhas, bem como roedores”, completa.

A limpeza contou com a participação das equipes do Polo Central 2 do GDF Presente. “Apoiamos a administração nessa iniciativa. É ruim para os moradores chegarem cedo e encontrarem os abrigos sujos. Agora, eles poderão esperar o ônibus em locais lavados”, destaca o coordenador do polo, Rodrigo Pontes.

Participe da administração

Você também pode participar das ações de melhorias em sua cidade. Solicitações de benfeitorias, elogios e críticas podem ser registrados no site da Ouvidoria, pelo número 162 ou diretamente nas administrações regionais. É possível pedir reformas em quadras poliesportivas, recapeamentos de asfalto, podas de árvores, limpeza, entre outros serviços.

 

Ônibus do Hemocentro

 

 

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

A fim de incentivar a doação e estar cada vez mais perto dos doadores, o Hemocentro lançou, em fevereiro de 2023, a unidade móvel de coleta externa. A unidade estará em nossa cidade nesta quarta-feira (21), no estacionamento da Administração Regional de Águas Claras, das 09h00 às 16h00.

O primordial é que a pessoa esteja bem de saúde, ter entre 16 e 69 anos de idade e pesar acima de 51 kg. É necessário ficar atento a impedimentos, como tatuagens, piercings, ingestão de medicamentos e procedimentos médicos e odontológicos, como implantes dentários e endoscopia. Todas as restrições estão explicadas no site do Hemocentro.

No Dia Mundial do Doador de Sangue, celebrado no dia 14 de junho, a Fundação Hemocentro de Brasília chama atenção para os estoques baixos dos tipos sanguíneos O negativo, O positivo e B negativo.

Doar sangue é um gesto de amor. Cada doação de sangue pode ajudar a salvar até quatro vidas. Para garantir a qualidade das bolsas de sangue que serão destinadas a quem precisa, os candidatos à doação passam por um processo rigoroso de triagem clínica. Além das restrições de saúde, há outras relacionadas aos hábitos sociais que precisam ser levadas em consideração.

Cerca de 160 doações são feitas por dia, mas, para suprir a demanda da população do DF e atingir um nível seguro nos estoques, o ideal seria de 180 bolsas de sangue coletadas diariamente. Para atingir essa meta, o Hemocentro promove campanhas de conscientização ao longo do ano, em especial no Junho Vermelho, mês dedicado a debater o assunto e incentivar novos doadores.

O interessado em doar deve comparecer ao Hemocentro — ou a uma unidade móvel — para ser submetido à triagem clínica. Neste momento, alguns exames serão feitos para verificar o estado de saúde do candidato à doação.

“Durante a triagem, serão feitas perguntas sobre hábitos sociais e alimentares do doador. A triagem sorológica que nós temos é muito boa e tem uma alta sensibilidade, capaz de detectar doenças transmissíveis pelo sangue”, explicou o  diretor-presidente da Fundação Hemocentro de Brasília, Osnei Okumoto. “Isso faz com que a gente tenha mais segurança para que o paciente possa receber um sangue adequado”, defendeu.

Estando sem impedimentos, o candidato inicia a etapa da doação propriamente dita. O procedimento leva em média 15 minutos e são coletados entre 405 ml e 465 ml de sangue.

 

 

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

Como parte do cronograma de ações do Maio Amarelo, a12ª etapa do circuito promovido pelo Detran na região administrativa de Águas Claras, integra a comemoração do aniversário da cidade.

O projeto começou em 2021, na Semana Nacional de Trânsito, e era realizado na região central, no Parque da Cidade. Em seguida, se expandiu para as demais regiões. De acordo com o chefe do Núcleo de Campanhas Educativas do Detran, Miguel Videl, a 12ª etapa do passeio já recebeu 600 inscrições.

“Nosso objetivo é, além de ser um evento bem família, mostrar para toda a comunidade local que a bicicleta é um veículo válido e que os ciclistas também têm direitos, assim como deveres”, comentou Miguel.

Em Águas Claras, a concentração foi no estacionamento da adminitração regional. O percurso seguiu por toda a extensão da Avenida das Castanheiras e Araucárias. Os participantes terão direito a um kit, composto por squeeze, medalha, boné e camisa do pedestre ou do Maio Amarelo.O evento também contou com manutenção gratuita de bicicletas, mesa de frutas, trio elétrico, apresentação de mímicos e palestras educativas relacionadas ao trânsito.

“A vinda do circuito abrilhanta as festividades dos 20 anos da nossa cidade, além de destacar a importância das bikes como alternativa de transporte, dos seus benefícios e do papel dos ciclistas na construção de um trânsito mais harmônico e seguro”, afirmou o administrador de Águas Claras, Mário Furtado.

Participaram do passeio moradores da comunidade local ou não, a partir de 10 anos de idade. Contudo, os ciclistas menores de 18 anos só pedalarm acompanhados e com autorização por escrito do pai ou responsável, tendo cópia de um documento de identidade com foto, que foi retida pela organização no ato da retirada do kit.

A região administrativa que tiver interesse de se inscrever nas próximas etapas podem mandar um e-mail para direduc@detran.df.gov.br.

 

 

 

 

 

 

 

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

Com investimento de R$ 12 milhões, os serviços fazem parte da última etapa da construção que vai desafogar o trânsito da cidade e beneficiar 150 mil motoristas

Importante para melhorar o trânsito de Águas Claras e beneficiar 150 mil pessoas, a obra da terceira saída da cidade, que conta com investimento de R$ 12 milhões, está na etapa final. A construção recebe a instalação de duas passagens subterrâneas de fauna e o aterro para diminuir o desnível da pista em relação à Rua das Carnaúbas, via da região administrativa que se conecta à passagem até a Estrada Parque Taguatinga (EPTG).

Os faunodutos estão sendo criados para que os animais que transitam pela área (localizada ao lado do Parque Ecológico de Águas Claras) possam fazer o trajeto de forma segura por baixo da pista, evitando atropelamentos. As passagens são feitas com tubos de concreto de 1,5 metro de diâmetro.

“Como os animais vão passar por dentro da tubulação, precisamos fazer uma vala enorme. Estamos colocando os tubos de concreto e rejuntando com cimento. É um trabalho que requer muita mão de obra”, explica o diretor do 3º Distrito Rodoviário do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-DF), Jarbas da Silva.

A outra linha de trabalho é o aterro e a terraplanagem, serviços necessários para que a pista atinja a mesma altura que a rua de Águas Claras de forma nivelada. Estão previstas 1,5 mil viagens de caminhões de terra até o local. “É muito material em função do desnível em relação à pista existente na Rua das Carnaúbas. Vamos precisar de toda essa terra para fazer essa elevação”, revela Silva.

Antes do início desses serviços, os operários instalaram os gabiões, uma estrutura armada com malha de fios de aço preenchida com pedras britadas, para conter o aterro e evitar desmoronamento no Córrego Águas Claras, que vai passar por baixo da pista. Os gabiões estão sobre os módulos de galeria pluviais colocados acima do córrego para encurtar a profundidade da região e evitar a necessidade da construção de uma ponte.

Quando todos esses serviços forem finalizados, será iniciada a pavimentação e a junção da via até Águas Claras. A pista que faz a ligação até a EPTG já está concluída e conta com 2 km de asfalto. A primeira parte da obra foi executada e financiada por meio de uma compensação habitacional pela Construtora Direcional, que investiu R$ 8 milhões. Já a etapa final ficou sob responsabilidade do DER, que investe R$ 4 milhões.

Rota alternativa

A terceira saída de Águas Claras ampliará as opções de quem transita pela cidade, que, atualmente, tem apenas duas alternativas: o balão da Unieuro e a passagem pelo Viaduto Israel Pinheiro. Com a liberação, quem está na cidade poderá pegar a pista de saída pela Rua das Carnaúbas nas proximidades do Parque Ecológico de Águas Claras em direção à EPTG. Já quem deseja entrar deve seguir pela EPTG no sentido Plano Piloto e pegar a entrada após a Residência Oficial de Águas Claras.

Morador de Águas Claras desde 2002, o servidor público Marcelo Camargo, 45 anos, não vê a hora de a obra se concretizar. “Vai facilitar muito a vida dos moradores. Aqui no horário de pico é muito congestionamento”, conta. “Eu vou usar [a terceira saída] todos os dias, porque busco meus filhos na escola e volto pela EPTG. Vai ser uma alternativa em vez de ter que ir até a entrada que passa pelo Viaduto Israel Pinheiro, onde há muito trânsito”.

Situação semelhante relata a servidora pública Janaina Silva, 44. “Eu moro na 101 e costumo sair pelo viaduto. Só que no horário de pico é muito trânsito ali, então acho que essa terceira saída será muito importante para desafogar o trânsito da cidade. Vai ser uma boa alternativa diante desse grande fluxo”, afirma.

 

 

O Departamento de Trânsito do Distrito Federal realizará, com o apoio da Administração Regional de Águas Claras, a 12ª Etapa do Circuito de Passeio Ciclístico do Detran-DF na RA’s, como parte do cronograma de ações do Maio Amarelo 2022. 

O Circuito Passeio Ciclístico nas RAs é uma iniciativa do Detran-DF, em parceria com as Administrações Regionais, que visa estimular a utilização da bicicleta como meio de transporte, conscientizar sobre os benefícios do uso deste veículo e destacar o papel ativo do ciclista na construção de um trânsito mais seguro.

O evento

O Circuito Passeio Ciclístico nas RAs é uma iniciativa do Detran-DF, em parceria com as Administrações Regionais, que visa estimular a utilização da bicicleta como meio de transporte, conscientizar sobre os benefícios do uso deste veículo e destacar o papel ativo do ciclista na construção de um trânsito mais seguro.

Os interessados podem se inscrever entre os dias 22 e 26 de maio , no link informações https://www.even3.com.br/passeioaguasclaras 

As inscrições serão gratuitas e limitadas.

O evento faz parte da comemoração dos 20 anos de Águas Claras.

 

 

 

 

 

 

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

Celebração do aniversário da cidade, que recebeu mais de R$ 29 milhões de investimentos nos últimos quatro anos, terá corrida de rua, brincadeiras infantis e o tradicional corte do bolo em frente à administração local

Águas Claras, a região administrativa mais vertical do Distrito Federal, comemora 20 anos neste sábado (6). Com mais de 120 mil moradores, é uma cidade contemporânea com jeito de grande metrópole, comércio movimentado, intensa vida noturna e muitos jovens. Nos últimos quatros anos, a RA recebeu mais de R$ 29 milhões em investimentos para melhoria da qualidade de vida da população.

Ocupando uma área de 31,5 km², a cidade começou a ser construída na década de 1990, e, em 2003, ganhou status de região administrativa. De acordo com os dados da Pesquisa por Amostra de Domicílios (Pdad) de 2021, a média de idade da população é de 31,6 anos, enquanto mais de 50% são do sexo feminino e nascidos no DF.

A servidora pública Sônia Lima reside na cidade há exatos 20 anos, mora em um dos primeiros condomínios de Águas Claras e assistiu ao desenvolvimento da cidade. “Quando cheguei, era somente um canteiro de obras. Sou apaixonada por cada pedacinho dessa cidade. A facilidade que temos de deslocamento com o metrô é gigantesca. Estamos bem-assistidos, não precisamos sair da cidade para nada. Temos bons serviços, restaurantes, bares e o parque”, destaca.

Roberta Dias não mora na cidade, mas tem a região no coração. Diariamente, há 12 anos, ela sai de casa, em Vicente Pires, pedalando até Águas Claras para o trabalho. “A cidade é pequena, a proximidade das lojas com os condomínios é maravilhosa. Faço tudo andando. Posso sair para almoçar, passar no shopping, na farmácia, na academia, no mercado, tudo isso a pé. Além disso, os moradores têm muitas opções de entretenimento e diversão. Venho sempre para cá”, enfatiza a servidora pública.

Outro destaque da cidade é o Parque Ecológico de Águas Claras, criado em 2020. O espaço ocupa uma área de 86,39 hectares e recebe, em média, cerca de três mil pessoas por dia durante a semana. No final de semana e em feriados, esse número sobe para oito mil.

Investimentos na cidade

Nos últimos anos, Águas Claras passou por melhorias e modernização na iluminação pública, construção de calçadas, ciclofaixas e grandes obras viárias para ampliação das vias e aperfeiçoamento da mobilidade para motoristas e pedestres, haja vista o crescimento da cidade e a quantidade de veículos que circulam diariamente pela RA.

Com investimento total de R$ 14 milhões, a obra da terceira saída da cidade, que vai interligar a Rua das Carnaúbas e a Estrada Parque Taguatinga (DF-085) nos dois sentidos, está em fase final de execução pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER). A construção atende a um desejo antigo dos moradores que enfrentam engarrafamentos para entrar e sair da cidade nos horários de pico, nos dois acessos: o Viaduto Israel Pinheiro e a via da Estrada Parque Vicente Pires (EPVP) que liga a EPTG à Estrada Parque Núcleo Bandeirante (EPNB) passando pelo Park Way.

“Essa obra vai melhorar muito o trânsito da nossa cidade. Águas Claras cresceu, e a quantidade de carros acompanhou. A expectativa é que, quando concluída a obra, o trânsito fique menos intenso. Temos outras melhorias em andamento e outras para iniciar, como a troca da iluminação das avenidas Boulevard e a manutenção das quadras e das praças”, afirma o administrador Mário Furtado, morador da cidade há seis anos.

Outros projetos de acessibilidade e mobilidade foram entregues para a população. Desde 2020, mais de 20 km de calçadas foram construídos, reformados ou readequados. Os investimentos ultrapassaram R$ 1,5 milhão e incluíram rotas de acessíveis, com sinalização e rampas para facilitar o deslocamento de pessoas com dificuldades de locomoção. A iluminação pública também foi modernizada, e 1.564 luminárias convencionais foram substituídas por LED, mais econômicas e eficientes.

Além dessas obras, a cidade ganhou a Estação do Metrô Estrada Parque, papa-entulhos e reforma e manutenção da pavimentação asfáltica, das ciclovias e ciclofaixas. As praças, quadras e parques infantis também estão de cara nova com os trabalhos de manutenção das equipes do RenovaDF, programa de qualificação profissional da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda (Sedet).

Mário Furtado acredita que o desafio agora é a implantação de equipamentos públicos, como hospitais, escolas e creches. “Estamos com terreno separado para a construção da primeira escola pública da cidade e queremos, em breve, trazer também uma UBS [Unidade Básica de Saúde]. Existe um paradigma que a população da cidade é rica e não precisa dos serviços públicos, mas isso é mito. Temos demandas e estamos preparando a cidade para receber os equipamentos públicos”, destaca o administrador.

Comemoração do aniversário de Águas Claras
⇒ 9h: Cerimônia de aniversário com o administrador e autoridades
⇒ 9h20: Juramento à Bandeira, com a participação da Orquestra do Corpo de Bombeiros Militar do DF
⇒ 10h: Entrega das premiações da corrida
⇒ 10h30: Homenagem à cidade e corte do tradicional bolo de aniversário.

 

Alô, Comunidade!

O Aniversário da nossa querida Águas Claras está chegando!

Teremos muitas atividades:

  • Corrida  de Águas Claras, concentração a partir das 7h, na sede da Administração Regional;
  • Um Dia na Administração:
  • Palavra do Administrador e Autoridades, às 9h;
  • Momento Cívico, às 9h;

E teremos outras ações, como a Banda do Corpo de Bombeiros, a Bpcaes da PMDF, e o tradicional corte do bolo, para cantarmos os parabéns para a nossa Querida Águas Claras.

Ahhh, teremos pula-pula para as nossas crianças e todas as atividades aconteceram na sede da Administração Regional!

Não fique de fora!

Contamos com sua presença!!!!
 

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

Pela primeira vez na região administrativa neste ano, a quantidade retirada das ruas da cidade eleva para 386 o número de carros atingidos pela operação em 2023

A Operação DF Livre de Carcaças esteve em Água Claras nesta semana. Após a retomada da ação, em março deste ano, é a primeira vez que as equipes visitaram a região. DF Livre de Carcaças recolhe 34 veículos abandonados em Águas Claras.

Além de contribuir para a sensação de segurança da população, a retirada de veículos abandonados tem como objetivo eliminar criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor de dengue, zika e chikungunya.

“A retirada de veículos abandonados foi apontada como uma das ações necessárias para o aumento da sensação de segurança da população. O cidadão não se sente seguro ao passar por uma rua que tenha uma carcaça, que pode ser usada como esconderijo ou mesmo como ponto para usuários de drogas”, explica o secretário de Segurança Pública, Sandro Avelar. “O mapeamento do material contou com o apoio da administração regional e do conselho de segurança local, que foi essencial”, completa Avelar.

A coordenação da ação é feita pela Secretaria de Segurança Pública do DF (SSP-DF) e reúne, além das administrações regionais, representantes da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), Departamento de Trânsito (Detran-DF), Departamento de Estradas de Rodagem (DER-DF), Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), Serviço de Limpeza Urbana (SLU), DF Legal e Secretaria de Saúde, por meio da Diretoria de Vigilância Ambiental (Dival).

Para o administrador de Águas Claras, Mário Furtado, além das questões de segurança, a operação contribui com a saúde pública e com a qualidade de vida da região. “Outro fator primordial é a liberação das vagas públicas, fundamentais para uma cidade verticalizada de 120 mil habitantes”, ressalta.

Para facilitar o contato da população, foi criado um novo canal para encaminhamento de informações pela população: o dflivredecarcacas@ssp.df.gov.br. É importante incluir detalhes que facilitem a localização dos veículos, como endereço, ponto de referência e, se possível, fotos, como explica o subsecretário de Políticas Públicas, Jasiel Fernandes. “Além das informações encaminhadas pelas administrações regionais, Consegs [Conselhos Comunitários de Segurança] e Ouvidoria do Governo do Distrito Federal (GDF), disponibilizamos mais um canal de informações, que podem ser enviadas por qualquer cidadão”.

As informações também podem ser encaminhadas por meio da Ouvidoria do GDF, pelo site Participa DF ou pelo número 162, e nas próprias administrações regionais.

*Com informações da SSP-DF

** Com informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP-DF)

 

 

 

É com muita satisfação que damos por encerradas as inscrições da Corrida de Águas Claras, a realizar-se no dia 06 de maio, visto o esgotamento do número de vagas disponíveis.

 

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

Nesta semana, o programa realizou diversas ações para beneficiar a população, como podas de árvores e limpeza em toda a cidade

A região administrativa de Águas Claras passou, nesta semana, por diversas ações para beneficiar a população. As equipes do GDF Presente e da Administração Regional finalizaram nesta quinta-feira (20), uma série de serviços na regional, entre eles, reparos no asfalto, podas e supressão de árvores, limpeza nas avenidas, além de manutenção nos parquinhos infantis.

De acordo com o administrador Mário Furtado, as ações chegaram em boa hora, tendo em vista os prejuízos provocados pelas chuvas na cidade. “A vinda do programa GDF Presente foi de extrema importância devido aos vários incidentes causados pelas fortes chuvas e ventanias intensas do último domingo (16). Com o reforço de mão de obra e maquinário foi possível realizar várias manutenções, e atender também solicitações oriundas da nossa Ouvidoria”, enfatizou.

Nos quatro dias de ações na regional, foram utilizadas 12 toneladas de massa asfáltica para efetuar os reparos nas vias, o que facilitará a trafegabilidade dos moradores; 17 árvores que caíram foram recolhidas e outras foram podadas, dois parquinhos infantis nas praças Bem Te Vi e Colibri passaram por manutenção, foi realizado a roçagem da grama em volta do equipamento e limpeza da areia.

“Tivemos também o apoio da Neoenergia na troca de poste de iluminação pública que haviam caído, o SLU (Serviço de Limpeza Urbana) contribuiu realizando limpeza nas ruas e nos meios-fios. Além disso, 53 faixas irregulares de anúncios e placas caídas foram recolhidas e um trecho de calçada, na esquina da Rua Copaíba com a Avenida Boulevard, foi construído para permitir o acesso de cadeirantes ao espaço”, completa o diretor de obras de Águas Claras, Rodrigo Mihsen.

O coordenador do Polo Central II, Rodrigo Pontes, enfatizou que a cidade passou por uma vistoria total. “ Chegamos na cidade já no domingo para avaliarmos os estragos ocasionados pelas chuvas, identificamos as demandas e junto com a administração e outros órgãos do GDF realizamos uma vistoria para atender as necessidades urgentes e as demandas dos moradores”, finaliza.

Além das equipes do GDF Presente e da administração contribuíram com as ações a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), o SLU e a Neoenergia.

Em comemoração ao aniversário da nossa cidade, no dia 06 de maio, será realizada a Corrida de Águas Claras. 

As inscrições são gratuitas e serão realizadas de forma presencial, na sede da Administração Regional, de 24 a 30 de abril. O número de vagas é limitada.

Corrida: 2k e 5k, para crianças e adultos

Percurso: saindo da Administração Regional, seguindo pela DF-079, via Avenida Vereda da Cruz.

Concentração: 7 horas.

Premiação: 10 horas

 

 

 

 

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

Os serviços estão na fase de aterro em 100 metros, que na sequência serão nivelados e asfaltados

Cerca de 150 mil motoristas estão cada vez mais próximos de usar a esperada terceira saída de Águas Claras. A obra, executada pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER), está em sua última etapa. Atualmente os operários trabalham no aterro em uma área aproximada de 100 metros que, na sequência, será nivelada ao asfalto já implantado, que já soma 1,7 km.

“Embora o tempo chuvoso torne o ritmo dessa etapa da obra mais lento, estamos conseguindo desenvolver o serviço. É um trabalho que requer paciência, mas, em breve, vamos concluir essa belíssima obra que vai melhorar a vida dos moradores de Águas Claras”, destacou o presidente do DER, Fauzi Nacfur Júnior.

Quando for concluída, a obra vai interligar a Rua das Carnaúbas e a Estrada Parque Taguatinga (DF-085) nos dois sentidos. O fluxo para o trânsito ficará menos intenso com a liberação das duas pistas, com duas faixas de rolamento cada, além de rotatória e ciclovia.

Para o empresário Renato Cavalcante, a melhoria vai diminuir o tempo gasto no trânsito e facilitar a locomoção dos moradores da região administrativa. “Águas Claras é uma cidade que cresce cada vez mais e com muitos empreendimentos imobiliários, então a terceira saída será muito importante porque vai diminuir os engarrafamentos”, disse.

Anteriormente, o trecho da obra, que tem 1,8 km no total, passou pelas etapas de terraplenagem, drenagem, escavação e implantação de galerias de águas pluviais – as três últimas, financiadas e executadas pela Construtora Direcional, por meio de uma compensação habitacional, com investimento de R$ 8 milhões – , pavimentação, sinalização e implantação de meio-fio. O investimento total na obra é de R$ 12 milhões.

 

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

Blocos da Toca e Pais e filhos animam o sábado de carnaval na cidade

Quem disse que Águas Claras não tem Carnaval? Para comemorar o retorno das folias, dois blocos sacudiram praças e ruas da região administrativa.

Na Praça Condor, local bastante conhecido e movimentado devido à proximidade com a Estação Arniqueiras, o bloco Pais e filhos agitou a localidade. Pais e mães curtiram o sábado de carnaval com muita tranquilidade e segurança, enquanto seus filhos se divertiam nos brinquedos infláveis, na cama elástica e no parquinho de areia da praça, tudo sob o olhar atento da equipe do 25º Grupamento Bombeiro Militar de Águas Claras. Um trio elétrico mirim e banda com música ao vivo fizeram a alegria dos foliões com muita marchinha de carnaval, samba, música baiana, frevo e hits marcantes dos carnavais.

 

Do outo lado da cidade, o Bloco da Toca movimentou a Rua Boulevard Norte com a esquina da Avenida Parque Águas Claras. Os foliões eram revistados e não podiam entrar com bebida alcoólica.Os organizadores montaram estrutura com banheiros químicos e locais para consumo de alimentos e bebidas. Equipe médica e de brigadistas estavam presentes o tempo todo, além da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal. O administrador regional de Águas Claras, Mário Furtado, e equipe acompanharam a folia e conferiram de perto a organização e segurança dos foliões da cidade.

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

      Operação abordou 220 motocicletas, dessas, 15 estavam com o escapamento adulterado 

 

(Brasília-DF, 5/1/2023) Na noite dessa quarta-feira (4), a Diretoria de Policiamento e Fiscalização de Trânsito do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) realizou, em Águas Claras, a 1ª Operação Sossego de 2023. A ação contou com 34 agentes de trânsito, 17 viaturas e quatro caminhões-guincho e teve o apoio da Polícia Militar.

O objetivo da operação é combater à poluição sonora causada por motocicletas com escapamentos irregulares. A fiscalização do Detran flagrou 15 motos com escapamentos em desacordo com o estabelecido pelo Código de Trânsito Brasileiro – CTB. Foram abordados condutores de cerca de 220 motocicletas, cinco condutores inabilitados, seis com a CNH vencida, além disso, foram identificadas outras 26 infrações de trânsito e 20 motos foram removidas ao depósito do Detran-DF por estarem com equipamentos de segurança defeituosos ou sem documentação obrigatória.

Essa operação é realizada com frequência em Águas Claras, devido ao grande número de reclamações dos moradores locais, mas também ocorre em demais regiões administrativas do DF semanalmente.

** Com informações do Detran-DF

 

 

 

Seguindo a Instrução Normativa nº 4, de 1º de junho de 2022, sobre a divulgação e publicidade no período eleitoral, iremos suspender a publicação de conteúdos em nossas redes sociais e em nosso site oficial. A medida acontecerá a partir do dia 2 de julho até o fim das eleições de 2022. 

Toda e qualquer informação que for essencial para a população do DF será compartilhada no perfil oficial do GDF (@gov_df) e no site da Agência Brasília (agenciabrasilia.df.gov.br).

Em caso de dúvidas entrar em contato com a Ouvidoria do GDF, pelo através do telefone 162, ou site www.ouv.df.gov.br.

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

O administrador, André Queiroz, foi agraciado na tarde desta quinta feira (23) com medalha da Defesa Civil do Distrito Feferal. No total, duzentos e vinte cidadãos civis e militares, nacionais ou estrangeiros foram agraciados com a comenda concedida pelo órgão por ato do governador Ibaneis Rocha. A solenidade de entrega das condecorações ocorreu na Academia de Bombeiro Militar, no Setor Policial Sul, com a presença do vice-governador Paco Britto, representando o chefe do Executivo, de secretários e autoridades locais e federais.

A medalha, o triângulo  equilátero, simboliza a busca da perfeição, da harmonia e da solidariedade, que são virtudes indispensáveis ao Sistema de Proteção Defesa Civil do Distrito Federal, além de se reportar fielmente ao Símbolo Internacionalmente adotado pela Defesa Civil.

A cerimônia foi aberta pelo subsecretário de Defesa Civil, Luciano Maximiliano da Rosa, que destacou o retorno da solenidade após o período mais crítico da pandemia de covid-19. “Há muito tempo não se realizava essa solenidade de entrega de medalha para agraciar personalidades que prestaram serviços notáveis de defesa civil ao Distrito Federal. A medalha é a consolidação da adesão do trabalho entre governo e cidadãos, honra e reconhece o valor das atividades e o valor de fazer o bem”, afirmou.

O secretário de Segurança Pública, Júlio Danilo, ressaltou a importância da homenagem aos parceiros da Defesa Civil do Distrito Federal. “As empresas, as secretarias e as administrações têm papel essencial (na garantia da segurança e da defesa civil). Temos um projeto de capacitação de núcleos de Defesa Civil para capilarizar os olhos do órgão. A defesa civil é uma missão nossa”, disse.

O vice-governador Paco Britto salientou o compromisso do GDF com a defesa civil. “Somos um governo que prima muito pela população. Essa é uma gestão sempre atenta e que antecipa os fatos”, comentou.

Britto fez questão de lembrar o papel social da Defesa Civil. “Estamos aqui para parabenizar o crescimento da Defesa Civil do DF. É um órgão com importantes ações sociais, como a doação de 120 toneladas de donativos aos baianos”, acrescentou o vice-governador ao citar a ajuda do órgão, em dezembro do ano passado, após as enchentes que atingiram municípios na Bahia.

A Medalha da Defesa Civil do Distrito Federal foi instituída em 10 de novembro de 2000 pelo Decreto nº 21.698. A comenda reconhece servidores civis ou militares e cidadãos civis ou militares que tenham prestado notáveis serviços ao sistema de defesa civil do DF e do Brasil.

** Com informações da Defesa Civil

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

 

Operação desenvolvida pela SSP-DF, em parceria com outros órgãos e pastas do governo, chega pela quarta vez à cidade. Em outras três ações, 12 veículos abandonados foram retirados das ruas da região

A Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP-DF) segue com a Operação DF Livre de Carcaças, em Águas Claras, nesta quarta-feira (22), a partir das 9h. Desta vez, os órgãos envolvidos se reunirão em frente à Administração Regional de Águas Claras. A previsão é que a ação retire 10 carcaças da região.

Iniciada em fevereiro de 2020, sob coordenação da SSP-DF, a ação itinerante retirou mais de 900 carcaças abandonadas em áreas públicas de 23 regiões administrativas do DF. Além de contribuir com a sensação de segurança da população, a operação visa eliminar criadouros do mosquito Aedes aegypti, que é transmissor de dengue, zika e chikungunya.

A DF Livre de Carcaças é realizada em parceria com as secretarias executivas das Cidades e de Políticas Públicas, DF Legal, Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF), Polícia Militar do DF (PMDF), Diretoria de Vigilância Ambiental (Dival), Secretaria de Saúde (SES) e Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap).

Serviço
Operação DF Livre de Carcaças
– Data: Quarta-feira (22)
– Horário: a partir das 9h
– Local: Administração Regional de Águas Claras – R. Manacá, s/n
– Contato: ascom.sspdf@gmail.com

** Com informações da Secretaria de Segurança Pública(SSP-DF)

 

 

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

Mesmo com ofício do MP solicitando extinção de Ação Civil Pública, juízo concedeu liminar em ação que questiona destinação de terrenos; Terracap está recorrendo da decisão

Os lotes comercializados pela Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap) em Águas Claras, na Praça Tiziu, Lote 2 na Quadra 104, e na Avenida Parque Águas Claras, Lote 1405, sempre foram de propriedade da empresa e não destinados a equipamento público. Corre na Justiça uma Ação Civil Pública proposta pela Associação de Moradores e Amigos de Águas Claras/DF (Amaac) que questiona a destinação do imóvel alienado a terceiro.

A Terracap defende que o processo de venda dos imóveis respeitou a legislação em vigor em todos os seus aspectos. Cabe ressaltar que, intimado a se manifestar no processo, o Ministério Público do Distrito Federal e dos Territórios (MPDFT) oficiou o juízo pela extinção da ação. Nesta terça-feira (14), a empresa está recorrendo da liminar concedida para que o ofício do MP seja acolhido.

Entenda o caso

Em resumo, a associação pede a declaração de inconstitucionalidade dos incisos de I a VII do art. 107 da Lei Complementar Distrital nº 948/2019 (Luos), mantidos pela LC nº 1.007/2022, os quais permitiram a alteração dos usos de lotes situados em Águas Claras, anteriormente qualificados como de uso institucional, educação e saúde. A associação também pretende a alteração da destinação do imóvel alienado a terceiro.

Os lotes sempre foram destinados ao uso privado, ou seja, não foram criados para “uso público” – escola pública, ademais sempre foram de propriedade da Terracap e não destinados a equipamento público, como pressupõe a associação de moradores. Além disso, caso o comprador opte pela construção de escola privada, se for o caso, este uso é permitido.

Por força do Plano Diretor Local de Taguatinga – PDL (Lei Complementar n.º 90/1998), os usos possíveis para estes lotes foram ampliados para a classificação ‘L1’, que permite uso comercial, industrial e institucional, sendo vedado o uso residencial, bem como atividades de alta incomodidade.

Posteriormente, em 2019, por força da Lei de Uso e Ocupação do Solo (Luos), foram mantidos os usos comercial, industrial e institucional e foi aberta a possibilidade do uso residencial, mediante pagamento de Outorga Onerosa por Alteração de Uso (Onalt).

No pedido pela extinção da ação, a promotora Yara Maciel Camelo destacou que os pedidos da associação se confundem com a causa de pedir da ação, que diz respeito à inconstitucionalidade de dispositivos da Luos.

“O que torna incabível o manejo da ação civil pública, eis que se pretende a declaração de inconstitucionalidade de dispositivos da Luos, sendo certo que tal objetivo deve ser buscado em sede de Ação Direta de Inconstitucionalidade perante o Eg. TJDFT e se objetiva, ainda, por consequência, a paralisação de obras que vêm ocorrendo em lotes alienados pela Terracap, em que se requer a declaração de inconstitucionalidade por suposto vício material, obras estas que seguiram o devido trâmite administrativo”, argumentou.

*Com informações da Terracap

 

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

Dados da Pdad 2021 referentes a oito cidades do DF, apresentados nesta quarta (1º), mostram também que 89,6% dos moradores da RA possuem CNH, número acima da média nacional, que é de quase 63%

 

Águas Claras está entre as regiões administrativas do Distrito Federal com o maior número de calçadas que dão acesso a domicílios – quase 99% das casas –, de ciclovias (pouco mais de 24 km de trecho) e ciclofaixas – quase 8 km de percursos espalhados pelas avenidas Araucárias e Castanheiras.

Essa estrutura facilita muito, por exemplo, o acesso de serviços delivery, como os de comidas e remédios, e oferece segurança para quem depende do veículo sobre duas rodas para circular pela cidade. Caso do jovem Mário Francisco Alves, 25 anos, morador de Ceilândia e repositor de produtos de um grande atacadista localizado na Avenida das Araucárias, em Águas Claras.

“De segunda a sábado, venho de bicicleta de Ceilândia até Águas Claras. Então circulo bastante de bike por aqui”, conta. “Acho importante as ciclofaixas, me deixam mais seguro. A questão é a responsabilidade de cada motorista ao volante”, observa com convicção.

Pesquisa Domiciliar 2021

Os números foram revelados na Pesquisa Distrital de Amostragem por Domicílio (Pdad) 2021, apresentados pela Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan), nesta quarta-feira (1º), em evento realizado na Administração Regional do Núcleo Bandeirante.

Os índices fazem parte do terceiro encontro de divulgação de dados por região, que desta vez teve como foco a Unidade de Planejamento Territorial (UPT) Central Adjacente 2. Essa UPT envolve, além de Águas Claras, as cidades de Guará, Núcleo Bandeirante, Riacho Fundo, SCIA-Estrutural, Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), Vicente Pires e Arniqueira. Quase 31 mil domicílios participaram do estudo.

“Essa pesquisa realizada pelo GDF, por meio da Codeplan, é importante porque norteia os gestores em relação aos anseios e demandas da população, nos mostra o caminho que a gente deve seguir para atender a comunidade”, destacou o administrador do Núcleo Bandeirante, Cláudio Márcio de Oliveira.

Ainda sobre mobilidade em Águas Claras, a Pdad 2021 mostra que a cidade é, entre as que participaram da pesquisa, a região administrativa com maior número de moradores com posse de Carteira Nacional de Motorista (CNH), 89,6%. Número, diga-se de passagem, acima da média nacional, que é de quase 63%.

Essa realidade faz parte da rotina da servidora Sarah Vasconcelos, 41 anos, que depende do veículo para comprar mantimentos para casa, levar a filha de quase 1 ano ao médico ou pegar o marido na estação do metrô após o expediente. “Ter carro e habilitação para dirigir há muito tempo deixou de ser luxo e virou necessidade”, observa. “A maioria dos prédios por aqui, eu acredito, têm dois carros por apartamento”, avalia.

Cães e gatos

Outros dados relevantes da pesquisa revelam que, das oito cidades que fizeram parte dessa fase, Águas Claras também lidera o ranking de pessoas casadas, com 56,4% dos dados. Ao mesmo tempo, o Núcleo Bandeirante apresenta o maior percentual com pessoas morando sozinhas, 25,3%.

O Setor de Indústria e Abastecimento (SIA) é a RA com o maior número de casais sem filho do grupo, com 30,4%. E também lidera a lista do DF com população economicamente ativa (PEA), representando quase 70% dos casos.

Ainda segundo a pesquisa, 43,8% da população do Guará trabalham no Plano Piloto e número quase idêntico, ou seja, 43,2% de moradores da Estrutural trabalham na própria localidade em que moram.

Com relação aos animais domésticos, o cachorro ainda é a grande preferência dos moradores dessas cidades, sendo que quase 50% de moradores de Vicente Pires têm um ou mais caninos em casa e 18, 5% de gatos estão concentrados nas residências da Estrutural. Em seguida vem o Núcleo Bandeirante, com 14,3% dos números de felinos.

“Depois que fiquei viúva e meus filhos casaram e foram embora, meus gatinhos são minhas únicas companhias”, revela a aposentada Ester Rodrigues Silveira, 73 anos, moradora do Núcleo Bandeirante. “Eles ajudam a preencher o meu tempo, são meus verdadeiros amigos”, garante.

A Pdad é realizada pela Codeplan com periodicidade bianual e tem objetivo de traçar um perfil socioeconômico das 33 RAs. A próxima apresentação de resultados será no dia 8 de junho, em Taguatinga, contemplando a UPT  Oeste, que engloba Brazlândia, Ceilândia, Taguatinga e Sol Nascente/Pôr do Sol.

“Das oito cidades que participam da UPT Central Adjacente 2, Águas Claras é a região administrativa com melhor realidade social, situação que se deve à separação de Arniqueira”, compara Thiago Mendes Rosa, chefe de gabinete da Diretoria de Estudos e Pesquisas Socioeconômicos da Codeplan. “Uma realidade que vamos ver parecida na semana que vem em relação a Ceilândia e Sol Nascente/Pôr do Sol”, avalia o técnico.

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

Chegamos ao final da programação de aniversário da nossa cidade, onde a arte e a cultura reinaram!

O administrador de Águas Claras, André Queiroz, agradece a todos os artistas que proporcionaram este momento a comunidade de Águas Claras, bem como a Gerência de Cultura, representada pelo Gerente Tércio Mendes, a Secretaria de Cultura pela iniciativa do projeto “Cultura nas Cidades” e todos aqueles que puderam prestigiar esse evento organizado com tanto carinho.

PROGRAMA “CULTURA NAS CIDADES” ÁGUAS CLARAS!

Em comemoração pelo aniversário de 19 anos da Região Administrativa de Águas Claras, será realizado nos dias 20, 21 e 22 de maio, uma programação diversificada de atrações musicais e de expressão cultural como apresentação de capoeira, show popular com o coral de pessoas com deficiência visual, muita dança, teatro, etc.

A iniciativa faz parte do projeto ” Cultura nas Cidades”, da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec). Os destaques do evento são os artistas da cidade que terão a oportunidade de apresentar o seu trabalho artístico/cultural. 

Está sendo organizado um grande palco de apresentações para a comunidade. Esse tipo de iniciativa reforça a cultura local e a valorização dos artistas.

Local: Rua Boulevard Norte entre a Av. Parque Águas claras e Paineiras.

Esperamos todos vocês neste último fim de semana de comemorações! 

 

Está aberta as inscrições para candidatura ao cargo de Gerente de Cultura da Região Administrativa de Águas Claras.

Requisitos:

 ✅ O candidato deverá possuir notório saber artístico-cultural e conhecimentos técnico administrativos, devendo comprovar no mínimo 02 anos de atuação nas áreas artísticas e culturais, ser morador da região administrativa de ÁGUAS CLARAS;

✅ Os interessados  deverão se cadastrar entre os dias 15 de maio a 29 de maio de 2022, pelo e-mail: conselhoculturaaguasclaras@gmail.com, e anexar:

*Ficha de inscrição disponibilizado no link da bio do Instagram do @conselhoculturaaguasclaras; 
*Fotos p/divulgação em jpg; 
*RG (PDF); 
*CPF (PDF);
*Certificados de ensino médio (PDF);
*Nada consta criminal, cível, federal e trabalhista;
*Comprovantes de residência, mínimo dois anos em Águas Claras (PDF);
*Portfólio artístico – cultural com atuação artística, mínimo de dois anos (PDF).

Segue edital na íntegra:

Edital_de_Chamamento_Público_CRC_Águas Claras_Lista Tríplice 

Para maiores informações entrar em contato com o @ConselhoCulturaAguasClaras, falar com Stella Domênico( 9.9135-2022).
 

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

Nossa cidade, marcada pelos prédios altos e ruas com nomes de árvores e de flores, completa 19 anos nesta sexta-feira (6) e, como todo jovem, está envolvida em muitas novidades. Desde o início da administração do governador Ibaneis Rocha, em 2019, foram investidos na cidade R$ 8,8 milhões em projetos já concluídos.

Estes recursos contemplaram obras viárias, construção de uma nova estação do Metrô, recapeamento de ruas e substituição de 1.562 lâmpadas de convencionais por equipamentos de LED.  Já as obras em andamento totalizam R$ 17 milhões e abrangem a construção de calçadas, pavimentação e a construção da terceira saída da cidade – esta última  executada pelo DER com investimento total de R$ 14 milhões.

A obra de mobilidade que cria a terceira saída é considerada pelo administrador da cidade, André Queiroz, a mais importante entre as que estão em execução. “A terceira saída beneficiará 150 mil moradores”, disse.

Para Queiroz, Águas Claras, apesar da pouca idade, é a grande metrópole do “quadradinho”, espaço delimitado pelo DF. “Dona de um conjunto arquitetônico único, verticalizado, a cidade traz na sua essência modernidade e jovialidade, presentes em cada detalhe das ruas, avenidas, praças e parques”, ressaltou o administrador.

Águas Claras teve sua construção autorizada pela Lei n.º 385 de 16 de dezembro de 1992, publicada no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) em 17/12/1992. Sua criação se deu pela necessidade de viabilizar o metrô como uma proposta racional de ocupação do solo e expansão ordenada de Brasília.

Quando a cidade foi planejada pelo arquiteto e urbanista Paulo Zimbres, buscou-se a mesma qualidade de vida do Plano Piloto, embora em outros moldes urbanísticos. O projeto seguiu os princípios arquitetônicos contemporâneos de funcionalidade, conforto e harmonia visual.

Morador de Águas Claras há 13 anos, Cleber  Barreto destaca o comprometimento da população com a região administrativa como sendo o que mais admira na cidade. “Dizem que as pessoas em Águas Claras adoram um ‘mimimi’, mas eu encaro isso de forma positiva, pois as pessoas se envolvem nas questões da cidade”, contou.

Na opinião do morador, a região administrativa não é mais uma cidade dormitório: “É um lugar jovem, que possui vida e um comércio muito forte. Águas Claras tem muito a oferecer a Brasília”.

As obras que têm servido para melhorar a qualidade de vida em Águas Claras contam também com a participação do Renova-DF, que esteve na região no fim de 2021 reformando as praças e equipamentos públicos da cidade. Os principais serviços foram pinturas e trocas dos alambrados, trabalhos que contemplaram 12 praças.

“Enxergo Águas Claras com futuro brilhante e promissor. É uma cidade que não para e, no auge dos seus 19 anos, tem muitos planos, projetos e sonhos a serem realizados”, afirma o administrador da cidade.

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

Hoje, 06 de maio, nossa querida e jovem cidade de Águas Claras completa 19 anos. E para darmos as boas-vindas a mais um ano de existência, tivemos o Momento Cívico, com o Hasteamento da Bandeira, com a participação dos alunos do Colégio Ideal e do Colégio CEAV Jr.

 A Hora Cívica é a forma de resgatar os valores cívicos e fazer com que os alunos se tornem cidadãos conscientes do seu papel na sociedade, afinal nossas criança e adolescentes serão os futuros moradores da nossa amada cidade e terão um papel fundamental em fazer de Águas Claras um local cada vez melhor para se morar.

Agradecemos ao apoio da Polícia Militar, representada pelo Comandante Carrera e do Corpo de Bombeiros, representado pelo Aspirante Robson e a presença dos diretores, professores e funcionários do Colégio Ideal e Ceav Jr, dos servidores da Administração Regional e  demais pessoas presentes.

Parabéns Águas Claras!

A Administração Regional de Águas Claras tem a satisfação e honra de convidar a nossa comunidade para participar da Programação Especial de Aniversário em comemoração aos 19 anos da nossa querida cidade.

Confira e viva a nossa jovem Águas Claras!!!

 

 

 

 

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

O Adminitrador Regional de Águas Claras, André Queiroz e sua Gerência de Licenciamento de Obras e Atividades Econômica (GELOAE),  representada por Sônia Lima e Paulo Henrique, participaram nesta quinta-feira (28) da cerimônia de sanção da revisão da Lei de Uso e Ocupação do Solo (Luos).  

De autoria do Poder Executivo, o texto que atualiza a Lei Complementar nº 948/2019 traz mais segurança jurídica à legislação urbanística do DF, incentiva o desenvolvimento econômico, além de fortalecer a regularização fundiária e combater a ilegalidade.

A revisão foi elaborada pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh), que realizou ajustes técnicos e corrigiu imprecisões na lei em vigor, baseado em diálogos de anos, com várias entidades da sociedade da área econômica como, indústria, comércio, construção civil, mercado imobiliário, setor de serviços, agricultura e pecuária.

A Luos impacta diretamente a vida do cidadão e do setor produtivo. É o instrumento que define, entre outras determinações, onde pode haver residências, comércio e equipamentos públicos. Essa lei, contudo, não se aplica à área tombada de Brasília, regida pelo Plano de Preservação do Conjunto Urbanístico de Brasília (PPCub).

*Com informações da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação

 

 

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

GDF Presente – Cidade Sempre Limpa investe na renovação de Brasília

Uma nova iniciativa para a manutenção, conservação e renovação das 33 regiões administrativas do Distrito Federal foi lançada nesta quarta-feira (20). Braço do GDF Presente, o programa Cidade Sempre Limpa nasce com a força da integração do governo para atuar nas cidades por três meses, com mais de 600 equipamentos à disposição e dez órgãos envolvidos.

O objetivo é deixar o DF bem-cuidado em cada detalhe, com asfaltamento, poda de árvores, recuperação de calçadas e meios-fios, sinalização vertical e horizontal, instalação e reposição de lâmpadas e combate à dengue, entre outros serviços. Uma grande operação elogiada pelo governador Ibaneis Rocha.

“Passamos um período de muitas chuvas, que gerou um prejuízo à cidade. A hora é de olhar para frente e devolver, com todos os equipamentos e a força dos órgãos, o embelezamento das nossas cidades. A preocupação é cuidar das cidades, porque cuidando das cidades nós estamos cuidando de gente, estamos cuidando do nosso povo. Essa é a determinação”, avalia o governador.

Os serviços serão feitos em alinhamento com os dez órgãos participantes e com a coordenação dos 11 polos do GDF Presente dos quais dez são urbanos e um, rural. Os canais de Ouvidoria, o serviço de Administração 24h e o contato diário com a comunidade pelas ruas será a forma de o governo estar perto e atender as demandas com mais agilidade.

“Isso aqui é inédito. Quem mora em Brasília nunca viu um movimento desta força. Tem essa força pela liberdade que o governador dá,  por ter um espírito de grupo muito forte. Estamos com as ouvidorias, as administrações 24h, os coordenadores dos polos do GDF Presente e as administrações de prontidão para atender às necessidades da população”, acrescenta o secretário de Governo, José Humberto Pires de Araújo.

Cuidado com as cidades

A atual gestão sempre esteve preocupada em cuidar da zeladoria das cidades. E também de aprimorar esses serviços. O GDF Presente nasceu para ser uma fórmula perene do SOS DF, projeto executado no primeiro semestre da atual gestão. E, agora, o Cidade Sempre Limpa chega com a experiência acumulada ao longo desses anos e a sinergia entre os órgãos de governo para aprimorar o trabalho do GDF Presente.

“O SOS DF foi lançado para tirar o DF do abandono. Depois, lançamos o GDF Presente para que os órgãos trabalhem integrados. No início eram seis polos e quatro empresas envolvidas. Hoje, temos dez órgãos e 11 polos”, afirma José Humberto Pires.

O Cidade Sempre Limpa será um trabalho feito em parceria com a Secretaria de Governo (Segov), Novacap, Companhia Energética de Brasília (CEB), Companhia de Saneamento Ambiental (Caesb), Serviço de Limpeza Urbana (SLU), Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Departamento de Trânsito (Detran), Secretaria de Administração Penitenciária (Seape), Secretaria de Agricultura (Seagri) e DF Legal.

** Com informações e fotos Agência Brasília

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

A CEB Ipes finalizou a execução de um projeto que levou 542 luminárias de LED para as avenidas Castanheiras, Araucárias e Parque, em Águas Claras. Essas regiões, centrais e de intensa circulação, ficaram bem mais iluminadas para os pedestres e motoristas, que passaram a ter um aumento da sensação de segurança na cidade. Para tanto, foram investidos R$ 470 mil.

A potência da nova iluminação foi percebida pelo vendedor de uma loja de produtos naturais localizada na Castanheiras. Tiago de Oliveira, 24 anos, conta que se sente mais seguro na hora de sair do trabalho. “Quando a iluminação é mais forte, conseguimos perceber quando alguém se aproxima, então contribui bastante nos estacionamentos e no caminho para as paradas de ônibus”, disse.

Juntas, as três maiores vias de Águas Claras somam cerca de 11 km. Só a Castanheiras mede 3,8 km e corta praticamente toda a região administrativa. Para o presidente da CEB, Edison Garcia, os projetos levam em conta os espaços que precisam de uma nova iluminação. “Grandes avenidas, praças, faixas de pedestre, estacionamentos de hospitais…”, exemplifica.

“A CEB tem realizado a substituição de luminárias antigas por modernas e eficientes, que são as de LED, para garantir que o maior número de pessoas seja beneficiado com essa melhoria. É vontade do governador Ibaneis Rocha e está no nosso planejamento em no máximo três anos todo o Distrito Federal com iluminação pública de LED”, afirma Garcia.

O investimento para a execução do projeto foi oriundo de emenda parlamentar do deputado distrital Agaciel Maia.

*Com informações da CEB Ipes

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

Elo importante entre a população e o Governo do Distrito Federal (GDF), as administrações regionais agora oferecem atendimento 24 horas por dia pelo portal de serviços do DF. O projeto, que é um dos compromissos assumidos por Ibaneis Rocha em 2018, foi lançado nesta terça-feira (5) em cerimônia no Palácio do Buriti.

Mais de 30 serviços passam a ser disponibilizados pela população a qualquer hora do dia. Desde pintura de faixa de pedestre à instalação de paradas de ônibus ou de Pontos de Encontro Comunitários (PECs), até ações para combate à dengue e a manutenção de estradas.

Futuramente, também será possível solicitar licenciamento para quiosques e trailers, autorização para ambulantes, cópia de plantas de edificações existentes e desarquivamento de processos. O GDF pretende incluir todos os serviços de interesse da população prestados pelas administrações no portal e, neste primeiro momento, trabalha para aprimorar o atendimento.

Para o governador Ibaneis Rocha, o programa aproxima o governo da população para que ela possa indicar o que precisa ser feito, corrigido e elogiado nas cidades em qualquer dia, horário e local.

“Mesmo com o trabalho das administrações regionais não dá para ver tudo. A gente tem que dar facilidade para as pessoas, inclusive para reclamar. Você tem que dar espaço para a reclamação e buscar a solução. Esse é um programa de coragem, porque você tem acesso à reclamação. A pessoa vai poder indicar onde está o buraco, sair da quadra de esportes e mostrar onde precisa arrumar. Dentro do nosso governo fizemos isso em todas as áreas, é o espírito de acolhimento às famílias”, afirma o chefe do Executivo.

É importante ressaltar que o atendimento presencial será mantido nas administrações regionais, em horário normal do expediente, e as solicitações também poderão ser feitas pelo telefone 162. “É um programa que sonhei muito e encarreguei os melhores secretários que eu tenho para tocá-lo. Um programa feito de forma bastante transversal e ouvindo também os principais problemas da comunidade”, acrescenta Ibaneis Rocha.

Titular da Secretaria de Governo, que é a coordenadora do programa, José Humberto Pires de Araújo destaca que a gestão tem se preocupado em modernizar seus serviços.

“É um avanço da administração pública para que o cidadão tenha acesso aos serviços. Com a modernidade e tecnologia que temos hoje é um atraso não ter um canal em que as pessoas possam acessar os serviços na hora que desejam e precisam. O nosso governo está conectado com a modernidade, trazendo ao cidadão essa oportunidade de falar diretamente com o governo por meio desse canal”, explica.

Além da Segov, participam do projeto a Controladoria-Geral e a Secretaria de Economia. O tratamento e gerenciamento das solicitações serão feitos pelo sistema de ouvidorias, o OUV-DF. Para o melhor funcionamento do programa, a Escola de Governo capacitou servidores que ocupam áreas estratégicas nas administrações regionais.

“Esse é mais um projeto que une esforços de várias pastas para melhorar ainda mais os serviços prestados à população do DF”, destaca o secretário de Economia, Itamar Feitosa.

Além da comodidade de um serviço online, o Administração Regional Digital 24 Horas também permite que as solicitações sejam recebidas e tratadas pelo sistema de Ouvidoria do GDF. Logo, terão que ser respondidas dentro dos prazos legais previstos de até 20 dias corridos, conforme explica os gestores da Controladoria-Geral.

“O papel da CGDF é dar suporte aos órgãos para desempenharem o melhor trabalho possível. Hoje, a solicitação de serviços no DF alcança o segundo maior tipo de manifestações na Ouvidoria”, afirma o controlador-geral do DF, Paulo Martins.

A ouvidora-geral substituta do DF, Maria Fernanda Cortes de Oliveira, reforça que as demandas poderão ser concentradas em um único canal. “Ao invés de entrar por protocolo, carta para o gabinete do administrador, vamos centralizá-las nesse canal e trabalhar de forma digital. Todas elas vão estar registradas no sistema da Ouvidoria, que tem estrutura para monitorar as demandas e respondê-las em até 20 dias”, explica.

“Com esse serviço 24h a população vai ser mais bem atendida, estaremos mais próximos da população, uma vez que temos um horário de funcionamento e passaremos a atender com alguns serviços 24h por dia”, pontua a administradora do Riacho Fundo, Ana Lúcia Melo.

Passo a passo

Para acessar o serviço basta entrar neste link e clicar no ícone “Administração Regional Digital 24h”. Em seguida, escolha a opção “Cidadão”. Por fim, escolha um dos serviços digitais disponíveis em “Administração Regional Digital 24h” e faça o seu registro.

 

 

 

 

 Por Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente, por meio do Projeto CITinova, promoveu nesta terça-feira (22), ação de recuperação de nascentes e áreas de preservação permanente do DF, em homenagem ao dia mundial da água.

O administrador André Queiroz esteve presente no Parque Ecológico de Águas Claras, onde o secretário do Meio Ambiente do DF, Sarney Filho, ministrou uma palestra aos 50 alunos do 1º ano do ensino médio e logo após, também na companhia dos amigos voluntários, todos tiverem a oportunidade de plantar mudas de árvores nativas do cerrado. Na ocasião, os ipês roxos.

O secretário Sarney Filho alertou sobre as mudanças climáticas e explicou que " plantação de árvores protege as nascentes, os córregos e absorve gases do efeito estufa, o que ajuda na diminuição do aquecimento global, por isso a importância da ação didática de hoje ".

O administrador André Queiroz agradeceu o convite e comentou " fiquei feliz com este projeto de sustentabilidade ambiental, pois a cidade como um todo só tem a ganhar e ainda, por esta ação promover a interação entre autoridades, servidores da administração do parque, alunos e voluntários da comunidade de Águas Claras. Foi uma manhã muito agradável ".

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

São 13 áreas específicas para os comerciantes exercerem as atividades. A região administrativa conta com mais de 150 ambulantes cadastrados

O comércio de rua de Águas Claras agora conta com uma regulação. Foi publicada a portaria que define o Plano de Ocupação dos Ambulantes da região, delimitando as áreas públicas permitidas para a comercialização de produtos ou prestação de serviços. A norma atende a Lei nº 6.190/2018 e o Decreto nº 39.769/2019, que normatizam critérios e diretrizes para a ocupação legal de área pública para os ambulantes devidamente cadastrados.

Raimundo Campelo e Márcia Rafaela Rodrigues Soares são sócios de uma barraquinha que comercializa espetinhos e cachorro-quente na Rua 36 Sul. “Estamos aqui há dez anos, então é um sonho ter o nosso negócio regularizado. Fazemos tudo isso com muito amor para atender os clientes”, afirma Campelo, sobre a região estar incluída entre as áreas autorizadas no plano de ocupação.

Há um ano e dois meses na Rua 36 Sul, Jefferson Carvalho Santos vende artigos para celulares. Ele optou pelo comércio na rua por causa da situação pandêmica. Ao saber da Portaria, ele comemora a possibilidade de regularização. “Para a gente é muito boa essa possibilidade de regularização. Trabalhar com alvará de funcionamento dá mais segurança”, diz.

Girlan Gomes de Sales é outro ambulante da Rua 36 Sul. Há três anos, ele leva seus produtos, como castanhas e biscoitos, para vender para os transeuntes. “É bom [o movimento], não posso reclamar das vendas”, conta. Sales se cadastrou em 2019 na administração e ainda aguarda a autorização. “Eles ainda não tinham liberado. Mas acho muito importante ter a liberação legal para poder trabalhar”, completa.

A portaria beneficia os ambulantes cadastrados de Águas Claras. O serviço teve início em 2019 e seguiu em 2021. De acordo com a administração regional, a RA tem 157 comerciantes cadastrados, sendo 42 com requisitos prontos para a autorização e 115 com pendências de documentação para a conclusão.

“O propósito, além de fomentar o cunho social e o desenvolvimento econômico local, é possibilitar justamente que os vendedores que estão atuando nos locais públicos da cidade tenham a oportunidade de se regularizarem para que possam trabalhar com mais segurança jurídica, evitando assim conflitos com a fiscalização, empresários e moradores da cidade”, define o administrador de Águas Claras, André Queiroz.

São 13 áreas autorizadas para atividades de gênero alimentício, bebidas, serviços estéticos e artigos eletrônicos. Os locais foram determinados levando em consideração os espaços em que ambulantes já atuam e respeitando o distanciamento do comércio local, da segurança, da educação e da saúde.

Estão autorizadas atividades comerciais na Quadra 107, da Praça das Araras; na Quadra 107 da Praça Pica-pau; na Quadra 301 da Praça da Gaivotas; na Rua 8 Sul (Boulevard Sul); na Rua 3 Sul (Boulevard Sul); na Rua 3 Norte (Boulevard Norte); na Rua Buriti até a Rua 17 Sul; na Rua Buriti até a Rua 13 Sul; a Rua 36 Sul (Boulevard Sul); na Rua 32 Sul (Boulevard Sul); na Avenida Parque Águas Claras (TR1, entrada Parque); na Avenida Parque Águas Claras (TR2, em frente ao lote 2.585); e na Avenida Parque Águas Claras (TR3, em frente ao lote 2.630).

Com a publicação da portaria, os ambulantes devem exercer as atividades apenas nos locais autorizados sob pena de ficarem terminantemente proibidos, caso atuem em áreas não permitidas.

A Coordenação de Desenvolvimento (Codes) da Administração de Águas Claras, em conjunto com a diretoria e gerência, realiza ações de orientação aos ambulantes. A fiscalização fica a cargo da DF Legal.

 

 

 

 

 

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

A Secretaria Executiva de Valorização e Qualidade de Vida (Sequali) da Secretaria de Economia está levando aos servidores do GDF o projeto Caravana de Qualidade de Vida. Uma ação itinerante que leva a cada região administrativa do DF a promoção da qualidade de vida ao servidor.

A Caravana Qualidade de Vida está passando por todas as secretarias e RAs do DF. No evento, a secretária executiva, Adriana Faria, apresenta uma palestra sobre a política de qualidade de vida no trabalho e os projetos e ações que estão sendo realizados, voltados ao servidor, para a implementação da política.

Nas Administrações, também levamos a Carreta DF Servidor Saudável. A Carreta oferece atendimentos de oftalmologia, nutrição, odontologia, clínica auditiva e clínica geral. A Carreta está à disposição dos servidores, para que eles possam fazer as consultas. Também disponibilizamos algumas senhas para atendimento da população, mas o foco principal é o servidor. Em média, são realizados 300 atendimentos de saúde em cada cidade.

Além da palestra da secretária executiva, a Caravana Qualidade de Vida também promove aulas da Academia Buriti, presença de médico do trabalho para emissão de pedidos de exames periódicos e fiscalização das condições do ambiente de trabalho.

Serviço:
Caravana de Qualidade de Vida
Data: 
14 de fevereiro das 9h às 17h
Local: Estacionamento interno da Administração de Águas Claras.
Público-alvo: Servidores de órgãos públicos do GDF atuantes em Águas Claras, estagiários, menores aprendizes e terceirizados desses órgãos. 

 

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

Ação do GDF Presente, Administração Regional e Novacap garantiu a limpeza de abrigos de ônibus, Pontos de Encontro Comunitário (PECs) e quadras

Águas Claras teve os trabalhos de manutenção intensificados durante uma semana, com a passagem do programa GDF Presente pela região administrativa. Em parceria com a administração regional e a Novacap, o Polo Central II  fez a limpeza de equipamentos públicos importantes para a população da RA.

Foram higienizados e sanitizados 21 abrigos de ônibus nas duas principais avenidas de Águas Claras, Araucárias e Castanheiras. Nove Pontos de Encontro Comunitário (PECs) também contaram com limpeza, assim como três quadras poliesportivas, localizadas na Quadra 104, Rua 35/36 Sul e próximo ao Colégio Sigma.

Desde o início da pandemia de covid-19, os espaços públicos costumam ser lavados semanalmente pela administração regional, mas com a presença do programa, as ações se expandem por mais áreas.

“São espaços que as pessoas utilizam muito. Fica muita lama, poeira, sujeira, principalmente neste período de chuva. Também temos uma preocupação por causa da covid, pois são áreas em que as pessoas colocam muito a mão, transpiram. Justamente por isso é tão importante”, avalia o gerente de obras da Administração Regional de Águas Claras, Norberto Duarte, mais conhecido como Betão.

Limpeza

Os trabalhos contaram com homens do GDF Presente, da Administração Regional e da Novacap. Foram necessários quase oito caminhões-pipas para o serviço, que utilizou cerca de 64 mil litros de água.

 

 

 

 

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

Cidade recebe mutirão de limpeza e operação tapa-buracos, ações que amenizam os inconvenientes trazidos pelo período das chuvas

Um mutirão de limpeza e a operação tapa-buraco estão a todo vapor esta semana em Águas Claras. Sob a coordenação do GDF Presente, operários da administração regional, da Novacap e funcionários do Serviço de Limpeza Urbana (SLU) intensificam os trabalhos em diversas ruas da região administrativa (RA). 

Lixo verde acumulado, inservíveis e restos de construção encheram os caminhões do Polo Central II do programa GDF Presente. Um total de 40 toneladas foi retirado da área central da RA e do pátio de obras da administração. Para a moradora da Quadra 203 Edilaine Carvalho, 32, o que mais incomoda são os inservíveis deixados em algumas ruas.

“Os caminhões passam e levam colchões, sofás velhos que muitos moradores ainda deixam próximo às residências. É feio e suja demais a cidade”, opina a secretária. “Apesar de a administração programar esse tipo de coleta, tem gente que joga esses objetos em qualquer lugar.”

Calçadas quebradas que estão sendo reformadas no Boulevard Norte também estão no ‘bolo’ dos resíduos recolhidos, que contam ainda com a mão de obra de sete reeducandos do programa Mãos Dadas, da Secretaria de Administração Penitenciária (Seape).

Capina e varrição na Jacarandá

Na Avenida Jacarandá, a limpeza ficou por conta do SLU. Ali, os serviços de capina e varrição estão sendo feitos antes da pintura dos meios-fios. Já as ruas 13 Sul e 103 foram as primeiras a ter o asfalto consertado. Duas toneladas de massa asfáltica foram empregadas para melhorar as condições das vias. A Avenida Jequitibá e a Quadra 301 também estão na rota e serão atendidas a partir da terça-feira (4).

“Ações como o tapa-buracos e a desobstrução de bueiros, por exemplo, são essenciais, principalmente nesse período chuvoso, quando a situação piora”, aponta o chefe de gabinete da Administração Regional de Águas Claras, Eugênio Rezende. “E com a presença do polo do GDF Presente conseguimos agregar maior eficiência e rapidez na solução de problemas”.

Segundo o coordenador do polo, Rodrigo Caverna, as equipes trabalharão até o próximo sábado na RA e visitarão praças e outros equipamentos públicos para a faxina. “Essa parceria entre os diversos órgãos de governo facilita nosso trabalho: deixar a cidade limpa e aprazível para a população”, pontua.

 

 

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

Com a ajuda de aprendizes do RENOVADF, a pista de skate da quadra 107 ganha manutenção; outros 27 equipamentos na cidade passarão por reformas

O concreto curvado, por onde normalmente passam as rodinhas de um skate, agora recebe também um outro tipo de rolamento: o da demão de tinta, trazida pelo rolo de pintura. A pista de skate da quadra 107 de Águas Claras, localizada na Praça das Araras, é um dos 28 equipamentos públicos nos quais os alunos do RENOVADF estão atuando na recuperação e manutenção, ao mesmo tempo em que se qualificam profissionalmente.

Vinte e cinco alunos do terceiro ciclo do programa trabalharam na recuperação de buracos e pontos desnivelados dos dois bowls (pistas de skate em formato côncavo, como uma piscina vazia) e da pintura das pistas, bordas e áreas planas adjacentes. A próxima etapa do trabalho de manutenção será a soldagem dos corrimões de apoio.

Enquanto os alunos do RENOVADF pintavam um dos bowls, skatistas da região faziam manobras e aproveitavam a pista vizinha recém-arrumada e pintada. Os estudantes Samuel Braga, 18 anos, e Brendo Ribeiro, 23, moram em Águas Claras e comentaram sobre os serviços que estão sendo feitos. “A pista estava muito ruim. Deram uma melhorada, principalmente em alguns buracos que apareceram ”, observou Samuel.

Já o professor Paulo Vitor Rodrigues, 33, elogiou tanto os trabalhos do RENOVADF na pista quanto outras melhorias realizadas na praça como um todo. “A pista de skate está ficando muito boa. Arrumaram também a quadra poliesportiva, a praça está toda com iluminação de LED. Ficou tudo muito bom”, comenta.

O coordenador de Acompanhamento e Fiscalização de Projetos da Setrab, Cláudio José de Mello, explica como é feita a interlocução entre o programa e o GDF para a execução dos trabalhos. “As administrações passam a listagem das estruturas que precisam de manutenção, são feitas vistorias para verificação de quais materiais serão usados e o escopo das atividades. Se forem compatíveis com o que o RENOVADF oferece, elas entram na rota do programa”, detalha.

Além da população, o trabalho desempenhado pelos alunos também é elogiado por quem é responsável pelas obras nas regiões administrativas. “O RENOVADF veio como uma novidade que ampliou o trabalho. Muitas vezes só a nossa mão de obra não dá conta das demandas, então é um reforço. A comunidade tem gostado, o trabalho é ótimo, tendo em vista que não é algo profissional”, ressalta o coordenador de Licenciamento, Obras e Manutenção da Administração Regional de Águas Claras, Edivan Marinho.

 

 

 

 

Por Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras


O Dia Internacional de Combate à Corrupção (9 de dezembro) foi marcado pela cerimônia, no Palácio do Buriti, onde foi anunciado um marco inédito para o Distrito Federal, pela primeira vez todos os órgãos foram avaliados com nota máxima no Índice de Transparência Ativa (ITA). Resultado foi obtido no índice que mede a maturidade dos 96 órgãos e entidades em relação às informações prestadas de forma espontânea à população. 

O administrador, André Queiroz, representando a Administração Regional de Águas Claras, esteve presente para receber a premiação de 100% no  Índice de Transparência Ativa (ITA).  Este é o 3° ano consecutivo que a Administração de Águas Claras recebe esta premiação.

O que é ITA?

Esta é a 6ª edição do Prêmio ITA, criado em 2015 para avaliar a maturidade dos órgãos em relação à Transparência Ativa, que é a disponibilização espontânea de informações públicas e de interesse coletivo nos sites oficias dos órgãos da administração pública do distrital.

A Controladoria-Geral do DF criou o ITA não apenas para avaliar, e sim para alcançar o principal objetivo: que todos os órgãos do GDF estejam dentro das normas vigentes e sejam cada vez mais transparentes.

Após avaliação da Controladoria do DF, o órgão ou entidade que atinge a maior pontuação (100 %) é reconhecido por esse feito com o troféu ITA do ano vigente.

Objetivos do Índice de Transparência Ativa – ITA

– Garantir o direito de acesso à informação de qualidade à população do Distrito Federal;

– Instituir o ranking dos órgãos e entidades do Governo do Distrito Federal;

– Mecanismo de incentivo da transparência pública;

 -Incremento do Controle Social;

– Monitorar a Lei de Acesso à Informação;

Competição saudável entre órgãos e entidades do Governo do Distrito Federal.

 

Agradecimentos

A Administração Regional de Águas Claras agradece aos seus servidores, Rejane Mota da Assessoria de Comunicação e Rodrigo Merazzi, Ouvidor, pelo trabalho de excelência, prestados durante os últimos anos para obtenção dos resultados de 100% no Índice de Transparência Ativa.

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

A honraria é dedicada a agentes públicos e membros da sociedade civil pelo desempenho de suas funções de modo relevante, demonstrando dedicação e zelo pelo serviço público ou à comunidade. Os servidores agraciados neste ano da Administração Regional de Águas claras foram, Paulo Henrique e Sônia Lima, da Gerência de Licenciamento de Obras e Atividades Econômica (GELOAE). Cerca de 482 servidores do Governo do Distrito Federal foram homenageados. 

Comenda foi entregue pelo governador Ibaneis Rocha em cerimônia no Centro de Convenções Ulysses Guimarães nesta segunda-feira (6). “É um momento muito importante na administração pública, quando você tem a oportunidade de homenagear pessoas que prestaram serviços para a cidade nas suas áreas. É demonstrar o carinho que temos por eles”, explica o governador Ibaneis Rocha, que entregou pessoalmente a medalha a dezenas de presentes.

O vice-governador Paco Britto também esteve presente na cerimônia, realizada no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, para entrega da Medalha do Mérito Buriti, que é uma tradição no Distrito Federal. Na década de 1970, o Decreto nº 1.488 instituiu a congratulação para servidores com o mínimo de dez anos de efetivo exercício.

Em novembro de 2019, um novo texto publicado no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) atualizou o primeiro. A honraria é uma insígnia circular em dourado fosco. De um lado, ela tem um espécime de buriti desenhado em alto-relevo brilhoso. Do outro, as palavras Brasília e Distrito Federal.

As indicações para receber a comenda do Mérito Buriti são exclusivas do governador, do vice-governador, dos secretários de Estado, das autoridades de hierarquia equivalente e dos integrantes do Conselho da Medalha do Mérito Buriti, que têm papel de analisar os nomes.

As últimas três condecorações ocorreram em 2017, 2018 e 2019, sendo agraciados 133, 261 e 236 servidores, respectivamente. Desta vez, foram 442 homenageados que tiveram os nomes publicados no DODF.

 

Sonhada há décadas pelos moradores, a terceira saída de Águas Claras começou a ser construída nesta quarta-feira (1º). A obra vai beneficiar 150 mil moradores e gerar 300 empregos, aliviando o trânsito na cidade e criando uma nova ligação entre a rua das Carnaúbas e a Estrada Parque Taguatinga (EPTG). A ordem de serviço para início dos trabalhos foi assinada pelo governador Ibaneis Rocha, em evento que ocorreu na própria cidade.

“Fico feliz em ver uma cidade tão nova como Águas Claras recebendo essa quantidade de obras”, declarou o governador. “Isso mostra o crescimento da cidade, das famílias. Está aí mais uma obra para colocarmos no nosso caderninho das 1.400 obras realizadas no DF. Divido essas 1.400 obras realizadas ou em andamento com a minha equipe”.

Ibaneis Rocha definiu os gestores do governo atual como um time de soluções, lembrando que a construção dessa via era um pedido antigo que não havia sido atendido por outros governos.

Serão duas faixas de rolamento em cada sentido da pista e ciclovia ao longo de 1,8 km de via, além de uma ponte de 50 m de extensão. Com execução a cargo do Departamento de Estradas de Rodagem do DF (DER), os trabalhos começam pela topografia, marcação, terraplenagem e a construção da ponte.

Mais qualidade

O diretor-geral do DER, Fauzi Nacfur Júnior, lembra que Águas Claras foi projetada para ter prédios e construções de um tamanho e acabou tomando uma proporção maior, o que reforça ainda mais a necessidade de uma terceira saída. “[A cidade] foi prevista para ter prédios de seis a oito andares, e temos prédios aqui de até 30 andares”, explicou. “Com essa saída, vamos aumentar em 50% a viabilidade de entrada e saída da cidade. Será um grande alívio para Águas Claras, um ‘obrão’ para uma cidade grande que merece uma obra de qualidade”.

Para o administrador de Águas Claras, André Queiroz, o início das obras em dezembro é um presente de fim de ano e para a mobilidade da cidade. “Muda praticamente tudo em questão de mobilidade”, apontou. “Uma das grandes demandas da cidade é a mobilidade urbana. É uma cidade com densidade demográfica muito grande, e, com a terceira saída, tende a ter um fluxo melhorado”.

Autor da emenda parlamentar de R$ 6 milhões com recursos a serem empregados na obra, o deputado federal Luis Miranda elogiou o esforço do governo em tirar a terceira saída de Águas Claras do papel. “Parabenizo o governador Ibaneis Rocha por demonstrar que o importante para uma cidade é reformulá-la”, disse. “A população não para de crescer, de querer investir e crescer como pessoa, e a sua cidade tem que acompanhar”.

Visita à Caesb

Após autorizar o início das obras da terceira saída de Águas Claras, o governador Ibaneis Rocha visitou a sede da Caesb, que fica na cidade. Ele conversou e tomou café da manhã com os funcionários, acompanhado pelo presidente da companhia, Pedro Cardoso.

 

** Com informações da Agência Brasília

 

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

O terceiro ciclo do RENOVADF – programa de qualificação profissional e renovação de equipamentos públicos – foi lançado, na manhã desta quinta-feira (11), em Águas Claras e no Guará. Iniciativa da Secretaria de Trabalho (Setrab), o programa – que já tem inscrições abertas para a quarta etapa, prevista para dezembro – já marcou presença em quatro regiões administrativas (RAs) este ano.

Mais 750 alunos receberão cursos práticos de qualificação social e profissional, nas áreas de construção civil e jardinagem, ministrados pelo Senai. Desse total, 500 estudantes atuarão em Águas Claras e 250, no Guará. “É o maior programa de inclusão social e qualificação profissional do Brasil”, afirma o secretário de Trabalho, Thales Mendes. “Chegaremos aos 4,5 mil alunos”.

“Pescadores”

Presente ao evento, o vice-governador Paco Britto, após parabenizar os alunos e agradecer às equipes, divulgou a mensagem do governador Ibaneis Rocha: “Estive com o governador há pouco e ele me pediu para transmitir abraços a todos vocês, que serão os novos pescadores. Perguntei: ‘pescadores, governador?’. ‘Sim’, ele respondeu; ‘não estamos dando os peixes, mas ensinando a pescar’. Com esse curso, [os inscritos] vão poder competir com igualdade”.

Também prestigiou o encontro o secretário de Governo, José Humberto, que ratificou a grandiosidade do projeto idealizado pelo governador Ibaneis. “Neste ano, estamos atendendo 10 cidades das 33 [que compõem o Distrito Federal]”, disse. “No ano que vem, completaremos todas. É uma oportunidade de aprendizado de trabalho.” Dirigindo-se aos estudantes, declarou: “Agarrem essa oportunidade e renovem as cidades, mas, principalmente, a vida de vocês”.

Também estiveram presentes à cerimônia de lançamento o secretário executivo de Cidades, Valmir Lemos; o presidente da Novacap, Fernando Leite; o diretor-geral do DER, Fauzi Nacfur Júnior; os administradores regionais do Guará, Águas Claras e da Estrutural – respectivamente, Luciane Quintana, André Queiroz e Josivania Gurgel –; o subcomandante do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF), coronel Edmar, e os deputados distritais Rafael Prudente e Robério Negreiros. Robério informou que a Câmara Legislativa do DF (CLDF) já destinou ao RENOVADF recursos de R$ 35 milhões, originários de emendas parlamentares.

Para o administrador de Águas Claras, André Queiroz , “o  Programa RenovaDF além de ser um  programa de qualificação social e profissional  é um ato de cidadania.”

O programa

O RENOVADF consiste na oferta de cursos práticos de qualificação social e profissional, nas áreas de jardinagem e construção civil, com o apoio de uma unidade móvel. Ministrados pelo Senai e integrados às atividades de conservação do patrimônio público, os cursos proporcionam novas habilidades ao trabalhador, de forma a torná-lo apto a atender as exigências do mercado. Os alunos também aprendem a fazer higienização e limpeza, manutenção e recuperação dos equipamentos públicos.

Os alunos estudam quatro horas por dia, de segunda-feira a sexta-feira, e têm direito a benefícios, como auxílio pecuniário no valor equivalente a um salário mínimo mensal (R$ 1.100), vale-transporte e seguro contra acidentes pessoais.

 

 

 

 

Rejane Mota, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

O Administrador de Águas Claras, Andre Queiroz, lembra e convida os moradores da cidade a participarem neste sábado (9) da oficina temática de revisão do Plano Diretor de Ordenamento Territorial (Pdot) de Ceilândia e do Guará.

A participação está aberta aos moradores de 13 regiões administrativas. A primeira reunião será das 8h30 ao meio-dia, no Centro de Atenção Integral à Criança e ao Adolescente (CAIC) Bernardo Sayão, na QNN 28 de Ceilândia. Já o segundo encontro será das 14h30 às 18h, na Escola Técnica do Guará Professora Teresa Ondina Maltese (Cepag), na EQ 17/19 do Guará II.

No CAIC Bernardo Sayão, serão convidados para debater o futuro do Distrito Federal os moradores de Taguatinga, Brazlândia, Samambaia, Sol Nascente/Pôr do Sol e Ceilândia. No Cepag, são esperados os moradores do Núcleo Bandeirante, Riacho Fundo, Águas Claras, SCIA/Estrutural, SIA, Vicente Pires, Arniqueira e Guará.

As reuniões vão ocorrer tanto de forma presencial como virtual. As inscrições para participar pessoalmente já estão disponíveis no site do Pdot, preenchendo o formulário com nome, CPF, e-mail para contato e a cidade onde mora. Devido à pandemia, a quantidade de participantes presenciais será limitada a 100 pessoas para cada oficina.

Já o debate virtual será feito pela plataforma Zoom. Ele ocorrerá simultaneamente ao presencial e será transmitido, no dia do evento, pelo canal no Youtube da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh), chamado Conexão Seduh. O link estará disponível no portal do Pdot.

Em Águas Claras, a reunião on-line será transmitida, a partir das 14h30, diretamente do auditório do colégio La Salle, onde a equipe da Administração Regional estará presente com debates e interação.

A ideia é a população discutir os principais desafios enfrentados em sua cidade, com atividades e questionamentos que serão propostos aos participantes. “Essas próximas oficinas são em cidades muito populosas, a exemplo de Ceilândia, Samambaia e Taguatinga e, ao mesmo tempo, em cidades com realidades bem particulares, como Brazlândia e Estrutural. A ideia é ouvir a população de cada local, discutindo as problemáticas, assim como os pontos positivos de cada um”, explicou a subsecretária de Políticas e Planejamento Urbano (Suplan), Sílvia de Lázari.

Regras

Os inscritos para a reunião presencial deverão se apresentar no local com seu documento de identificação antes do início da reunião. Faltando 15 minutos para começar o evento, serão liberados os lugares não ocupados pelos inscritos para aqueles que não fizeram inscrição prévia. Não será ultrapassado o número total permitido nas reuniões presenciais, em cumprimento às regras sanitárias contra a Covid-19.

Os não inscritos deverão pegar senha no local e se manterem em fila para o caso de serem convidados para preencher uma vaga. Neste caso, será feita uma chamada por senha que, se não for atendida, seguirá para a próxima e assim sucessivamente.

Oficinas

Ao todo, serão sete oficinas temáticas organizadas pela Seduh, sempre aos sábados, nos períodos da manhã e tarde. A primeira já foi realizada em Santa Maria. Elas são promovidas em uma região administrativa que representa um grupo de cidades, intitulada Unidade de Planejamento Territorial (UPT).

A expectativa é que a administração regional de cada UPT também disponibilize uma sala onde será transmitida on-line a reunião, para aqueles que não puderem ir presencialmente.

*Com informações da Seduh

O projeto do Parque Sul tem por objetivo criar um espaço agradável e com bastante verde, de modo a conferir qualidade de vida à população de Águas Claras.A concepção do projeto foi eleita em concurso público promovido pelo Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB-DF).

O Parque Sul, no atual momento, iniciou as obras de pavimentação, como calçadas, estacionamentos e ciclovias. Os próximos passos incluem: construção de quadras esportivas e pista de patins; construção do Módulo de Apoio e Centro Comunitário; paisagismo, com plantio de novas árvores; instalações elétricas (incluindo iluminação) e hidráulicas; implantação de equipamentos: bancos, pergolados, brinquedos, etc; implantação de comunicação visual – placas e sinalização.

O projeto foi concebido de modo a integrar as facilidades de lazer juntamente com arborização planejada, que considerou as diversas estações, época de floração e porte das espécies de modo a se ter um parque agradável durante todo o ano.

Essa implantação, infelizmente, resulta na remoção de 52 árvores. No entanto, não se trata de um ambiente  arborizado naturalmente. São espécies exóticas (ou seja, uma alteração antrópica), remanescentes das chácaras que existentes naquela  região antes da implantação de Águas Claras, das quais muitas foram removidas para a construção dos prédios e ruas da cidade.

Afirma-se que parque não será um local inóspito e cimentado, pois 46 árvores serão mantidas e plantadas mais 237 novas árvores.

O projeto contempla vagas de estacionamento para os usuários do parque, que se situam ao longo da Rua Babaçu, Rua 25 Sul, e Rua Araribá, conforme diretrizes da SEDUH. Por ser um parque urbano, a Administração Regional de Águas Claras irá administrá-lo.

Já o Parque Central está em fase de estudos e a expectativa é que saia do papel no início do próximo ano, bem como a 2ª etapa das obras do Parque Sul.

Agradecemos ao nosso Governador Ibaneis Rocha, a equipe técnica da Terracap e toda equipe do GDF, por destravar esse processo histórico e destinar os recursos necessários para a execução dos parques em Águas Claras/DF.

Governo, em parceria com empresários e moradores, está transformando os espaços com reformas e melhorias

Espaços de lazer agradam muito à comunidade de Águas Claras. Uma das cidades mais novas do Distrito Federal, com 18 anos de criação, a Região Administrativa (RA) tem 36 praças em seu território. Agora, o governo está dando uma geral nesses locais. Desde o início do ano, 19 áreas de convivência já foram reformadas.

Uma força de trabalho envolvendo a Novacap, o Serviço de Limpeza Urbana (SLU/DF), o Polo Central Adjacente II do GDF Presente, além de servidores da Administração Regional de Águas Claras, está empenhada na manutenção das praças da cidade. E com uma ajuda essencial: a da comunidade.

Moradores e empresários também se envolvem nos reparos, seja na compra de materiais, seja em doações ou na vigilância, fundamental para evitar o vandalismo.

Um exemplo é a Praça das Gaivotas, na Quadra 301. A área ampla conta com espaço poliesportivo, parquinho, ponto de encontro comunitário (PEC) e equipamentos de calistenia. É ornamentada por plantas do cerrado, que são mantidas pelos moradores.

Com o auxílio do programa GDF Presente, o campo de esportes está sendo recuperado com pintura, troca do alambrado e instalação de tabelas de basquetebol. O parquinho também foi renovado. E a empreitada não para por aí.

Vizinha ao local, está uma escola infantil. A parceria foi de imediato assim que os gestores do colégio notaram os serviços na praça.

“Cedemos a nossa energia elétrica para que as máquinas pudessem trabalhar. E, agora, vamos comprar caixas d’água para a irrigação, com o apoio de mais dois comerciantes”, conta um dos mantenedores da escolinha, Maurício Rocha, 53 anos, também morador de Águas Claras.

“É frequentada por crianças, adolescentes e famílias inteiras. Somos educadores e nos preocupamos com a limpeza, a educação e a natureza em uma área que fica ao lado da gente”, ressalta a supervisora da escola, Tânia Velasco.

“Como nossas crianças são menores, pouco frequentam a pracinha. Mas, quando crescerem, é possível até fazermos uma atividade pedagógica ali”, complementa.

O ponto de lazer da Quadra 203 também passou por cuidados: calçadas e bancos reformados; parquinho revitalizado com a troca de areia e conserto de brinquedos; e a instalação de lixeiras. Outros beneficiados foram o das Quadras 209 e 101. Segundo o administrador de Águas Claras, André Queiroz, a característica da região faz com que as praças se tornem ‘points’.

“Águas Claras é uma cidade vertical, de prédios altos e, geograficamente, pequena. Então, a comunidade busca esses locais para recreação”, explica. “Muito brevemente nossos moradores vão ter o Parque Sul, mais uma excelente opção de lazer. Está em fase de conclusão de projeto arquitetônico pela Novacap”.

Mais calçadas e mobilidade

Investimentos em mobilidade também chegaram à região. Está saindo do papel a construção ou o reparo de 7 mil m² de calçadas, que correspondem a cerca de 3 km de passeios. O investimento é de cerca de R$ 500 mil, que serão liberados por meio de emenda do deputado distrital Agaciel Maia.

“Estamos mapeando os locais em conjunto com a Novacap. Ano passado foram 14 mil metros quadrados. Agora, estamos dando continuidade à construção dos passeios que trazem conforto e segurança aos nossos moradores”, finaliza o administrador.

* Com informações e fotos da Agência Brasília

 

 

 

 

 

 

 


A pandemia da covid-19 agravou a crise econômica, o que refletiu no aumento da população em situação de rua em várias regiões do Distrito Federal. Em Águas Claras, por exemplo, a Ouvidoria do GDF registrou 77 solicitações de assistência a pessoas nessa condição. Todas essas demandas são averiguadas pela Gerência de Políticas Sociais da Administração Regional de Águas Claras e encaminhadas à Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), órgão responsável pelos serviços de abordagem social e acolhimento institucional, entre outros ligados a essa questão (Creas, Cras, Instituto Ipê). O SLU é acionado quando há reclamações em relação ao acúmulo de lixos.

Para mapear a concentração dessas pessoas, a Administração de Águas Claras montou uma força-tarefa encabeçada pelo administrador André Queiroz, que fez uma ronda na cidade em conjunto com a equipe da Coordenação de Desenvolvimento (Codes). Além disso, a visita buscou compreender o motivo que atraía as pessoas para a região, apurando as doações voluntárias da população entre uma das principais causas.

“Todo esse trabalho envolve Estado, empresariado e cidadão”, avalia o administrador de Águas Claras, André Queiroz. “Somos todos fundamentais nesse processo de busca da autonomia das pessoas que se encontram nessa situação.”

Segundo o gestor, há muitos pedidos de retirada compulsória dessas pessoas dos locais públicos. Ele ressalta que o cidadão que não oferece risco a si e nem à população é livre para se locomover em todo o território nacional, garantia fundamental prevista no artigo 5º da CF/88.

O que cabe ao Estado é oferecer o acolhimento, que pode ser aceito ou não. Já para casos de drogadição ou de criminalidade, existem políticas públicas de saúde e de segurança destinadas a atuar. Nessas situações, orientamos que a população acione a Polícia Militar do DF ou 17º Batalhão de Polícia Militar do DF, em Águas Claras.

Abordagem social

As pessoas em situação de rua do DF são acompanhadas pelo Serviço Especializado em Abordagem Social (Seas), da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes). Cabe a essas equipes prestar o primeiro atendimento humanizado a essa população, explicar sobre direitos, programas e benefícios sociais e encaminhar os usuários de drogas – caso eles assim o desejem – a atendimento especializado nas unidades socioassistenciais.

Ao todo, 140 profissionais da abordagem social atuam até as 22h, diariamente, incluindo fins de semana e feriados. Eles se dividem em 28 equipes que atendem todo o Distrito Federal. Segundo a Sedes, responsável pela gestão do serviço, foram realizadas 4.956 abordagens somente no primeiro mês deste ano, em todo o DF.

As equipes do Serviço de Abordagem Social fazem rondas pelas regiões administrativas, acompanham as pessoas que vivem em invasões e orientam os moradores que se autodeclaram em situação de rua sobre como ter acesso a benefícios sociais, direitos garantidos na legislação, cuidados com a saúde e transtorno mental, questões habitacionais, funcionamento das unidades de acolhimento, retorno à cidade de origem e saída das ruas.

Como orientar

Saiba como informar sobre gratuidade na alimentação, doação consciente, atendimento socioassistencial e acolhimento institucional.

Você sabia que pessoas em situação de rua não pagam para almoçar em qualquer dos 14 restaurantes comunitários do Distrito Federal, que existem pelo menos 70 modalidades de acolhimento institucional espalhadas pelas regiões e que os as 11 unidades do Centro de Referência Especializados de Assistência Social (Creas) são destinadas a atender esse público?

Enfim, além da doação, que precisa sempre ser feita de maneira consciente e voluntária, o cidadão pode ajudar de outras formas as pessoas em situação de rua. De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Social, mais que um ato solidário, trata-se de dar dignidade e cidadania a essa população.

O acolhimento institucional, por exemplo, trabalha com possibilidades para os mais diversos públicos, como crianças, idosos, famílias e pessoas LGBTQIA+, entre outros. “No entanto, sempre destacamos que não há abrigamento compulsório”, enfatiza a secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha. “Não se retira ninguém da rua contra a vontade da pessoa. Fazemos um trabalho de abordagem social, apresentação e oferta de serviço e, principalmente, garantia de direitos”.

Por fim, a recomendação acerca de doações é que sejam feitas em entidades – como aquelas inscritas no Conselho de Assistência Social (CAS). Autoridades ressaltam que a doação de esmolas nas ruas, principalmente a crianças, mantém essas pessoas em situação de risco, sujeitas a intempéries como sol excessivo e chuva, bem como expostas à ação de criminosos.

*Com informações da Sedes

Serviços

Começou a arrecadação de brinquedos e livros infantis da edição 2021 da campanha Vem Brincar Comigo, do Governo do Distrito Federal (GDF). A iniciativa, que está na terceira edição, tem objetivo de fazer um Dia das Crianças mais feliz para crianças do DF em situação de vulnerabilidade social.

A partir desta segunda-feira (30) até o dia 30 de setembro, será possível realizar doações nas administrações regionais, batalhões do Corpo de Bombeiros, órgãos do GDF, Palácio do Buriti e anexo, e também na sede na Defesa Civil do DF, no SIA Trecho 6 Lotes 25/35 Edifício Excellence Business Center.

No ano passado, a campanha idealizada pela primeira-dama e secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha, e coordenada pela Subchefia de Políticas Sociais e Primeira Infância, Anucha Soares, vinculada à Chefia de Gabinete do Governador, arrecadou mais de 40 mil itens.

De acordo com Mayara Noronha Rocha, nesta terceira edição, a campanha visa bater o recorde de arrecadação do ano passado. “Quando sociedade civil, empresariado e servidores públicos unem esforços com o propósito de fazer o bem ao próximo, é possível levarmos esperança para milhares de crianças que não podem ter um brinquedo”, enfatizou a secretária.

Devido aos protocolos e medidas de segurança sanitárias, recomenda-se a higienização dos itens doados com água e sabão ou álcool 70%. Além disso, para facilitar a identificação e a manipulação do item, recomenda-se que os donativos sejam acondicionados em sacos transparentes.

Segundo Anucha Soares, subchefe de Políticas Sociais e Primeira Infância, o processo de higienização das doações foi implementado o ano passado, devido à pandemia, e continua sendo adotado. “A doação é um ato de amor, carinho e respeito ao próximo. Portanto, partindo desse pressuposto, pedimos que os itens doados estejam em condições de serem utilizados, bem como higienizados”, ressalta.

As informações sobre a Vem Brincar Comigo podem ser acompanhadas por meio da página da campanha, no portal do GDF.

*Com informações da Subchefia de Políticas Sociais e Primeira Infância

 

 

 

 

Está chegando a hora de proteger o seu melhor amigo

Dos dias 16 a 21/08 ocorrerá a vacinação antirrábica de cães e gatos, a partir dos 3 meses de idade, na cidade de Águas Claras.

Confira os locais de vacinação:

👉 Dias 16, 17, 18, 19 e 20

Horário: 9:00 às 14:00.

Local: 📍Administração Regional de Águas Claras, Rua Manacá, Lote 02 Bloco 01.

👉 Dia 21 SÁBADO

Horário: 8:00 às 14:00

Locais:

📍 Administração Regional de Águas Claras, Rua Manacá Lote 02 Bloco 01;

📍 Pão de Açúcar, Praça Tuim Quadra 206 lote 02;

📍Escola Ceav Jr, Av. Jequitibá Lote 485 Loja 01.

📍 Supermercado Águas Claras, QS 05, atrás da Clínica da Família.

 Recomendações durante a vacinação:

Os animais devem ser conduzidos por pessoas com idade e porte adequados para o manejo e segurança. É recomendado levar os felinos dentro de caixas de transporte apropriadas.

Vacine seu Pet! Quem ama cuida!

Saiba mais sobre a raiva:

Apesar de não haver casos de raiva em humanos, cães e gatos no Distrito Federal, há muitos anos, a enfermidade precisa ser tratada com seriedade. Dentre as doenças infecciosas de origem viral, a raiva é a única em relação a seu alcance e ao número de vítimas, que pode gerar uma encefalite aguda capaz de levar as vítimas ao óbito em praticamente 100% dos casos. A doença acomete todas espécies de mamíferos, inclusive, seres humanos.

O único caso da raiva humana, no Distrito Federal, foi registrado em 1978. O último caso diagnosticado de raiva em cães foi em 2000 e, em gatos, no ano de 2001. O vírus rábico circula no DF em quirópteros, nos bovinos, equídeos e outros animais.

O vírus da raiva fica presente na saliva de animais infectados e é transmitido principalmente por meio de mordeduras e, eventualmente, pela arranhadura e lambedura de mucosas ou pele lesionada.

Um dos importantes pilares do programa de vigilância da raiva preconizado pelo Ministério da Saúde é a campanha anual de vacinação contra raiva em cães e gatos, de modo a manter, no curto prazo, parcela significativa dessas populações imunes ao vírus. Essas campanhas foram iniciadas com a criação do Programa Nacional de Profilaxia da Raiva (PNPR) em 1973.

 

Com a ação realizada em Águas Claras nesta quarta-feira (21), chega a 651 o total de carros abandonados retirados das ruas do Distrito Federal, desde o início da Operação DF Livre de Carcaças, em fevereiro de 2020. Coordenada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP), a ação está alinhada com as medidas da Sala Distrital Permanente de Coordenação e Controle das ações de enfrentamento às doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, do Governo do Distrito Federal (GDF).

Participam da operação as secretarias de Cidades, Executiva de Políticas Públicas e DF Legal, o Departamento de Trânsito (Detran), a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) e a Diretoria de Vigilância Ambiental (Dival) da Secretaria de Saúde. A Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) e o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) também atuam junto às equipes.

“Esta é uma ação pioneira e já ultrapassamos a marca de 600 carcaças retiradas das ruas do DF. O comprometimento dos órgãos envolvidos tem sido primordial para continuidade da operação, que está alinhada com as medidas do GDF para o controle da dengue e demais arboviroses”, avalia o secretário de Segurança Pública, delegado Júlio Danilo.

De acordo com o secretário, a Operação DF Livre de Carcaças tem sido empregada nos programas implementados pela pasta, pela efetividade no aumento da sensação de segurança da população. “Temos incluído a operação na programação dos projetos implementados pela SSP/DF, como é o caso da Cidade da Segurança e Área de Segurança Prioritária. A limpeza da cidade e organização de desordens incide diretamente na segurança dos moradores”, explica.

Os carros recolhidos passam por controle vetorial realizado por agentes da Vigilância Ambiental, da Secretaria de Saúde. O material é levado para o depósito do 3º Distrito Rodoviário, do DER-DF.

Águas Claras é a 23ª região a receber as equipes. “A escolha da cidade depende do mapeamento realizado. Contamos com o apoio irrestrito dos Conselhos de Segurança (Consegs) e das administrações regionais. A população também participa, com o envio de informações para nosso e-mail”, ressalta o coordenador dos conselhos de segurança da SSP, Marcelo Batista.

Para o administrador regional de Águas Claras, André Queiroz, a operação é de extrema importância, pois é uma demanda recorrente dos moradores da região. “Com a retirada dos carros abandonados podemos agregar maior segurança para a população, além da eliminação de eventuais focos do mosquito Aedes aegypti“, afirma.

*Com informações da Secretaria de Segurança Pública

 

 

 

 

Um mutirão de limpeza tomou conta das ruas de Águas Claras há duas semanas. O objetivo: consertar e higienizar as bocas de lobo de toda a região administrativa. Em uma parceria com o programa GDF Presente, operários da Administração Regional estão diariamente nas avenidas e já recuperaram 150 bueiros até esta sexta (16).

O trabalho é uma preparação das caixas – fundamentais no sistema de drenagem – para o período das chuvas. Diversas avenidas da cidade já foram atendidas, entre elas Castanheiras, Araucárias e a Parque Águas Claras. Nesta quinta-feira (15), o serviço foi executado em ruas menores, como Paineiras e Flamboyant.

Segundo o administrador, André Queiroz, a força de trabalho do Polo Central II do GDF Presente foi fundamental nas ações. “Com a ajuda deles, foi possível otimizar a manutenção nas bocas de lobo. Algo que é fundamental, pois evita alagamentos nos meses chuvosos e, assim, traz mais segurança para a população”, reforça.

Seis reeducandos do projeto Mãos Dadas, da Secretaria de Administração Penitenciária (Seape), participam do mutirão. Segundo o gerente de obras da cidade, Norberto Duarte, as tampas de concreto dos bueiros também são trocadas quando necessário. Entulhos de obras, garrafas pet e papelão são os objetos mais encontrados nos locais.

Irrigação em espaços verdes

Mas as bocas de lobo não foram os únicos alvos. Homens do Serviço de Limpeza Urbana (SLU) varreram e fizeram o recolhimento de inservíveis e lixo verde na Praça Rouxinol, entre as ruas 13 e 14 Sul de Águas Claras. E, para manter o “verde” em dia, foi realizada a irrigação de dois espaços: o balão da faculdade Unieuro e a praça Condor.

“É um serviço em parceria com a Administração e outros órgãos de governo que vem funcionando muito bem. O resultado é uma cidade limpa e mais confortável para os moradores”, pontua o coordenador do polo, Rodrigo Caverna.

As equipes também fizeram a manutenção das calçadas na esquina da Rua Buriti com a Boulevard Sul . Meios fios quebrados e a rampa de acessibilidade foram reconstruídos.

 

 

 

Além de causar poluição visual, as faixas de publicidade são colocadas de forma inadequada, às vezes irresponsável e sem autorização em lugares públicos como rotatórias e gramados. Os trabalhos de fiscalização e retirada do material são realizados pela Secretaria DF Legal, em parceria com as administrações regionais.

“É importante essa fiscalização porque evita muitos danos para a sociedade, como a poluição visual, além de sujeira nas vias públicas e danos ao patrimônio público”, explica o coordenador de Fiscalização da DF Legal, Rildo Wagner. “Essas faixas podem cair e, de mera propaganda, passam a ser resíduos que causam entupimento de bocas de lobo, gramados e jardins, sem falar de consequências graves como acidentes de pedestres, ciclistas e motoristas”, reforça.

O uso indevido de publicidade em áreas públicas é uma infração punida de acordo com as leis distritais 3035/2002 e 3036/2002, sem previsão de prisão, com multas de R$ 623, 46 a R$ 1.870,57, dependendo da gravidade e localização da área comprometida. O DF Legal atua em todo o território distrital, com apoio logístico das regiões administrativas (RAs).

Em Águas Claras, nesse primeiro semestre,  cerca de de 5 mil peças publictárias foram retiradas das ruas da cidade. Os trabalhos de remoção são realizados diariamente.  “O nosso objetivo é manter a cidade limpa, sem poluição visual, além de demais transtornos ocasionados, como o aumento de risco de acidentes”, reforça o administrador de Águas Claras, André Queiroz.

Na parceria com as RAs, geralmente dois inspetores fiscais fazem parte da patrulha, mas cada Administração Regional tem autonomia para fazer os trabalhos de retiradas das faixas dentro de sua própria logística, contudo, sem o poder de aplicar multa. É o que conta o gerente de Obras da Administração de Águas Claras, Norberto Duarte de Souza.

“Os servidores das administrações só podem recolher o material que está no chão, aqueles fixados com estacas ou cavaletes de madeira”, explica. “Não multamos, mas fiscalizamos, fazemos o mapeamento dos locais com esse material e registramos uma notificação que é encaminhada para o DF Legal.”

Reaproveitamento

Em Águas Claras, os locais mais utilizados pelos infratores são aqueles de maior fluxo de carros e pedestres, como as rotatórias e cruzamentos, como os acessos aos shopping centers Águas Claras e Metrópole, ligando a Rua 19 à Avenida Boulevard. “Atuamos quase que diariamente para não acumular material, mas nos fins de semanas o pessoal coloca as faixas de volta, agindo na calada da noite”, conta Norberto.

Moradora da Quadra 208, próximo à estação de Metrô Águas Claras, a arquiteta e servidora pública Edna de Souza, 33 anos, diz que as faixas, além de deixarem feias as ruas da cidade, às vezes causam incômodo a quem circula pela região. “Importuna muito, e às vezes é perigoso para quem anda de bicicleta ou a pé mesmo”, observa. “Acho que tem que ter um outro canal para esse pessoal se comunicar com seu público – as redes sociais, por exemplo”.

Boa parte das faixas recolhidas pelos servidores de Águas Claras é reaproveitada. Depois que um bom volume do material é acumulado no pátio da administração regional, as estacas de madeiras são encaminhadas para os parques de Águas Claras, Areal, Samambaia e demais parques do DF e são usadas como tutores de plantas.

No Parque de Águas Claras

A Adminsitração Regional de Águas Claras preocupada com a sustentabilidade, realiza um trabalho de reaproveitamento das estacas de madeiras com parques do DF. No Parque Ecológico de Águas Claras, as estacas de madeiras são utilizadas pelo Instituto Brasília Ambiental  e pelo Grupo Voluntários do Parque como tutores, com o objetivo de sinalizar e sustentar as mudas no seu plantio. 

O administrador do Parque de Águas Claras, José Reis, enfatizou a importância do uso das estacas para continuidade das etapas de plantio de mudas realizadas pelo Grupo Voluntários do Parque. Em viveiros, os voluntários cultivam os mais variados tipos de plantas que vão desde as exóticas, nativas e medicinais, além de belíssimos jardins. 

 

 

 

A partir desta terça-feira (25), os moradores de Águas Claras podem contar com uma nova estrutura que vai ajudar a manter a região mais limpa: o papa-entulho. Um local adequado para a destinação final de pequenos volumes de entulhos e inservíveis. Este é o 12º equipamento entregue para os moradores do Distrito Federal e está localizado na Avenida Jacarandá, lote 24, próximo à linha de transmissão de Furnas.

A obra desta unidade custou R$ 191.210,45, foi construída por meio de emenda parlamentar e também vai beneficiar os moradores de Arniqueira, Taguatinga Sul e Park Way, já que o equipamento fica próximo dessas regiões. A área tem 900 m² disponíveis para o descarte gratuito de até um metro cúbico de restos de construção (equivalente a uma caixa d’água de mil litros), móveis velhos, óleo de cozinha, restos de podas de árvore e materiais recicláveis.

Presente ao evento, o vice-governador Paco Britto parabenizou a entrega do 12° equipamento no Distrito Federal como uma iniciativa “preciosa”. “O governo Ibaneis Rocha tem respeito pela população e com esta entrega está levando saúde aos moradores dessas áreas”, ressaltou.

Na oportunidade, o vice-governador também anunciou a inauguração, na próxima sexta-feira (28), do Hospital Acoplado de Samambaia, lembrando que a instalação ficará como um legado para a população do Distrito Federal. “Se não tivéssemos o maestro Ibaneis, esse time não faria nada. É com sua maestria que conseguiremos atender à população do DF e entregar as melhorias e obras para uma Brasília melhor”, elogiou.

O diretor-presidente do SLU, Silvio Vieira, agradeceu ao governador Ibaneis Rocha pelos investimentos e destacou a importância do papa-entulho. “Esta é uma obra simples, mas que traz um impacto muito grande nas nossas cidades. É aqui que devemos fazer o descarte correto de resíduos que a gente não coloca na coleta convencional”.

A administração regional de Águas Claras vai divulgar entre a população o novo espaço. “A cidade só tem a ganhar. Nossa região é uma grande geradora de resíduos, por ser um dos maiores polos empreendedores do DF. Esse papa-entulho vai contribuir para evitar o descarte irregular”, disse o administrador da região, André Queiroz. Presente à inauguração, a administradora de Arniqueira, Telma Rufino, também agradeceu ao SLU pelo investimento.

Além de Águas Claras, o SLU possui outros 11 papa-entulhos distribuídos nas regiões de Taguatinga, Guará, Asa Sul, Santa Maria, Planaltina, Gama, duas unidades em Brazlândia e outras três, em Ceilândia. Juntos, só no primeiro trimestre deste ano, os papa-entulhos receberam 6.141,39 toneladas de entulhos, podas e volumosos que poderiam estar descartados irregularmente em áreas públicas.

Os moradores também não precisam se preocupar com mau cheiro, pois no papa-entulho não é permitido o descarte de resíduo domiciliar, como material orgânico e restos de comida. O local também não recebe resíduos especiais, como pilhas, lâmpadas ou baterias, que fazem parte da política de logística reversa e devem ser encaminhados para descartes específicos em pontos de coleta de material eletrônico.

Comitê

Ao final do evento, Paco Britto e a equipe do Comitê Todos Contra a Covid entregaram unidades de álcool gel a cerca de 30 pessoas da cooperativa que beneficia a reciclagem em Ceilândia, Samambaia e Taguatinga, do projeto “Recicle a Vida”, situada em Ceilândia Norte.

Acesse http://www.slu.df.gov.br/papa-entulho/ e saiba o endereço do papa-entulho mais próximo da sua casa.

 

*Com informações do SLU. 

 

 

 

Em continuidade a Programação de Aniversário de Águas Claras, foi inaugurado na manhã do dia 25 de maio, a sede do Conselho Regional de Cultura de Águas Claras.

O espaço localizado na Praça Rouxinol, antigo Posto de Saúde, será exclusivamente destinado ao movimento cultural da cidade, com o intuito de atender, mapear e ampliar a participação dos artistas, além de promover cursos, debates, oficinas, aulas, e eventos que contemplem todas as manifestações artísticas.

Eleita, a presidente do Conselho Regional de Cultura de Águas Claras, Estela Domênico, agradeceu a oportunidade de comandar o conselho na cidade. “Estou muito feliz. É um sonho muito antigo de fomentar a cultura em Águas Claras. Trazer vida e arte para essa cidade, e agradeço a oportunidade da administração”.

Desejo antigo do Gerente de Cultura da Administração Regional de Águas Claras, Tércio Mendes, falou da importância do Conselho de Cultura para a cidade de Águas Claras. "O novo espaço será um difusor, uma abertura para a cultura em nossa cidade e nas demais regiões administrativas", afirma.

Oficialmente o inverno começa em 21 de junho, mas aqui no DF já estamos enfrentando temperaturas baixas, por isso, a Subchefia de Políticas Sociais e Primeira Infância, em parceria com a Secretaria de Governo, Vice-Governadoria, Corpo de Bombeiros Militar e Defesa Civil do Distrito Federal, lançou ontem a Campanha do Agasalho Solidário 2021.

Queremos arrecadar itens que esquentam! Cobertores, casacos, meias, luvas e gorros para doar para pessoas em situação de vulnerabilidade social.

As doações poderão ser entregues no Palácio do Buriti e no prédio anexo, bem como em todos os Batalhões do Corpo de Bombeiros. A campanha receberá doações até o dia 30 de junho.

Em Águas Claras as doações podem ser entregues no 25° Grupamento Bombeiro Militar, localizado na Avenida Sibipiruna, Lote 07.

Para obedecer aos protocolos sanitários devido à pandemia, recomendamos que os donativos sejam lavados e entregues em sacos plásticos para facilitar identificação e triagem. Todos as peças serão imediatamente entregues às famílias em situação de vulnerabilidade do DF.

*Com informações Agência Brasília 

Dando continuidade aos trabalhos que tiveram início entre agosto e setembro de 2020, a Secretaria de Governo segue apresentando os coordenadores regionais. Na tarde desta terça-feira (20) aconteceu mais um encontro na sede da Administração Regional de Águas Claras, com o secretário executivo das Cidades, Valmir Lemos, e os administradores regionais de Águas Claras, Vicente Pires, Taguatinga, Arniqueira e Brazlândia. 

Em pauta, o secretário das Cidades, Valmir Lemos apresentou aos administradores regionais, o Coordenador da Unidade Regional da Área Oeste I, José Gondim, que ficará responsável pelas mediações entre essas cinco administrações regionais e o Governo do Distrito Federal.

O secretário ressaltou a importância do papel dos coordenadores regionais junto ao governo. “É mais um passo no processo de gestão das administrações regionais. A proposta é que todos os programas do governo, todas as ações que estão acontecendo e que são canalizadas pelos administradores, possam contar com o auxílio dos coordenadores regionais, para que dessa forma, possamos alcançar em um menor tempo possível os objetivos almejados”.

As coordenações regionais funcionam como um facilitador, um elo entre as administrações e o governo. Para o coordenador regional, José Goudim, pessoa de extrema confiança do governador Ibaneis Rocha e do secretário de Governo, José Humberto Pires, o atual momento pelo qual estamos passando, em virtude da pandemia, requer esforços mútuos. “O Governo do Distrito Federal, tem a preocupação em dar sequência aos trabalhos e essa se torna mais uma atividade, mais um encontro realizado. Esse é o nosso objetivo, juntamente com os administradores regionais, mostrar que o governo e as administrações estão juntos, e dessa forma dar uma resposta à população da gestão, que tanto merece”, afirma.

Administradores presentes:
André Queiroz / Águas Claras
Telma Rufino / Arniqueira
Daniel de Castro / Vicente Pires
Jesiel Costa / Brazlândia
Ronaldo Costa / representando o administrador de Taguatinga.

 

A Administração Regional de Águas Claras, vem inteirar a população sobre a fase final de elaboração do Plano de Ocupação dos ambulantes.

Após levantamento, chamamento público ocorrido de 16/10/2019 a 31/10/2019, cadastro geral com entrega de documentos e ajustes, o Plano está em fase de elaboração, para que possa ser publicada a Portaria.

Importante ressaltar que o cadastro não é permissão para exercer atividade sem a devida autorização. Não gera direito à obtenção de licenças e alvará provisório.

Ficarão condicionados à existência de áreas públicas sificientes destinadas à atividade de comércio ou de prestação de serviços de ambulantes, bem como ao preenchimento dos requisitos previstos na legislação.
 


A Administração Regional de Águas Claras, recebeu da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), na última quarta-feira (24), a carreta reboque do tipo prancha, que juntamente com o rolo compactador, este já entregue em setembro de 2020,  agregarão uma maior agilidade e eficiência em serviços de melhorias e manutenção da cidade. 

 O administrador regional de Águas Claras, André Queiroz, agradeceu o comprometimento do Governador Ibaneis Rocha com a região administrativa de Águas Claras. “É um dia muito especial,  comparecer novamente à Novacap, para retirada de mais um equipamento, que nos auxiliará em nossas ações diárias, agradeço a toda a equipe do governo, que tem sido o braço terceiro dentro de Águas Claras, por mais essa ação em prol da cidade.

Para o gerente de obras da administração regional, Norberto Duarte, conhecido como Betão, os equipamentos serão de grande valia para os trabalhos da administração. “ Estamos honrados com  a entrega dos maquinários. O rolinho e a carretinha, terão um papel fundamental nas ações realizadas pela nossa gerência de obras e manutenção, um facilitador  nas operações de tapa-buracos e vários outros serviços na nossa região administrativa.

A Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) entregou cinco rolos compactadores de asfalto e 17 reboques tipo carreta prancha para 17 administrações regionais. No total, foram adquiridas 35 unidades dos dois tipos de equipamento, fruto de um investimento de R$ 8,1 milhões do GDF.

Alguns equipamentos já haviam sido entregues para outras administrações regionais. Com isso, agora, cada região administrativa conta com um compactador de asfalto, equipamento vital para executar as operações tapa-buracos e levar mais segurança e estabilidade para as ruas e avenidas do DF. O reboque também é indispensável para os serviços, sendo a maneira mais rápida de transportar o rolo compactador.

O presidente da Novacap, Fernando Leite, participou da cerimônia de entrega e ressaltou da importância dos equipamentos para as ações das administrações regionais. “Estamos dando autonomia para as administrações regionais cumprirem o seu papel de fazer a linha de frente nas operações de tapa-buracos, dando mais qualidade de vida para a população”, afirma.

Já o secretário executivo das Cidades, Valmir Lemos, destacou que a entrega dos rolos compactadores e dos reboques só foi possível por meio da união de esforços entre as pastas do GDF: “Quero agradecer à Novacap pelos investimentos que estão sendo feitos, além da Secretaria de Economia, que liberou os recursos para que pudéssemos fazer as licitações”, conclui.

Além dos representantes das regiões administrativas, também participaram da cerimônia alguns coordenadores do programa GDF Presente, que trabalha em parceria com as administrações regionais nas ações de manutenção urbana por todo o Distrito Federal. 

*Com informações da Agência Brasília

Serviços do GDF Presente agregam melhorias em Águas Claras

Em mais uma edição do programa GDF Presente na cidade, entre os dias 1° a 5 de março, várias ações de melhorias em prol da cidade forma intensificadas. O Polo Central II, coordenação responsável pela região administrativa, reforçou maquinário e mão de obra em conjunto com as equipes da Administração Regional. 

Manutenção de Vias

Com a constância das chuvas, buracos começaram a surgir pela cidade. Cerca de 12 toneladas de massa asfáltica, fornecida pela Novacap, foram utilizadas para fazer essas correções. Passaram por manutenção as ruas 17 e 5 Sul, 33 e 34 Norte, as ruas Manacá e das Pitangueiras, rua 26 Norte com a Avenida Parque Águas Claras, além das Avenidas Pau Brasil, Jequitibá com a Copaíba e Avenida Vereda da Cruz.

Terraplanagem

A área rural da cidade teve uma atenção especial por parte GDF Presente e da Administração Regional. O administrador Regional de Águas Claras, André Queiroz, e equipe estiveram no setor de chácaras, Colônia  Agrícola Governador, escutando os moradores e realizando ações de benfeitorias. Com a ajuda dos maquinários do programa GDF Presente, foram realizadas terraplanagem nas ruas de acesso às chácaras, para melhor fluidez do trânsito local. Demandas referentes a erosão do solo, roçagem e podas, foram registradas pelo gerente de obras da administração, Norberto Duarte. Para a moradora, Cláudia, é de extrema importância essa aproximação do governo com os moradores. “ Agradeço a Administração Regional de Águas Claras e equipe pela parceria e por estarem sempre atendendo aos nossos pedidos”, afirma.

O administrador regional de Águas Claras, André Queiroz, ressalta a importância do Programa GDF Presente e do interagir do governo com a população.” O Programa GDF Presente é uma iniciativa efetiva e ágil na prestação de serviços públicos criada pelo nosso Governador Ibaneis Rocha e coordenada pela Secretaria de Estado de Governo/DF. O programa fortalece a nossa Região Administrativa com a execução de ações integradas com outros órgãos e entidades públicas do DF, definidas em cronograma pré-estabelecido, onde conseguimos atender grande parte das demandas recorrentes da comunidade oriundas principalmente do nosso sistema de ouvidoria e de requerimentos diretos à Administração Regional, um bom exemplo desses canais também é o Programa “Administração nas Quadras”, criado pela nossa gestão em janeiro de 2021, onde o Administrador Regional juntamente com sua equipe técnica escutam, discutem e deliberam as demandas “in loco” com síndicos, lideranças comunitárias, cidadãos, entidades, etc  que residem na quadra onde estão reunidos, criando conjuntamente soluções, alternativas e possíveis mediações com outros órgãos e entidades do GDF para tratativas de assuntos relacionados àquela região”, conclui.

Limpeza 

O Programa GDF Presente realiza, entre outras ações, mutirões de limpeza nas cidades. Com o reforço de máquinas, caminhões e equipes envolvidas, ações de limpeza foram realizadas em toda a cidade de Águas Claras. O pátio de obras da administração regional passou por limpeza geral, com recolhimento de lixos, entulhos e inservíveis. O linhão, atrás da Quadra 207, local de grande concentração de descarte de lixo e entulho, teve sua área completamente limpa. O mutirão de limpeza também percorreu as ruas das cidades, galhos, inservíveis, restos de podas e engenhos publicitários (750 faixas) foram retirados da rua da cidade. Totalizando 100 toneladas de lixo e entulhos, nos cinco dias de ações do programa na região. Como medida de combate à Covid-19, os 16 abrigos de ônibus da cidade passaram por limpeza e higienização.

 

Manutenção e Conservação

A Administração Regional de Águas Claras, o   Programa GDF Presente e o Programa Administração nas Quadras, em parceria com o Slu, Detran, Ceb , Caesb e demais órgãos envolvidos, realizaram manutenção em diversos pontos da cidade. O parquinho infantil da Quadra 301 passou por capina, limpeza e manutenção. A Praça Colibri recebeu limpeza geral. Na quadra 101, as bocas de lobo passaram por limpeza e troca de algumas tampas. A Estação Águas Claras recebeu pintura dos estacionamentos, e na Quadra 301 as lâmpadas queimadas da praça forma trocadas. Na boulevard Sul, rua 22, barreiras de trânsito foram colocadas para coibir o constante estacionamento irregular na região, em frente ao Le Quartier.

De acordo com Decreto nº 41.841, de 26/02/2021, alterado pelo Decreto nº 41853, de 02/03/2021, "§ 3° Compete aos dirigentes dos órgãos e entidades mencionados no § 2º deste artigo expedir as instruções para a continuidade do funcionamento dos serviços essenciais à população…" .

Pelo exposto, em virtude do agravamento da pandemia da Covid-19, o atendimento à comunidade será realizado, de forma temporária, por agendamento.

Tal medida se faz necessária para continuidade dos serviços públicos, bem como, visando a proteção da comunidade e dos servidores.

Segue o rol dos setores para contato:

Atendimento: 9.9122-0149  /  de segunda a sexta de 8h às 12h e 14h às 18h

Ouvidoria: 162  /  ouvidoria@aguasclaras.df.gov.b

Protocolo: protocolo@aguasclaras.df.gov.br /  protocolo.atendimento.raxx@gmail.com

Junta Militar:  jsm@aguasclaras.df.gov.br  

Alistamento Militar: www.alistamento.eb.mil.br

Desenvolvimento (Cultura, Esporte, Territórios e Políticas Sociais): juliana.macedo@aguasclaras.df.gov.br  / 9.9414.8704

Sala do Empreendedor: narciso.junior@aguasclaras.df.gov.br  / 9.9111-7099

Diretoria de Aprovação e Licenciamento: dialic@aguasclaras.df.gov.br  /  geloae@aguasclaras.df.gov.br / 9.9364-49329.9551-6118

 

Rejane Mota da Silva, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

Em visita à Administração Regional de Águas Claras, na tarde de hoje, (12/02) o Secretário de Governo, José Humberto, e das Cidades, Valmir Lemos, visitaram as instalações do órgão, cumprimentaram os servidores e fizeram alinhamento junto às coordenações da administração regional sobre as prioridades do Governo do Distrito Federal para o corrente ano de 2021 que serão realizadas na cidade de Águas Claras.

O Secretário de Governo, José Humberto, explicitou que o trabalho de acompanhar os serviços das administrações regionais é de suma importância para que haja uma maior eficiência dos serviços públicos, “ Muito bom estar aqui na Administração de Águas Claras e gostaria de cumprimentar todos os moradores e moradoras, viemos aqui hoje, nesta sexta-feira, fazer uma visita à Administração, quero cumprimentar ao Administrador André Queiroz e toda equipe, parabenizar pelo trabalho que está sendo desenvolvido e principalmente pelas ideias de projetos para serem realizadas em 2021, estamos trabalhando o projeto da UBS (Unidade Básica de Saúde), da 3ª saída de Águas Claras, e também da feira permanente (ou mercado) para melhor atender a população. Águas Claras é uma cidade nova e muito bem estruturada, e que tem do nosso governo e do Governador Ibaneis, um olhar muito especial”, afirma.

O Secretário das Cidades, Valmir Lemos, ressalta que as visitas às regiões administrativas são uma oportunidade de conhecer suas necessidades, “ Cada região tem suas características e necessidades distintas, o projeto de visita às administrações teve início em 19 de janeiro deste ano, a cidade de Águas Claras está sendo a penúltima regional que estamos visitando, trabalho fruto de um grande estudo, para que dessa forma, possamos vivenciar as experiências, dificuldades e anseios de cada administração regional, e dizer que, as administrações não estão sozinhas e parabenizo a toda a equipe pelos trabalhos desempenhados”, afirma.

Para o Administrador Regional de Águas Claras, André Queiroz, “ Essa aproximação da Secretaria de Governo para com as administrações regionais é um facilitador para a resolução de vários problemas enfrentados em nossa jornada. Agradeço aos Secretários e ao nosso Governador Ibaneis Rocha pela oportunidade de apresentarmos os nossos anseios e desafios enfrentados em nossa região administrativa”, ressalta.

A equipe da Administração Regional de Águas Claras agradece aos Secretários pela visita, empenho e carinho para com todas as Administrações Regionais.

 

 

 

Rejane Mota, da Assessoria de Comunicação – Administração Regional de Águas Claras

Na manhã da última sexta-feira (05/02), o Administrador Regional de Águas Claras, André Queiroz, e equipe, juntamente com a Assessora do Gabinete do Deputado Agaciel Maia, Elisângela Rocha, reuniram-se com síndicos de alguns Condomínios Residenciais da Quadra 104.

Em pauta foram abordados assuntos referentes a ações de melhorias para a Praça Tiziu, como iluminação, segurança, podas de árvores, plantio de grama, segurança, manutenção de alguns bloquetes, entre outros.

O Administrador Regional, André Queiroz, e equipe analisaram "in loco" todos os problemas apresentados pelos síndicos, apresentando alternativas e mediação junto aos demais órgãos para solução dos problemas.

Um dos problemas apresentados, composição da grama, já  será resolvido nos próximos dias.

Nossos agradecimentos a presença dos síndicos:

 Residencial Villeneuve
– Sr.João, Bloco A;
– Sra. Veridiana, Bloco B1
– Sr. Marcelo, Bloco B2
– Sr. Manoel, Bloco B3
– Sr. Wilton, síndico geral

 Residencial Flora Brasilis 
-Sra. Ana Paula 

 Residencial Avante 
– Sr. Fernando 

Os grupos de síndicos, líderes comunitários, Associações, moradores, entre outros, podem solicitar a visita do administrador "in loco" para conversarem sobre melhorias para a nossa cidade através do telefone (61) 9.9122-0149.

O Programa Administração nas Quadras não somente escuta, como atende às reinvidicações da população procurando mediar junto aos demais orgãos do governo soluções para os problemas apontados pela população.

É a Administração Regional de Águas Claras e o Governo do Distrito Federal cada vez mais perto de você!

Rejane Mota, da Assessoria de Comunicação – Administração Regional de Águas Claras

Na tarde do dia 02 de fevereiro, o Administrador Regional de Águas Claras, André Queiroz, esteve presente no Drive-thru do Centro Universitário Unieuro, acompanhando e incentivando a vacinação dos nossos idosos contra a COVID-19.

Segundo dados da Secretaria de Saúde, aproximadamente 1.200 doses de vacinas foram aplicadas nesse primeiro dia de vacinação pelo sistema de Drive-thru em Águas Claras.

A vacinação acontece das 8h às 17h e é destinada aos idosos com 80 anos ou mais.

Aproveitamos para agradecer aos Heróis da saúde pelo empemho, determinação e carinho para com a população do DF nesse momento pelo qual estamos enfrentando. 

A vocês todo o nosso respeito, gratidão e admiração!

Rejane Mota, da Assessoria de Comunicação – Administração Regional de Águas Claras

O último drive-thru de lixo eletrônico do ano foi feito, neste domingo (20), em frente à Administração de Águas Claras foi um sucesso,. Foram coletados 2.214 kg em materiais e equipamentos para recondicionamento e reciclagem. A ação faz parte do Reciclotech, programa da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti-DF) que recicla materiais descartados e os doa a pessoas carentes. A iniciativa já percorreu as cidades de Cruzeiro, Gama, Guará, Jardim Botânico, Lago Sul, Park Way, Plano Piloto,  São Sebastião, Sudoeste e Vicente Pires. Ao todo, 25 toneladas de produtos foram arrecadadas.

Todo o lixo eletrônico recolhido neste domingo e de recondicionamento rápido será doado, na véspera de Natal, para o projeto Mãos Solidárias, que beneficia a população de Sol Nascente/Pôr do Sol. A iniciativa atende, gratuitamente, mais de 240 crianças (4 a 17 anos) e suas famílias com atividades socioculturais. 

Projeto

O Reciclotech foi idealizado pela Secti-DF e é gerido pela Programando o Futuro, Organização da Sociedade Civil (OSC) com mais de 20 anos de experiência no ramo. A entidade foi selecionada e habilitada a partir de processo de chamamento público junto à Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAP-DF).

A expectativa é de que mil toneladas de lixo eletrônico sejam coletadas por ano, com potencial para criação de 100 laboratórios de informática a partir do alcance de 5 mil equipamentos doados. Na vertente da capacitação, o plano é que, anualmente, mil jovens a partir de 14 anos passem por cursos de informática básica, manutenção de computadores, redes e robótica.

Para o administrador de Águas Claras, André Queiroz, o drive-thru deste domingo conciliou os festejos natalinos com uma iniciativa de inclusão digital. “Principalmente para aquelas pessoas de baixa renda. Além do descarte adequado desse tipo de lixo por parte da comunidade, os materiais serão recondicionados e doados no Natal aos referidos alunos”, ressalta o responsável pela cidade.

Para saber onde encontrar um ponto de descarte ou unidades móveis do Reciclotech, acesse o site da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação.

Fonte: Agência Brasília

Rejane Mota, da Assessoria de Comunicação – Administração Regional de Águas Claras

O que fazer com os seus equipamentos eletrônicos que não possuem mais condições de uso? Sabia que eles ainda podem promover a inclusão digital de alunos de baixa renda? É nesse sentido que Águas Claras receberá a  Caravana do Descarte Especial de Natal, no domingo, dia 20 de dezembro. Separe seus equipamentos eletrônicos, como computador, impressoras, telefones, carregadores , eletrônicos e eletrodomésticos em geral , e descarte com segurança. Para isso basta colocá-los em alguma embalagem e trazer até a sede da Administração Regional, de 10h às 16h.

Além de descartar de maneira adequada seus resíduos, você estará contribuindo para que um jovem possa estudar com o material doado, uma vez que os equipamentos que apresentarem condições de uso serão recondicionados e posteriormente doados.

O Drive Thru do Lixo Eletrônico faz parte do RECICLOTECH, que é um Programa desenvolvido pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do DF, em parceria com a  Organização Social Programando o Futuro, que alinha capacitação profissional de jovens, recondicionamento de resíduos eletrônicos, doação de equipamentos, educação ambiental e preservação do meio ambiente. A Administração Regional de Águas Claras é uma das parceiras para a realização do evento na cidade. 

A pandemia do coronavirus trouxe à tona a realidade da exclusão digital e a necessidade de enfrentá-la. Doe no Drive-Thru do Lixo Eletrônico e contribua para que 1.500 computadores sejam doados para alunos de baixa renda.

Em comemoração aos festejos natalinos, todos os equipamentos descartados no dia e de rápido recondicionamento serão reparados e doados para uma instituição no dia 24 de dezembro!

 

Seja o Papai Noel de uma família!

 

Serviço:

Drive-Thru do Lixo Eletrônico

Domingo, dia 20 de dezembro, das de 10h às 16h

Local: Administração Regional de Águas Claras

Informações: 61. 99231-1923

Rejane Mota, da Assessoria de Comunicação – Administração Regional de Águas Claras

Foi liberada, nesta quinta-feira (10), a ponte construída sobre o Córrego Samambaia, na Estrada Parque Vicente Pires (EPVP). A obra era aguardada por mais de 60 mil condutores que trafegam diariamente no local, provenientes de Águas Claras, Arniqueira, Vicente Pires e Park Way, e também por quem passa pelas estradas parque Taguatinga (EPTG, DF-085) e Núcleo Bandeirante (EPNB, DF-075). Com investimentos de R$ 2,4 milhões, o serviço foi concluído pelo Departamento de Estradas de Rodagem do DF (DER) em sete meses.

A ponte é uma reivindicação antiga da comunidade devido ao alagamento constante nos períodos de chuva. A obra foi realizada pelo DER-DF e contou com o apoio da CAESB para solucionar o problema da rede de águas pluviais e esgoto. 

O Administrador da Região de Águas Claras, André Queiroz, abriu a solenidade de inauguração. 

Entre as autoridades presentes estava o Secretário de Governo,José Humberto, representando o Governador do DF, Ibaneis Rocha, o Diretor Geral do DER-DF, Fauzi Nacfur, o Presidente da Novacap, Fernando Leite,  o Secretário de Obras e Infraestrutura, Luciano Carvalho, o Deputado Distrital, Roosevelt Vilela, representando a Câmara Legislativa, o Secretário de Projetos Especiais, Roberto Andrade, o Administrador do Park Way, Maurício Tomaz e o Administrador de Vicente Pires, Daniel de Castro. 

A Administração Regional de Águas Claras agradece a todos os envolvidos pela revitalização da ponte, a qual favorece a melhoria do tráfego na cidade.

Juntos somos um Governo só!

Rejane Mota, da Assessoria de Comunicação – Administração Regional de Águas Claras

No dia 3 de dezembro, a Controladoria-Geral do DF divulgou, por meio de suas redes sociais (CGDF oficial), os órgãos públicos do Distrito Federal que atingiram os 100% do Índice de Transparência Ativa e nesta segunda e terça-feira (07 e 08/12), foram realizadas as entregas dos troféus, mediante agendamento para evitar aglomerações.

Essa é a 5ª edição do Prêmio ITA (Índice de Transparência Ativa), que tem por objetivo estimular a publicação ativa de informações de interesse público.
 
Para a premiação, foram realizadas avaliações das informações divulgadas nos sites, seguindo as normas da lei distrital de acesso à informação do DF (nº 4.990/2012). Entre elas estão desde as mais corriqueiras — como endereço e formas de contatos telefônico ou eletrônico — às de caráter institucional ou relacionadas a despesas, contratos, convênios, licitações e servidores.

A Administração Regional de Águas Claras recebeu o seu primeiro prêmio nessa categoria em 2019, saindo da 72ª colocação para o 1º lugar, por meio de ações realizadas por sua Ouvidoria e Assessoria de Comunicação e com a contribuição das informações disponibilizadas pelas unidades da RA XX.

A Administração Regional esteve presente na cerimônia e foi representada  pelos servidores Rodrigo Merazzi (Ouvidor da Administração ), e Rejane Mota (Assessoria de Comunicação).

Agradecemos a todos os envolvidos!

 

Campanha divulga boas práticas para donos de pets

Praça Saudável de Águas Claras busca conscientizar moradores para o bom uso dos espaços públicos com seus animais de estimação

IAN FERRAZ, DA AGÊNCIA BRASÍLIA | EDIÇÃO: MÔNICA PEDROSO

Espaços de convívio social e lazer, memória e pertencimento, as praças públicas recebem atenção especial do Governo do Distrito Federal (GDF). Entre os projetos destinados a estes locais está o Praça Saudável, programa desenvolvido pela Administração Regional de Águas Claras com a missão de promover a boa convivência da população e seus animais de estimação.

Criado a partir de sugestões e reclamações à Ouvidoria do GDF, a campanha educativa busca o uso harmonioso e respeitoso nestes endereços. O descarte irregular de dejetos de animais e a depredação de quadras poliesportivas são as principais reclamações levadas à Ouvidoria e à administração regional e que devem ser corrigidas a partir da conscientização.

Daí nasceu a ideia de divulgar informações nas mídias digitais e promover campanhas educativas nas praças da cidade. E elas já vão começar. Estão previstas ações para esse sábado (28), na Praça das Gaivotas (Quadra 301), e 5 de dezembro, na Praça Estação Águas Claras (Lado Sul), ambas das 16h às 19h.

Nestes dois dias, a população vai receber cartilhas e a orientação de veterinários, palestras, atividades para crianças, brindes e sorteios e muita diversão. A iniciativa será feita em parceria com o Hospital Veterinário Star Vet.

Os moradores estão convidados a participar das ações e a levarem seus pets às praças. Quem tiver sugestões pode entrar em contato com a Ouvidoria do GDF – no site ou pelo telefone 162 – e também tirar dúvidas e se informar no Instagram da administração da cidade (@admaguasclaras).

Orientação

A recomendação para quem passeia com os animais é sempre levar um saco plástico para as ruas e recolher as fezes do animal durante o passeio, mantê-la fechada no saco e depois descartá-la no lixo de sua residência ou no vaso sanitário.

“Fezes dos gatos e cachorros são até três vezes mais poluentes do que a dos humanos. Isso quer dizer que, se descartadas de maneira incorreta, elas podem provocar impactos negativos não só ao meio ambiente, como também aos animais ao exemplo de giardíase, parvovirose, toxocaríase e coccidiose. Os seres humanos também correm risco ao contrair doenças como campilobacteriose, teníase e giardíase”, explica o veterinário Tainã Braúna.

De acordo com o artigo 3º da Lei nº 2.095/1998, o proprietário ou quem estiver conduzindo o passeio de animais em calçadas, ruas, praças, parques, jardins e logradouros públicos é obrigado a recolher, em recipiente próprio, os dejetos fecais.

Para o administrador de Águas Claras André Queiroz, os cuidados sanitários com animais de estimação devem ser reforçados. “A população deve estar consciente sobre os sérios riscos que os dejetos dos animais podem ocasionar à saúde e os efeitos negativos ao meio ambiente se não forem descartados da maneira correta. Pelas ruas de Águas Claras e reclamações da comunidade verificamos que é necessário esse tipo de esclarecimento”, observa.

Morador de Águas Claras há quatro anos, Bruno Martins, de 34 anos, tem dois cachorros e passeia diariamente pelas ruas da cidade. Ele aprova a campanha e propõe uma reflexão no uso do espaço público. “Acho ótima a campanha, não só para os donos de animais, mas para todos que utilizam o espaço. Temos praças com espaço para os animais e para as crianças e temos que saber dividir. O problema das fezes é real e realmente incomoda. Ainda há muitos moradores que não fazem o recolhimento das fezes mesmo sendo uma tarefa tão fácil e necessária, inclusive para a saúde do seu próprio pet. Muitos deles levam os filhos para brincar e imagino que não iriam gostar caso o parquinho estivesse sujo”, aponta.

Nova parceria pela frente

A parceria entre a administração de Águas Claras e o hospital Star Vet não deve parar nas ações educativas. O hospital veterinário estuda adotar a praça Estação Águas Claras no próximo ano.

A medida deve ser feita por meio do programa Adote uma Praça, da Secretaria de Projetos Especiais. Uma das mudanças no logradouro, caso ela seja adotado, é a instalação de lixeiras com sacos de lixo para o recolhimento e descarte regular dos dejetos dos animais. Um grande passo para tornar o ambiente mais saudável tanto para pets como para os frequentadores.

Fonte: Agência Brasília

 

 

O Natal está chegando e, pensando naqueles que não têm oportunidade de ter uma ceia, lançamos a campanha Nosso Natal 2020 com o objetivo de arrecadar cestas especiais de Natal e levarmos carinho e esperança para milhares de famílias em situação de vulnerabilidade no Distrito Federal.

A Campanha Nosso Natal 2020 é uma ação idealizada pela Primeira-Dama do DF, Sra. Mayara Noronha, que visa arrecadação de cestas especiais de natal para as famílias em situação de vulnerabilidade do DF. 

Confira os itens da Cesta de Natal Especial: 
Arroz tipo 1, açúcar, feijão, farinha de milho e de mandioca, charque bovino, molho de tomate, macarrão, sal, leite em pó integral, óleo, sardinha em conserva, leite condensado e achocolatado em pó.

Participe!!!

Faça uma família feliz doando Amor e Solidariedade neste Natal! ♥✨🌟

Arrecadação até o dia 11/12 
Local: Administração Regional de Águas Claras, de segunda a sexta-feira, de 08h às 18h.
Endereço: Rua Manacá, Lote 02, bloco 01.
Contato: Fabiana (61) 3383- 8974.

Sua participação é muito importante!

 

A campanha de vacinação antirrábica da Secretaria de Saúde (SES) já imunizou 27.124 cães e gatos nas zonas rural e urbana do Distrito Federal. Apesar de há muitos anos não haver casos de raiva em humanos e animais no DF, a enfermidade precisa ser prevenida com assiduidade.

Entre as doenças infecciosas de origem viral, a raiva é a única que pode gerar uma encefalite aguda capaz de levar à morte em quase 100% dos casos. A doença acomete todas as espécies de mamíferos, inclusive seres humanos.

Campanha Anual

Um dos importantes pilares do programa de vigilância à raiva preconizado pelo Ministério da Saúde é a campanha anual de vacinação em cães e gatos, para manter uma parcela significativa desses animais imune ao vírus. A expectativa da SES é vacinar 80% da população de cães e gatos, estimada em 345.033 animais – 308.419 cães e 36.613 gatos.

“Todos os cães e gatos acima de três meses de idade podem receber a vacina antirrábica, lembrando que os que receberem a dose pela primeira vez devem ser revacinados após 30 dias”, orienta Rodrigo Menna, gerente de Vigilância Ambiental de Zoonoses.

Em Águas Claras, a campanha  aconteceu neste sábado, (7/11), em três pontos de apoio montados pela equipe da Vigilância Ambiental. Ao todo foram vacinados 772 animais, entre cães e gatos.

A vacina ficará disponível ao longo de todo o ano nos Núcleos de Vigilância Ambiental Regionais e na sede localizada no Setor Noroeste.

A raiva no DF

O Distrito Federal não registra casos de raiva em humanos desde 1978. Em cães, o último caso diagnosticado foi em 2000 e, em gatos, no ano de 2001. O vírus rábico circula no DF em quirópteros, nos bovinos, equídeos e outros animais.

Apesar de não haver casos no DF, a enfermidade precisa ser tratada com seriedade. Dentre as doenças infecciosas de origem viral, a raiva é a única em relação a seu alcance e ao número de vítimas que pode gerar uma encefalite aguda capaz de levar as vítimas ao óbito em praticamente 100% dos casos. A doença acomete todas espécies de mamíferos, inclusive, seres humanos.

O vírus da raiva fica presente na saliva de animais infectados e é transmitido principalmente por meio de mordeduras e, eventualmente, pela arranhadura e lambedura de mucosas ou pele lesionada.

Proteja o seu melhor Amigo! 

* Com informações e fotos da Secretaria de Saúde

 

A crise da pandemia acertou em cheio nossa empresas, princilpamente as pequenas.

A Administração de Águas Claras está apoiando o Programa "Superação da Crise", criado pelo @SebraenoDF para ajudar pequenos negócios a superarem os problemas decorrentes da pandemia e olharem para o futuro.

Agora que estamos retomando nossas atividades, precisamos trabalhar para corrigir os problemas do momento, ao mesmo tempo em que olhamos para o futuro, porque, com certeza, o mundo não será o mesmo depois da Covid.

Pensando no agora e no futuro da sua empresa, o Sebrae-DF quer te dar uma força para sairmos mais fortes dessa crise! É o Programa Sebrae de Superação da Crise. Consultores especialistas em gestão estarão disponíveis para te ajudar nesse momento.

O programa está dividido em três fases e acontece de agosto a dezembro:

1ª Fase – Olhar sobre a Gestão: Como está o gerenciamento do seu negócio hoje? Quais problemas de gestão intensificaram os impactos da crise na sua empresa e no seu setor ainda mais? Quais alternativas para corrigir esses problemas?

2ª Fase- Olhar para Futuro: Você já percebeu que entrar no munid digital, melhorar a experiência do seu cliente e os canais de relacionamento e distribuição agora vão tomar mais o seu tempo e atenção. Está pronto para isso? Quais são os meios de se reiventar para o novo mercado?

3ª Fase- É muita coisa para se fazer em pouco tempo! Você, como empresário e líder do processo de mudança de cultura na sua empresa, precisa ter um profundo conhecimento das suas próprias competências e comportamentos necessários para estimular a sua equipe nerssa mudança, afinal, toda mudança passa primeiro por você. Você está pronto?

O programa é 100% subsidiado pelo Sebrae. Você vai receber mentoria e ajuda de consultores especialistas a custo zero, mas isso somente para micro empresas e empresas de pequeno porte do DF, com CNPJ, e enquanto durarem as vagas.

O programa é 100% gratuito e busca alcançar Microempresas, EPPs e Produtores Rural.

As vagas são limitadas!


Clique no link https://www.daexe.com.br/programa-superacao-da-crise/#toggle-id-3

Ou ligue: 0800 570 0800

Vamos sair dessa ainda mais fortes!

O Sebrae está com você!

É tempo de empreender em Águas Claras!

Alerta aos Moradores de Águas Claras!

Neste período chuvoso o inseto barbeiro, responsável por transmitir a doença de Chagas, costuma aparecer na área de cerrado.

 A Subsecretaria de Vigilância à Saúde, por meio da Diretoria de Vigilância Ambiental em Saúde (Dival), recomenda:

• Telar as janelas com telas mosquiteiros apropriados, a fim de criar uma barreira mecânica ao ingresso de barbeiros e outros insetos ou animais indesejados; 
• Locais com potencial de se tornar esconderijos de barbeiros deverá ser tampado/vedado; 
• Na limpeza do domicílio devem ser inspecionados atrás dos quadros nas paredes, embaixo dos colchões e travesseiros, para verificação sistemática de possíveis esconderijos deles pela proximidade com a fonte alimentar (pessoas dormindo), frestas em paredes e evitar amontoados de pertences que sirvam de esconderijos; 
• Importante a participação da população na notificação de insetos suspeitos, pois se confirmado ser o barbeiro os agentes de saúde retornarão à sua residência para realizar uma pesquisa e orientar/adotar as devidas providências; 
• Importante o engajamento dos moradores na notificação, numa perspectiva de se alcançar maior detecção de colônias de barbeiros nos domicílios do DF.

IMPORTANTE:  na dúvida do tipo de inseto que entrou na sua casa, as vezes confundido com uma barata, não o mate e nem jogue fora. Se possível, capture – o e leve-o a Vigilância Ambiental do Guará (Inspetoria) QNE 12 ÁREA ESPECIAL D GUARÁ I (em frente ao centro clínico espírita André Luiz), no endereço (que atende a Região Administrativa de Águas Claras), ou ligue para 2017- 1344.

A sua colaboração é muito importante para a monitoração e controle dos barbeiros!

Nota da Subsecretaria de Vigilância à Saúde aos moradores:

Nota_AguasClaras 2020


Fonte: DIVAL
Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

 

Rejane Mota, da Assessoria de Comunicação – Administração Regional de Águas Claras

 Deputado Distrital Agaciel Maia (PL/DF) destinou, via emenda parlamentar, R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais) para a melhoria no sistema de iluminação pública da região. 

 A emenda já está liberada e a Administração Regional de Águas Claras vai encaminhar para a Secretaria de Obras que irá cumprir o contrato junto com a Companhia Energética de Brasília (CEB). “A iluminação pública assume papel fundamental na melhoria da qualidade de vida da população e na ocupação de espaços públicos. Vamos ter mais economia e consumo sustentável e mais segurança para os moradores de Águas Claras”, ressalta o deputado Agaciel Maia. 



Atualmente, a iluminação de LED é tratada como uma questão de utilidade pública. O menor consumo de energia pode gerar uma economia de R$ 90 milhões anuais, o período de vital útil é maior, pelo menos o dobro do tempo. E ainda, baixo custo de manutenção, maior resistência, mais resolução – gerando segurança nas ruas, o acendimento das lâmpadas é praticamente instantâneo, o material é reciclável e a radiação dos metais pesados não está presente. 



O Administrador Regional de Águas Claras, Francisco de Assis (Chicão), explica que a modernização da rede de iluminação pública será feita por etapas. “O custo total será de aproximadamente R$ 1.600.000,00 e a boa notícia é que o deputado Agaciel Maia já se comprometeu em destinar o restante do dinheiro. Então, o processo completo está garantido”, comemora o Administrador. 



Em breve, Águas Claras estará ainda mais iluminada. Os mais de 161 mil moradores da cidade vão se beneficiar com as melhorias. “Com esse esforço conjunto – Poder Legislativo e Poder Executivo – quem ganha é a população. Nosso compromisso é trabalhar muito para entregar uma cidade mais iluminada, mais segura. Onde as pessoas se sintam e realizadas por morarem em Águas Claras”, finaliza o administrador de Águas Claras, Chicão. 

Foto: Sérgio Roberto Cardoso da Cruz

Teve início nesta terça-feira (25/08), mais uma edição da Campanha Vem Brincar Comigo!

Trata-se de uma ação social idealizada pela Primeira-Dama, Mayara Noronha Rocha e desenvolvida sob a coordenação da Subchefia de Políticas Sociais e Primeira Infância, com apoio da Secretaria de Governo e dos demais órgãos do GDF.

A campanha visa a arrecadação de brinquedos e livros infantis para crianças em situação de vulnerabilidade, como forma de celebrar o Dia das Crianças. 

O projeto acontecerá em duas etapas: 

1) a partir de hoje (25/08) até 30 de setembro será promovida a arrecadação de doações de brinquedos e livros infantis; 

2) Em um segundo momento, entre os dias 5 a 9 de outubro, os brinquedos arrecadados serão entregues, e será realizada a semana Vem Brincar Comigo Digital, que contará com atividades de entretenimento por meio de mídias sociais.

Participe!

Faça uma criança feliz!

A Administração Regional de Águas Claras  é um dos pontos de arrecadação, de segunda a sexta-feira, de 08h às 18h.

Rejane Mota, da Assessoria de Comunicação – Administração Regional de Águas Claras

O que pode ser feito em uma semana? Terminar de ler um livro, finalizar a organização de um armário cheio de objetos… Ou deixar uma cidade mais bonita e arrumada?

Desde o último dia 27, o GDF Presente esteve pelas ruas de Águas Claras executando diversas ações de melhoria da infraestrutura pública na região.

Em parceria com a Administração Regional, as equipes do Polo Central Adjacente II foram até a cidade para solucionar diversos pedidos feitos pelos moradores por meio da Ouvidoria.

Um dos dados mais impressionantes foi o de recolhimento de entulhos e inservíveis: 245 toneladas entre terça (27) e sexta (31), o equivalente a 175 carros populares.

Além do recolhimento de lixo, o GDF Presente também levou a operação tapa-buracos para as ruas do Boulevard Norte, rua Manacá, rua 09 Norte, rua 12 Norte, rua 4 Sul e no Balão da Rua Pau Brasil. Já na Avenida Vereda da Cruz, rua Tamboril e em trechos das Avenidas Araucárias, Castanheiras e Parque Águas Claras, as equipes realizaram a pintura de meios-fios.

Em tempos de pandemia, a limpeza dos espaços públicos também é fundamental, por isso as paradas de ônibus, na Avenida Castanheiras e Araucárias foram higienizadas. Na Quadra 102, o GDF Presente reformou e trocou as lixeiras públicas.

 “Esta ação do GDF presente nos auxilia a trazer melhorias e deixa a nossa cidade ainda mais bonita. Só temos que agradecer ao Governo do DF pela eficiência dos trabalhos desenvolvidos”, resume o administrador regional de Águas Claras, Francisco de Assis da Silva.

 

 

 

Educação na Palma da Mão

Colabore com doações de aparelhos telefônicos ou tablet's para que alunos de Escolas Públicas do Sol Nascente acompanhem as aulas Online. 

Basta entregar o equipamento na sede da Administração Regional de Águas Claras e as Escolas parceiras irão repassar aos alunos que não tem condições de comprar o aparelho.

Ao doar, você pode deixar seu nome no Livro de Doações ou, se preferir, manter o anonimato.

Juntos construimos um futuro melhor!

Mais Informações, ligue: 61 98227-1818/ 3383-8911
 

 

Ação preventiva a alagamentos continua na cidade antes do período de chuvas com troca de tampas e de meios fios vazados.

 

Garrafas plásticas e de vidro, pedaços de madeira, sacos de lixo e diversos materiais descartados incorretamente pela população fazem parte das mais de 30 toneladas de entulho retirados até agora de 50 bocas de lobo em Águas Claras. A ação de limpeza dos espaços pelo Governo do Distrito Federal (GDF), por meio da Administração Regional de Águas Claras, começou em 15 de julho e segue pelas próximas semanas.

Uma equipe envolvendo 12 operários, um caminhão pipa e diversos equipamentos de limpeza, como enxadas, pás e uma alavanca, vai percorrer e limpar todas as 140 bocas de lobo mapeadas em Águas Claras antes da volta do período de chuvas. A ação preventiva tem o objetivo de evitar alagamentos.

A Administração Regional de Águas Claras também está substituindo os meios-fios vazados danificados – por onde entra a água pluvial, rente ao solo – e as tampas das caixas de manutenção – que são aquelas maiores pelas quais agentes têm acesso ao bueiro quando há necessidade de uma limpeza mais profunda. Vinte delas já tiveram que ser trocadas.

Neste último caso, o material de concreto é, muitas vezes, quebrado pela própria população, que despeja ali, incorretamente, sacos de lixo. A Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) cede o novo material para a troca.

Educação

“Realizamos um trabalho de prevenção em prol do bem-estar dos moradores. É importante, porém, que o cidadão colabore e só descarte o lixo em locais apropriados, inclusive obedecendo o sistema de coleta na região, que funciona normalmente”, alerta o administrador regional Francisco de Assis da Silva, o Chicão.

Em cada boca de lobo a equipe do GDF retira os materiais até que nada permaneça capaz de obstruir a passagem das águas pluviais. Em seguida, faz uma lavagem da entrada da galeria com jatos d’água de um caminhão pipa. A expectativa é de que os trabalhos sigam por até mais 30 dias.

Linhão e paradas de ônibus

Com a ajuda de uma patrulha mecanizada – da qual fazem parte um trator, um caminhão e uma retro cavadeira – a Administração Regional de Águas Claras vem fazendo a limpeza constante da cidade para retirada de entulhos.

Um dos pontos mais críticos é a área do chamado linhão, na 208 Sul, embaixo da linha de transmissão de energia. Ali são descartados ilegalmente por carroceiros e caminhoneiros cerca de 40 toneladas entulhos de obras e de podas de árvores, retirados todos os meses. A ação é feita em parceria com o Serviço de Limpeza Urbana (SLU). A administração regional promove também a limpeza semanal das 40 paradas de ônibus espalhadas pela região.

 

Fonte/Fotos: Agência Brasília

Rejane Mota da Silva, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

O Administrador de Águas Claras, Chicão, deu início na manhã da última quarta-feira, (08/07), a abertura dos trabalhos em mais uma edição do Programa Sanear na cidade.

O Programa Sanear Sanitização que tem por objetivo a higienização de espaços públicos que demandem uma maior atenção devido o alto fluxo de pessoas, aconteceu com a divisão da equipe em três grupos. O primeiro local a receber as ações de sanitização foi a Administração Regional de Águas Claras.

Foram alvo da operação, o Fórum de Águas Claras, o Posto de Vacinação, os Pontos de ônibus/táxi, Batalhões da PM e Corpo de Bombeiros, Praças e as Estações do Metrô.

Em uma ação conjunta do Corpo de Bombeiros com a DIVAL ( Diretoria de Vigilância Ambiental), a cidade também recebeu reforços do Programa Sanear Dengue.

As equipes realizaram inspeções em áreas externas da cidade para localizar e eliminar possívies focos e criadouros do mosquito Aedes Aegypti. A equipe do Corpo de Bombeiros realizou abordagens em órgãos públicos: Administração Regional de Águas Claras, Posto de
Vacinação, 17º BPM, 25º GBM, enquanto a equipe da DIVAL com 42 agentes inspecionaram 723 imóveis e 3.456 depósitos, sendo que destes, 43 receberam tratamento de forma preventiva. As equipes reforçaram junto à população sobre a importância de se realizar vigilância constante em seus lares e arredores. Nenhum foco e ou criadouro foi encontrado na operação.

O Administrador de Águas Claras, Chicão, ressaltou a importância da presença do Programa na cidade, "Ações como essa são fundamentais, a sanitização se faz primordial nesse momento, e que a obtenção dos bons resultados no combate à dengue depende muito da colaboração e participação dos moradores da cidade."


Essa ação foi realizada pela Secretaria Executiva das Cidades, Secretaria de Governo, Administração Regional de Águas Claras, Diretoria de Vigilância Ambiental (Dival) e Corpo de Bombeiros.

Conforme Decreto 10.384 de 28 de maio de 2020, fica  prorrogado, até 30 de setembro de 2020, o prazo para a apresentação obrigatória para o alistamento militar (serviço militar). A medida é em decorrência ao enfrentamento da pandemia da codiv-19

Clique aqui e confira o texto.

Somente os cidadãos que perderam o prazo do alistastamento anterior,  devem entrar em contato pelo e-mail da Junta Militar de Águas Claras: 
jsm@aguasclaras.df.gov.br

ou pelos números: 3383-8963 / 9.9199-3533

Canais de Atendimento da Administração Regional de Águas Claras

Administração Regional: 3383-8929

Gabinete: 3383-8911 / 9.9153-6185

Assessoria Técnica ( ASTEC) : 9.9551-4783

Assessoria de Comunicação (ASCOM): 9. 9187-4374

ascom.aguasclaras@gmail.com

Ouvidoria: 162 / 9.9191-1758

www.ouv.df.gov.br

Coordenadoria de Administração Geral (COAG) : 9.9223-4190

Coordenação de Licenciamento, Obras e Manutenção (COLOM ): 9.9347-1550

Diretoria de Obras (DIROB) : 9.9153-6185

Gerência de Licenciamento de Obras e Atividades Econônimas (GELOAE) : 9.9551-6118

geloae@aguasclaras.df.gov.br

Coordenação de Desenvolvimento (CODES) : 9.9414-8704

Gerência de Cultura, Esporte e Lazer: 9.9638-0662

 

Conforme o decreto 40.546, que dispõe  sobre o teletrabalho, em caráter excepcional e provisório, para os órgãos da administração pública direta, indireta, autárquica e fundacional do Distrito Federal, a partir de 23 de março de 2020, como medida necessária à continuidade do funcionamento da administração pública distrital, em virtude da atual situação de emergência em saúde pública e pandemia declarada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), em decorrência do coronavírus (COVID-19).

A Administração Regional de Águas Claras preocupada com a continuidade dos serviços, com  o atendimento ao cidadão e com a saúde dos seus servidores,  disponibilizou canais de atendimento para trazer uma maior  proximidade da população para com os serviços realizados, gerando assim uma maior comodidade, e acima de tudo cuidando do bem-estar da população nesse momento pelo qual todos estamos enfrentando.

 

A 2ª edição da Campanha Agasalho Solidário já começou!

O intuito é ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade social durante o inverno no Distrito Federal.

As Regiões Administrativas de Arniqueira e Águas Claras trabalharão juntas na arrecadação e distribuição das doações.

Para os moradores da Região Administrativa de Arniqueira que desejarem fazer a doação, o ponto de coleta ficará disponível até o dia 26 de junho na sede da administração regional da cidade, localizada no Setor Habitacional Arniqueira, conjunto 04, Área Especial 01, ao lado da Escola Classe Arniqueira.

Em Águas Claras, o ponto de coleta será na sede da administração regional (Rua Manacá, lote 02, bloco 1).  

O horário da arrecadação é de 08h às 18h, de segunda a sexta-feira.

Conforme medidas de segurança sanitárias para evitar a propagação do novo coronavírus, solicitamos que cobertores, agasalhos, luvas e meias sejam lavados e entregues em sacos plásticos para facilitar a identificação.

Vamos ajudar o próximo!

 

Rejane Mota da Silva, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

Nesta quarta-feira, dia 13/05, foi realizada a Campanha Orientativa de Combate a Covid-19 com o objetivo de incentivar e orientar a população sobre o uso correto das máscaras faciais.

O GDF disponibilizou máscaras laváveis que foram distribuídas pelos servidores da Administração e órgãos parceiros, em pontos estratégicos da cidade. 

Segundo o administrador Chicão, “durante a ação, pudemos perceber que grande parte dos moradores de Águas Claras está obedecendo corretamente ao decreto sobre o uso obrigatório de máscaras. A população está de parabéns!”

Esta é uma campanha conjunta entre a Segov/Secid, Secretaria de Segurança Pública, DF Legal, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Secretaria de Atendimento à Comunidade e Administração Regional de Águas Claras.

 

Rejane Mota da Silva, da Ascom – Administração Regional de Águas Claras

Entre os dias 30/04 ao 06/05, o Programa GDF Presente esteve no Polo Central Adjacente II, reforçando as ações de manutenção em Águas Claras.

Equipes e maquinários do Programa, realizaram limpezas, retiraram entulhos, trocaram placas de sinalização, lavaram as calçadas, fizeram serviços de roçagem, podas em árvores, pinturas de meio-fio e ciclofaixas, irrigação, ligação de galerias de águas pluviais e tapa-buracos em diversos pontos da região.

Gostaríamos de agradecer a Secretaria de Governo, Secretaria das Cidades, Novacap, Sesipe, Ceb, Detran e demais órgãos, por nos contemplar com estas benfeitorias no mês de aniversário de 17 anos de Águas Claras.

Confira alguma das ações:

* Roçagem de lote na Quadra 206;

* Irrigação na Avenida Jequitibá, na Avenida Pau Brasil com a Boulevard Sul e Norte e no balão do Unieuro;
 
* Pintura de vagas de estacionamento na Avenida Boulevard Sul, pelo Detran – DF. 

*Entre outros.

 

É o Prograna GDF Presente e a Administração Regional de Águas Claras cuidando da nossa cidade! 

 

Parabéns Águas Claras!

A cidade mais vertical do Distrito Federal comemora 17 anos de vida no dia de hoje (06.05.2020). 

A cidade começou a ser construída na década de 90 e em 2003 se tornou Região Administrativa,  tendo como  referência ao córrego de Águas Claras que nasce na região e abastece o Lago Paranoá. 

Com seu projeto elaborado pelo arquiteto e urbanista Paulo Zimbres, trouxe para nossa cidade o princípio da funcionalidade, conforto e harmonia visual.

Nossas praças têm nomes de pássaros e nossas ruas e avenidas recebem nomes inspirados na flora. 

Águas Claras é uma região jovem que em média de idade está entre 18 e 34 anos, caracterizada por prédios de diversos tamanhos.

Mas são os moradores que fazem a diferença nesta cidade peculiar chamada Águas Claras.

Podemos notar que o seu comércio  pulsa em rítimo acelerado em busca de atender um público que conhece seus direitos e argumenta suas opiniões. 

Parabéns Águas Claras pelos seus 17 anos de crescimento e por acolher moradores que amam suas praças, suas avenidas e tudo que você oferece.

Obrigado cidade adolescente que neste ano caminha para a juventude com um olhar no futuro não deixando para traz sua história e seus bravos guerreiros que lutaram para você chegar onde está hoje.

 

Águas Caras recebeu na última quinta-feira, 23/04, ações de sanitização para impedir a disseminação da Covid-19 em espaços públicos. 

A operação que faz parte do Programa Sanear-DF, teve seu início no período da manhã. A sede da Administração Regional foi o primeiro local a receber a higienização. Veículos com máquinas de pulverização utilizam hipoclorito de sódio , enquanto agentes de saúde com máquinas acopladas nas costas espalham o produto, semelhante a água sanitária. 

As estações do metrô também passaram pelo processo de  higienização, entre elas  a estação concessionárias.

O Administrador de Águas Claras, Chicão , acompanhou a evolução dos trabalhos. 

As ações terão continuidade sexta-feira, 24/04, o foco será a residência oficial do governador, a Unieuro e a Uniplan, pois o objetivo principal dessa ação é higienizar locais com grande fluxo de pessoas.

O Programa Sanear tem por objetivo a higienização de espaços públicos no combate ao coronavírus e outras doenças causadas por arboviroses, como a dengue, zika, chikungunya e febre amarela. 

O grupo de trabalho é formado por servidores de empresas e secretarias do GDF, com apoio do Programa GDF Presente, que farão a retirada de lixo, entulhos e sucatas das ruas, além de lavagem de feiras, escolas, terminais rodoviários, paradas de ônibus, estação do metrô, unidades de saúde, praças e demais áreas com grande circulação de pessoas. Para esses serviços os profissionais utilizaram produtos como fumacê,  variações do Ultra Baixo Volume ( UBV) e água.

Estão juntos nesse projeto as Administrações Regionais, as Secretarias de Comunicação, Transporte e Mobilidade, Segurança Pública, Políticas Públicas, Educação, DF Legal, SLU, DETRAN-DF, DER-DF E CAESB.
 

Mapa do site Dúvidas frequentes